Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1479
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Adaptação transcultural, validação e confiabilidade da versão brasileira da Spinal Cord Independence Measure Self Reported (brSCIMSR)
Other Titles: Cross-cultural adaptation, validation and reability of the brazilian version of Spinal Cord Independence Measure Self Reported (brSCIMSR)
metadata.dc.creator: Avila, Leonardo Cesar Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: Ilha, Jocemar
metadata.dc.description.resumo: Durante o processo de reabilitação, a limitação da independência é um um importante aspecto de avaliação e tratamento multidisciplinar em pessoas com lesão medular espinal (LME). Diversos instrumentos foram desenvolvidos para avaliar o nível de independência. Entre estes, destacamos a Spinal Cord Independence Measure (SCIM), especificamente desenvolvida para avaliar pessoas com LME através da observação ou entrevista. Recentemente, uma versão de autorrelato da Spinal Cord Independence Measure Self Reported (SCIM-SR) foi desenvolvida a partir da SCIM III para facilitar, através do seu modo de aplicação, a análise do nível de independência funcional em pessoas com LME. O objetivo do estudo foi realizar a validação transcultural da SCIM-SR e analisar a sua confiabilidade. Treze indivíduos com LME foram inclusos no estudo. Foram avaliadas: a validade de concorrente, consistência interna, a confiabilidade teste reteste, o erro de medida e o efeito piso e teto. A análise da validade concorrente demonstrou uma forte correlação da versão brasileira da SCIM-SR (brSCIM-SR) com a MIF total (r=0,721; p=0,005) e MIF motora (r=0,766; p=0,005), bem como com a versão brasileira da SCIM III (r=0,946; p=0,001). Uma alta consistência interna foi encontrada (α=0,92). Considerando o escore total a brSCIM-SR apresentou uma excelente confiabilidade teste-reteste (CCI 0,99; p=0,001). O erro de medida (EM) foi de 2 pontos, e não houve efeito piso e teto. A versão brasileira de autorrelato da SCIM-SR é um instrumento válido, confiável, de baixo custo e fácil aplicabilidade sendo capaz de quantificar o nível de independência funcional das pessoas com LME. Dessa maneira pode ser uma ferramenta útil tanto para a pesquisa, quanto para a prática clínica na reabilitação dessa população.
Abstract: During the process of rehabilitation, the independence limitation is an important aspect of evaluation and multidisciplinary treatment in people with spinal cord injury (SCI). Instruments have been developed to assess the level of independence. Among these, we highlight the Spinal Cord Independence Measure (SCIM), specifically designed to evaluate people with SCI through observation or interview. Recently, a self-report version of Spinal Cord Independence Measure - Self Reported (SCIM-SR) was developed from the SCIM III to facilitate, through its mode of application, analysis of the level of functional independence in persons with SCI. The aim of the study was cross-cultural validation of SCIM-SR and analyze their reliability. Thirteen individuals with SCI were included in the study. They were evaluated: the concurrent validity, internal consistency, test-retest reliability, the measurement error and the floor and ceiling effect. The analysis of criterion validity demonstrated a strong correlation of the brazilian version of SCIM-SR (brSCIM-SR) with total FIM (r = 0.721; P = 0.005) and motor FIM (r = 0.766; P = 0.005) as well as the Brazilian version of SCIM III (r = 0.946; p = 0.001). A high internal consistency was found (α = 0.92). Considering the total score to brSCIM-SR showed excellent test-retest reliability (ICC 0.99; p = 0.001). The measurement error (EM) was 2 points, and there was no effect floor and ceiling. The Brazilian version of the self-report SCIM-SR is a valid, reliable, low cost and easy applicability being able to quantify the level of functional independence of people with SCI. This way can be a useful tool both for research and for clinical practice in there habilitation of this population.
Keywords: traumatismo da medula espinhal
atividades cotidianas
reabilitação
estudo de validação
SCIM
spinal cord injury
activities of daily living
rehabilitation
validation studies
SCIM
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Avaliação e intervenção em fisioterapia
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Fisioterapia
Citation: AVILA, Leonardo Cesar Melo. Cross-cultural adaptation, validation and reability of the brazilian version of Spinal Cord Independence Measure Self Reported (brSCIMSR). 2015. 1 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação e intervenção em fisioterapia) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1479
Issue Date: 6-Jul-2015
Appears in Collections:Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
resumo LEONARDO.pdf19,36 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.