Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2418
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A invisibilidade do aluno superdotado : percepção de uma realidade e um caminho a percorrer
metadata.dc.creator: Costa, Maria Tereza
metadata.dc.contributor.advisor1: Vale, Ione Ribeiro
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa busca reunir informações sobre a Superdotação e suas manifestações no ambiente escolar, bem como verificar que conhecimentos os profissionais do magistério, atuantes em escolas públicas da Rede Municipal de Ensino de Curitiba, Capital do Estado do Paraná, têm a respeito de alunos com essa denominação. A Superdotação é compreendida como a presença de "traços consistentemente superiores", em qualquer campo do saber ou do fazer, em relação à média de determinada população, traços esses que permanecem com freqüência e duração no repertório do comportamento, a ponto de situações semelhantes merecerem registros em distintas épocas. Alunos superdotados destacam-se pela capacidade intelectual geral, aptidão acadêmica específica, pensamento criativo ou produtivo, capacidade de liderança, talento especial para artes e capacidade psicomotora, características que podem se apresentar de forma isolada ou combinada. Os dados foram levantados no ano letivo de 2005, a partir do estudo de questões colocadas em questionário específico, numa amostra composta por 258 profissionais, em sua maioria professores e pedagogos, representando 3,5% da totalidade dos profissionais do magistério da rede estudada. A Superdotação parece se constituir, para o grupo pesquisado, em um assunto conhecido. No entanto, ao analisar as respostas encontradas nos questionários, pode-se inferir que o tema é de conhecimento vago e sem aprofundamento teórico, uma vez que foram evidenciadas algumas distorções em relação a características, manifestações, identificação e procedimentos necessários ao atendimento adequado. Diante dos dados encontrados, é possível concluir que a discussão em torno da Superdotação não se faz presente, como deveria, até para atender ao aspecto legal, nos cursos de formação ligados à Educação, deixando uma lacuna a ser preenchida. Essa lacuna aponta para interrogações de como, de fato, esse aluno tem sido visto e quais procedimentos têm sido adotados pela escola para atender às suas necessidades educacionais especiais. Aponta, ainda, para a necessidade de cursos de formação continuada, visto que alunos com Superdotação estão presentes no universo escolar em número significativo. Palavras-chave: Superdotação, altas habilidades, superdotados, necessidades especiais, inteligência, criatividade, diversidade, invisibilidade
Keywords: Superdotados
Criatividade
Crianças superdotadas
Educação
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Educação e Cultura
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação e Cultura
Citation: COSTA, Maria Tereza. A invisibilidade do aluno superdotado : percepção de uma realidade e um caminho a percorrer. 2008. 226 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Cultura) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2418
Issue Date: 21-Feb-2008
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File SizeFormat 
maria tereza.pdf4,4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.