Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/2079
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Farmacocinética do propofol em nanoemulsão em gatos
Other Titles: Farmacocinética do propofol em nanoemulsão em gatos
metadata.dc.creator: Gehrcke, Martielo Ivan
metadata.dc.contributor.advisor1: Oleskovicz, Nilson
metadata.dc.description.resumo: Os felinos são deficientes na biotransformação do propofol e os dados em relação à farmacocinética nesta espécie são escassos. Além do mais, alterações nas formulações dos fármacos podem acarretar variações farmacocinéticas. O objetivo deste estudo foi determinar o perfil farmacocinético do propofol em gatos e comparar as formulações em emulsão lipídica e em nanoemulsão após-infusão contínua. Utilizaram-se seis gatos hígidos, castrados, com peso médio de 4,21 ± 0,81 kg, em um estudo randomizado e autocontrole. Os animais receberam 10 mg/kg de propofol à 1% em emulsão lipídica (EMU) ou em nanoemulsão (NANO) durante 30 segundos e imediatamente após, iniciou se a infusão de 0,3 mg/kg/min da mesma formulação durante 60 minutos. Após 30 dias receberam o mesmo tratamento com a formulação oposta. Amostras de 3 ml de sangue venoso foram colhidas por meio de um cateter venoso central inserido na veia jugular nos tempos 0 (basal), 2, 5, 10, 15, 30 e 60 minutos de infusão e aos 5, 10, 15, 30, 60 e 90 minutos e 2, 3, 4, 6, 10 e 24 horas após o final da infusão. As concentrações plasmáticas e um estudo de bioequivalência foram analisados em laboratório especializado levando-se em consideração os valores logarítmicos de concentração máxima (Cmáx) e área sob a curva do final da infusão à última amostra (ASC1-25). Os parâmetros farmacocinéticos de Volumes de distribuição (Vd), meias-vidas de distribuição (t1/2 α) e de eliminação (t1/2β e t1/2γ), clearances (Cl central e compartimentais) e microconstantes (k10, k12, k21, k13 e k31) foram determinados com auxilio computacional e tabelas de conversão a partir da curva de decaimento da concentração plasmática versus tempo ao final da infusão. Não houve diferença entre as formulações em relação a todos os parâmetros, entretanto não foi observada bioequivalência entre as formulações devido à ASC1- 25 estar fora dos intervalos de confiança, porém, o número de animais foi baixo para os padrões de bioequivalência. Os valores de t1/2 α, β e γ foram de 10,2±8,4 minutos e 1,34± 0,25 e 21,52±10,33 horas para a nanoemulsão e de 11,4±5,4 minutos e 1,25±0,45 e 17,92±7,83 horas para a emulsão lipídica. Os volumes de distribuição foram altos com V3 e Vdss de 18,63±10,98 e 23,23±12,30 litros/kg para a nanoemulsão e de 13,14±6,56 e 18,12±8,54 litros/kg para a emulsão lipídica. Os Cl foram baixos com um Cl central de 22,20±10,83 ml/kg/min para a nanoemulsão e de 23,42±13,50 ml/kg/min para emulsão lipídica. Conclui se que a farmacocinética do propofol em gatos após-infusão contínua difere das demais espécies caracterizando-se por uma grande distribuição tecidual e uma lenta eliminação. A formulação em nanoemulsão apresenta características farmacocinéticas semelhantes as da emulsão lipídica
Abstract: Cats are deficient in the metabolism of propofol and the data on the pharmacokinetics in this species are scarce. Besides, but changes in the formulations of drugs may cause pharmacokinetic variations. The aim this study was to determine the pharmacokinetic profile of propofol in cats and compare the lipid emulsion formulations and nanoemulsion after continuous infusion. We used six healthy cats, weight 4.21 ± 0.81 kg in a randomized and self control. The animals received 10mg/kg of propofol 1% in the lipid emulsion or nanoemulsion for 30 seconds and immediately after infusion was started 0.3 mg / kg / min of the same formulation for 60 minutes. After 30 days received the same treatment with the formulation opposite.Samples of 3 ml of venous blood were collected via a central venous catheter inserted in the jugular vein at 0 (baseline), 2, 5, 10, 15, 30 and 60 minutes of infusion and at 5, 10, 15, 30, 60 and 90 minutes and 2, 3, 4, 6, 10 and 24 hours after the end of the infusion. Plasma concentrations and a bioequivalence study in specialized laboratory were analyzed taking into account the logarithmic values of maximum concentration (Cmax) and area under the curve of the end of infusion to the last sample (AUC1-25). The pharmacokinetic parameters of volume of distribution (Vd), distribution half-lives (t1/2α) and elimination (t1/2β and t1/2γ), clearances (Cl central and compartmental) and microconstantes (k10, k12, k21, k13 and k31) were determined using computational and conversion tables from the decay curve of plasma concentration versus time at the end of the infusion. There was no difference between the formulations with respect to all parameters, however there was no bioequivalence between formulations AUC1-25 due to being outside the confidence intervals, however, the number of animals was low by the standards of bioequivalence. The values of t1/2α, β and γ were 10,2±8,4 minutes and 1.34 ± 0.25 and 21.52 ± 10.33 hours for the nanoemulsion and 11,4±5,4 minutes and 1.25 ± 0.45 and 17.92 ± 7.83 hours for the lipid emulsion. The volumes of distribution were high with V3 and Vdss of 18,63±10,98 and 23,23±12,30 liters/kg for the nanoemulsion and 13,14±6,56 and 18,12±8,54 liters/kg for lipid emulsion. The Cl were low with a Cl central to 22,20±10,83 ml/kg/min for the nanoemulsion and 23,42±13,50 ml/kg/min for lipid emulsion. Concluded that the pharmacokinetics of propofol in cats after continuous infusion differs from other species characterized by a wide tissue distribution and slow elimination. The nanoemulsion formulation has similar pharmacokinetic characteristics of the lipid emulsion
Keywords: farmacocinética
metabolização
anestesia intravenosa
felinos
propofol
pharmacokinetics
metabolization
intravenous anesthesia
felines
propofol
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Ciências Veterinárias
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciência Animal
Citation: GEHRCKE, Martielo Ivan. Farmacocinética do propofol em nanoemulsão em gatos. 2012. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/2079
Issue Date: 12-Feb-2012
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGCA12MA072.pdf429,75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.