Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2577
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Escutar e pesquisar os próximos : religiosidade e memórias de moradores em dois tempos (Pântano do Sul, Florianópolis/SC década de 1970-2015)
metadata.dc.creator: Martins, Mariane
metadata.dc.contributor.advisor1: Cunha, Maria Teresa Santos
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação tem como objetivo investigar como os moradores do Pântano do Sul, bairro situado ao sul de Florianópolis, lidaram com as mudanças ocorridas naquele local a partir de 1970 e que ressoaram nas práticas de sociabilidades do cotidiano, nos hábitos, e muito especialmente nos modos como se relacionavam/relacionam com a religiosidade e suas práticas. Para isso buscou-se entender como a relação do tempo pode ser sentida e problematizada neste bairro a partir da década de 1970 até o tempo presente (2015). O bairro do Pântano do Sul situa-se na cidade de Florianópolis, cerca de vinte e sete quilômetros do perímetro urbano, e possui uma média de 5800 habitantes. Para a dissertação mobilizou-se entrevistas realizadas com moradores em dois tempos cronológicos: no ano de 1985 e de hoje 2014/2015 com o intuito de investigar e compreender como essas pessoas viram/veem as mudanças sobre o bairro e sobretudo a relação com as práticas de religiosidade. Estas fontes orais foram colhidas utilizando-se da metodologia da História Oral e analisadas em seus conteúdos como temporalidades que não se opõem, mas que ressoam uma na outra, como registros de experiências (passado/presente) que abrem espaços para horizontes de expectativas (presente/futuro) em suas possíveis permanências e rupturas. A dissertação tece uma narrativa problematizada a partir dessas falas de moradores e dialoga com autores que se amparam nos domínios da História do Tempo Presente.
Abstract: This dissertation aims to investigate how the residents of Pântano do Sul, neighborhood located in the south of Florianópolis, dealt with the changes at that location from 1970 and echoed in everyday sociability practices, habits and especially in the way they related/relate to religion and its practices. For that we sought to understand how the relationship with the time can be felt and rejected in this neighborhood from the 1970s to the present time (2015). Pântano do Sul neighborhood is located in the city of Florianópolis, about twenty-seven kilometers from the urban area, and has an average of 5800 inhabitants. For the dissertation were mobilized interviews with residents in two chronological stages: in 1985 and today 2014/2015 in order to investigate and understand how these people saw/see the changes on the neighborhood and especially the relationship with practices of religiosity. These oral sources were collected using the methodology of Oral History and their contents were analyzed as temporalities that are not opposed, but that resonate in each other, as experience records (past/present) that open spaces to expectations horizons (present/future) in their possible continuities and ruptures. The dissertation weaves a narrative problematized from these speeches of local residents and dialogues with authors who support the fields of History of the Present Time.
Keywords: Pântano do Sul
Religiosidades
História do Tempo Presente
História Oral
Religiousness
History of the Present Time
Oral History
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: História
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em História
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2577
Issue Date: 6-Jul-2015
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
123823.pdf2,1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.