Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2546
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A capital do oeste : um estudo das transformações e (re)significações da ocupação urbana em Cascavel - PR (1976-2010)
metadata.dc.creator: Paixão, Maicon Mariano da
metadata.dc.contributor.advisor1: Assis, Glaucia de Oliveira
metadata.dc.description.resumo: A pesquisa pretende abordar um conjunto de transformações entre as décadas de 1970 e 2000, assimiladas entre o crescimento populacional e a ocupação do solo urbano na cidade de Cascavel, localizada no Oeste do Paraná. Emancipada de Foz de Iguaçu em 1952, o município de Cascavel, em suas primeiras décadas, teve sua principal fonte de recursos na extração da madeira. Logo, esse modelo extrativista entrou em decadência concomitante com a "limpeza" da área para a mecanização do campo, acrescendo consideravelmente o êxodo-rural, o que acabou proporcionando uma concentração urbana, oriunda de fluxos migratórios do campo, como também de outras cidades. Destarte, a posição geográfica de Cascavel, destacada em uma região de fronteira entre os estados do Sul e do Centro-Oeste, implicou em novos movimentos populacionais intensificados a partir da construção de um entroncamento de rodovias, integrando a cidade a projetos federais vigentes no regime militar (1964-1985) para a interiorização do país. A característica de polo regional em desenvolvimento é uma das razões que explicam a referência de Cascavel a ser a "Capital do Oeste". Desse processo, discute-se com mais atenção a materialização das transformações urbanas ocorridas nos conflitos pela ocupação das propostas elaboradas por técnicos e planejadores, na construção e reprodução de discursos que elevaram a cidade a ser uma das maiores do Paraná e do Sul do Brasil e na ambivalência entre a edificação de novos espaços públicos pensados para certas funcionalidades e as sociabilidades que produzem diversos sentidos nos usos desses espaços. Para tanto, esse estudo busca, por meio das experiências socioculturais, os significados que permitem apreender a cidade de Cascavel e o movimento acerca das transformações citadinas sob os olhares dos sujeitos históricos que a constroem, abordando, na multiplicidade da memória de sua população, suas manifestações e reivindicações em um espaço permeado pela luta cotidiana no fazer-se da cidade
Abstract: The research intents to address a set of transformations between the 1970 and 2000, treated between population growth and urban land occupation in the city of Cascavel, located in the West of Paraná. Emancipated from Foz do Iguaçu in 1952, the municipality of Cascavel in its early decades, found in lumber extraction its main sourse of funds. Soon, this extractive model became decadent at the same time that a clean through the mechanization of field contributed to adding considerably to the rural exodus that finished providing an urban concentration, mainly composed by migratory flows coming from the field, but also from other cities. Thus, the geographical position of Cascavel city, located in a border region between the states of South and Midwest, resulted in new population movements that intensified after the construction of a road junction, incorporating the city in the federal projects for the internalization of the country during the military regime (1964-1985). The characteristic of a regional center under development is one of the reasons for the referral of Cascavel city as the "Capital of the West". Of this process is being discussed with more attention to the materialization of urban transformations occurred in the conflict for the occupation, of the proposals prepared by technicians and planners in the construction and reproduction of discourses that set the city as one of the largest of Parana and of the south of Brazil, in ambivalence between the construction of new public spaces, designed to sociability and certain features that produce different meanings in the uses of these spaces. To this end this study seeks, through social and cultural experiences, the meanings that allows capture the city of Cascavel and the movement about the city transformations, under the eyes of historical subjects who are daily building it, addressing with the multiplicity of memory of its population, their manifestations and claims in an area permeated by the daily struggle to make up the city
Keywords: Crescimento urbano
Cascavel (PR)
Migração
Cidade
Espaços
Narrativas
Experiência
Expectativas
City
Spaces
Narratives
Experience
Expectations
Cascavel (PR)
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: História
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em História
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2546
Issue Date: 9-Mar-2013
Appears in Collections:Mestrado em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
maicom.pdf7,88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.