Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2409
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A percepção de educadores sobre a exploração sexual
metadata.dc.creator: Franzoni, Gleidismara dos Santos Cardozo de Castro
metadata.dc.contributor.advisor1: Melo, Sônia Maria Martins de
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho, apresentado no curso de Mestrado em Educação e Cultura, da Universidade Estadual de Santa Catarina- UDESC, buscou compreender a percepção de educadoras sobre a Exploração Sexual Comercial de Crianças e Adolescentes no município de Florianópolis. As questões norteadoras deste estudo enfatizaram a procura do desvelamento dos reflexos desta percepção, na ação pedagógica, junto aos sujeitos vítimas de violência. O trabalho também procura elencar, à partir dos discursos das educadoras, sugestões de enfrentamento à exploração sexual, visualizando o educador como defensor dos direitos da infância e da adolescência, bem como cidadão transformador da realidade. Inicialmente, relata o mundo vivido pela pesquisadora como educadora, psicóloga e servidora do Ministério Público Federal, considerando que sua vivência foi permeada de conflitos a cerca dessa problemática tanto no processo educativo, quanto na prática terapêutica. No diálogo com os cúmplices teóricos, ficou evidenciado que os direitos sexuais são direitos humanos, portanto amparados na legislação nacional e internacional, e que a exploração sexual é uma violação de direitos, requerendo uma intervenção sistêmica para punição dos aliciadores. Por meio dessa dissertação pretende proporcionar à sociedade, especialmente aos comprometidos com a efetiva proteção aos sujeitos explorados sexualmente, material de apoio que possa auxiliar nas reflexões, debates e programas de erradicação desta forma hedionda de obtenção de prazer e lucro. Entendendo a escola como um espaço privilegiado de informação e formação da identidade sexual que poderá significativamente contribuir na construção da cultura de paz, foram entrevistadas cinco educadoras que desempenham variadas funções em escolas públicas localizadas na periferia de Florianópolis. Foi utilizado como caminho teórico-filosófico-metodológico a fenomenologia, baseada principalmente nas obras de Merleau-Ponty, seguindo os passos básicos do método fenomenológico. Os dados coletados nas entrevistas foram analisados seguindo os cinco passos de Giorgi, enriquecidos pelo sexto passo proposto por Comiotto. A partir da análise das entrevistas, fluíram três essências, são elas: I - Um olhar para si, no encontro com o outro: A percepção das múltiplas violências sentidas; II - Enfrentamento à exploração sexual: um compromisso de todos; III- A construção de uma cultura de paz: sugestões de enfrentamento à exploração sexual comercial de crianças e adolescentes. O trabalho pretende também criar subsídios ao desenvolvimento de políticas públicas que possibilitem o atendimento psicológico e social às vítimas de exploração sexual comercial e que auxiliem o educador na prevenção e no enfrentamento da exploração sexual .
Abstract: This study, presented in the Masters program in Education and Culture of the State University of Santa Catarina (UDESC), sought to understand teachers perceptions about Commercial Sexual Exploitation of Children and Adolescents in the municipality of Florianópolis. The guiding issues of this study focused on a search to unveil the reflections of this perception on pedagogical activities with victims of such violence. The work also sought to identify, based on the discourse of teachers, suggestions for confronting sexual exploitation, understanding the educator as a defender of the rights of children and adolescents, and as a citizen who transforms reality. The study first portrays the world experienced by the researcher as an educator, psychologist and employee of the Federal Public Ministry, considering that her experience is permeated by conflicts about this problem both in the educational process and in therapeutic practice. The theoretical support for the research reveals that sexual rights are human rights, and thus supported by Brazilian and international legislation. Sexual exploitation is clearly a violation of rights that requires systematic intervention to punish the violators. By means of this dissertation I intend to offer society, especially those committed to the effective protection of sexually exploited subjects, material that can assist in the reflections, debates and programs to eradicate this heinous form of obtaining pleasure and profit. Understanding the school as a special place of information and education about sexual identity that can significantly contribute to the construction of a culture of peace, five teachers were interviewed who performed various functions in public schools located in the periphery of Florianópolis. The theoretical-philosophical-methodological route to phenomenology was based principally on the works of The data collected in the interviews were analyzed according to the five steps proposed by Giorgi, enriched by the sixth step proposed by Comiotto. Based on the analysis of the interviews, three essential concepts were revealed: I A look at oneself, when meeting the other: The perception of the multiple violence that is felt; II Confronting sexual exploitation is everyone s responsibility; III- The construction of a culture of peace: suggestions for confronting the commercial sexual exploitation of children and adolescents. The work also intends to create elements that can assist in the development of public policies that provide psychological and social services to the victims of commercial sexual exploitation and that assist teachers in the prevention and confrontation of sexual exploitation
Keywords: Educação sexual
Crianças - Sexo
Adolescentes - Sexo
Crianças sexualmente molestadas
Crime sexual
Sexual Education
Commercial Sexual Exploitation
Children and Adolescents
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Educação e Cultura
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Educação e Cultura
Citation: FRANZONI, Gleidismara dos Santos Cardozo de Castro. A percepção de educadores sobre a exploração sexual. 2005. 185 f. Dissertação (Mestrado em Educação e Cultura) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2409
Issue Date: 12-Dec-2005
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File SizeFormat 
GLEIDISMARA 1.pdf115,14 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.