Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2423
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Desvendando a construção social do masculino: experiências vividas, relatos orais, perspectivas educacionais
metadata.dc.creator: Freitas, Dilma Lucy de
metadata.dc.contributor.advisor1: Melo, Sônia Maria Martins de
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho buscou compreender e desvelar a percepção de masculinidade de um grupo de homens. Tal percepção, supõe-se, é decorrente das muitas transformações que ocorreram no mundo contemporâneo e das novas exigências desse mundo. As questões norteadoras da pesquisa procuraram destacar o desvelamento do significado da percepção de ser homem na contemporaneidade frente a outros seres no mundo e frente ao processo atual de construção da identidade masculina. Inicialmente, expõe o mundo vivido pela pesquisadora que, como mulher, educadora e, mais especificamente como professora de Educação e Sexualidade, sentiu a necessidade de investigar o fenômeno da masculinidade com o intuito de desvendar as tramas que envolvem a construção de uma identidade que, segundo sua percepção, já não dá mais suporte físico, econômico e mesmo emocional para os homens na atualidade. Em seguida, busca através dos cúmplices teóricos, desvendar a construção sócio-histórica do masculino, fazendo uma breve retrospectiva histórica dessa construção, bem como procura esclarecer conceitos que considera importantes para auxiliar a compreensão da construção dessa identidade masculina. A fenomenologia foi o caminho escolhido como suporte metodológico e a entrevista de cunho fenomenológico como instrumento de ação para obtenção dos dados. As entrevistas foram realizadas com seis homens, heterossexuais, com idades entre 20 e 70 anos da cidade de Florianópolis. Os dados formam analisados a partir da proposta dos cinco passos de Giorgi (1985), acrescidos pelo sexto passo sugerido por Comiotto (1990). Três essências e suas dimensões manifestaram-se apontando para complexidade da construção da masculinidade frente a uma cultura que insiste em reproduzir o estereótipo de um macho , através de discursos e modelos que já não correspondem mais ao que homens e mulheres esperam como seres humanos em busca de relações mais igualitárias e afetivas. As essências que se desvelam são as seguintes: I. A masculinidade construída a partir da relação intersubjetiva: a importância do Outro; II. A masculinidade ressignificada por papéis sexuais estereotipados; e III. A masculinidade ressignificada na dignidade do trabalho. A pesquisa aponta os embaraços causados pelas vivências de papéis sexuais ainda muitas vezes enquadrados nos modelos de uma sociedade patriarcal e suas conseqüências nas relações de gênero hoje. Além disso, sugere um trabalho de educação sexual emancipatória como um caminho para novas percepções de ser homem, de ser mulher, de ser humano
Keywords: Educação
Masculinidade
Educação sexual
Homens
Comportamento sexual
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Educação e Cultura
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação e Cultura
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2423
Issue Date: 11-Sep-2007
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dilma.pdf507,28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.