Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1896
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação de danos causados por roedores silvestres em Pinus taeda L. como subsídio ao manejo de pragas florestais, Santa Catarina/Brasil
Other Titles: Evaluation of damage caused by wild rodents in pine (Pinus taeda L.) for the management of forest pests, Santa Catarina/Brazil
metadata.dc.creator: Picinatto Filho, Vilmar
metadata.dc.contributor.advisor1: Castilho, Pedro Volkmer de
metadata.dc.description.resumo: No Brasil os danos causados por roedores em plantios florestais são comprovados e poucos estudados. Várias empresas florestais da região sul do país alertam sobre a ampliação e intensificação dos ataques de roedores à plantios. Os ataques ocorrem em árvores de Pinus spp., a partir do 3º-4º ano de idade do plantio, nos locais onde há formação de microhabitats por ervas daninhas e em locais próximos as áreas nativas onde a intensidade do ataque é maior. As áreas nativas das fazendas estudadas passam por um processo de adequação ambiental. Estas áreas são caracterizadas pela presença de regeneração em estágio inicial, com abundância de espécies pioneiras como a Bracatinga (Mimosa scabrella Benth.) e diversas espécies de gramíneas. A baixa qualidade ambiental das áreas de preservação permanente configura locais de desequilíbrio na oferta de recursos. A presença do microhábitat no interior da floresta plantada forma, aumenta as áreas de forrageio das espécies da fauna local pelo abrigo oferecido. A soma da baixa qualidade das áreas silvestres com o aumento de áreas de forrageio causado pela presença de microhabitat no interior da floresta plantada, faz com que as espécies da fauna local sejam forçadas a usar e recursos alimentares alternativos. As árvores de Pinus taeda possuem recurso energético disponível em sua seiva elaborada. Ela é composta por aproximadamente 8,2º Brix de sólidos solúveis totais em solução (açúcares), o dobro do encontrado para a seiva de M. scabrella. A grande quantidade de açucares na seiva, sugerem o uso de P. taeda como recurso alimentar por roedores. Existem evidências de que mais de uma espécie de roedor cause os danos, pois diferentes tipos de lesões são encontrados. Estudos referente às implicações dos danos de roedores no crescimento das árvores demonstram que nos talhões avaliados existe diferença de crescimento entre árvores atacadas e não atacadas, principalmente no fator de forma e volume. A composição química da madeira também é afetada. Índices de extrativos totais e cinzas mostraram-se alterados em plantas atacadas somente na região do ataque. Estudos experimentais que testaram a redução do ataque são encontrados na literatura e aparentemente os resultados encontrados são satisfatórios, porém não operacionalizáveis em áreas de manejo para produção de celulose
Abstract: In Brazil the damage caused by rodents in forest plantations are proven but little studied. Many forestry companies in the southern region of the country warn about the expansion and intensification of rodent attacks. The attacks occur in Pinus spp. trees from 3-4 years old in places that the weeds form a microhabitat and the native locations near areas where the intensity of the attack is bigger. The native areas of the farms studied undergo a process of environmental adaptation. These areas are characterized by the presence of regeneration in early stage, with pioneer species, such as Bracatinga (Mimosa scabrella) and several species of grasses. The low environmental quality of wild areas configures a local imbalance in the supply of resources. The presence of microhabitats in the planted forest increases the foraging areas of local fauna species offered by the shelter. The sum of the low quality of wild areas with increased foraging areas caused by the presence of microhabitat in planted forest, forced the fauna species to use alternative food sources . Pinus taeda trees have energy resource available in its sap. It consists at 8.2 ° Brix total soluble solids in solution (sugars). Much more that M. scabrella sap. The large amount of sugar in the sap, suggest the use of P. taeda as a food source for rodents.There are evidences that more than one species of rodent cause damage, because different types of lesions are found. Studies of the implications of rodents damage in growth of trees, demonstrate that in the forest plantations evaluated there are difference in growth of attacked and not attacked trees, mainly in form factor and volume. The chemical composition of wood is also affected . Indices of total extractives and ash were altered in plants attacked only in the attack area. Experimental studies that tested the reduction of attack are found in literature and apparently the results are satisfactory, but not recommended for managed areas for pulp production
Keywords: ataque
árvores
crescimento
regeneração.
attack
trees
growth, regeneration
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Engenharia Florestal
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Engenharia Florestal
Citation: PICINATTO FILHO, Vilmar. Evaluation of damage caused by wild rodents in pine (Pinus taeda L.) for the management of forest pests, Santa Catarina/Brazil. 2014. 74 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1896
Issue Date: 28-Feb-2014
Appears in Collections:Mestrado em Engenharia Florestal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGEF14MA010.pdf1,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.