Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1451
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Comportamento do assoalho pélvico pré e pós radioterapia em mulheres com câncer ginecológico
Other Titles: Pelvic floor behavior pre and pos radiotherapy on women with gynecologic cancer
metadata.dc.creator: Toriy, Ariana Machado
metadata.dc.contributor.advisor1: Sperandio, Fabiana Flores
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Luz, Clarissa Medeiros da
metadata.dc.description.resumo: O câncer ginecológico compreende um conjunto de neoplasias malignas do corpo e colo uterino, ovários, endométrio, vagina e/ou vulva. No Brasil, mais de 15.000 mulheres foram acometidas em 2014 por pelo menos um tipo de câncer ginecológico. Mostra-se como um grave problema de saúde pública, uma vez que, o câncer de cólo de útero está associado ao vírus Papilomavírus Humano (HPV), comum em países em desenvolvimento. Os tratamentos para o câncer ginecológico incluem a cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Uma das características preocupantes após o tratamento com radioterapia pélvica nos cânceres ginecológicos é a sua associação com os efeitos envolvendo disfunções do assoalho pélvico. Diante das possíveis repercussões no assoalho pélvico, este estudo teve como objetivo avaliar a função do assoalho pélvico e comparar o comportamento deste em mulheres com câncer ginecológico antes e após o tratamento com radioterapia em curto prazo. Para tanto, a amostra do estudo foi composta de 20 mulheres com diagnóstico de câncer ginecológico, com idade mínima de 18 anos e residentes da Grande Florianópolis. Essas passaram por dois períodos de avaliação nos músculos do assoalho pélvicos, sendo um pré radioterapia e outro após o tratamento com radioterapia. A avaliação da função muscular do assoalho pélvico foi realizada em duas etapas: a palpação digital pelo esquema PERFECT (no item força aplicou-se a Escala Oxford Modificada) e avaliação com eletromiografia de superfície. A análise dos dados foi realizada com estatística descritiva por meio de média e desvio padrão, enquanto as variáveis categóricas por meio de frequência simples e relativa. Para comparação entre os períodos pré e 12 pós radioterapia, utilizou-se o teste t pareado ou o teste de Wilcoxon, conforme a distribuição dos dados. Na eletromiografia (EMG), os sinais foram analisados utilizando-se o programa Matlab (The MathWorks®®, versão 5.3). As aquisições de repouso (atividade basal), de contração isotônica e contração isométrica foram analisados por meio do cálculo do RMS. Nesta análise foi utilizado filtro passa-banda de 20 a 450Hz. Os valores do RMS foram calculados por meio de janelas móveis de 100 ms (200 dados), movidas em 0,5 ms em cada conjunto de dados. Os resultados apontaram que a Força, a Manutenção da Contração e a Rapidez apresentaram valores inferiores após a radioterapia, sendo a Força a variável significativamente menor após o tratamento com radioterapia em curto prazo. A atividade eletromiográfica apresentou valores significativamente menores no período após radioterapia. Conclui-se que o tratamento com a radioterapia para o CA ginecológico diminui a força e a amplitude de contração muscular do assoalho pélvico nas fases iniciais após o tratamento.
Abstract: Gynecologic cancer comprises malignant neoplasms of cervical, uterine body, ovaries, endometrium, vagina and vulva. On Brazil, more than 15.000 women had at least one type of gynecologic cancer. This show a serious public health problem, once cervical cancer is associated with human papillomavirus (HPV), wich is common in developing countries. The treatments for gyencologic cancer includes surgery, chemotherapy and radiation therapy. One of most concerning caracteristics after treatment with pelvic radiation therapy on gynecologic cancer is the effects involving pelvic floor dysfunction. Foremost possible repercussion no pelvic floor, this study aimed to evaluate the pelvic floor function and compare short-term behavior in women with gynecologic cancer before and after radiation therapy. To composse this study 20 women diagnosed with gynecologic cancer between 18 and 70 years old, residente on great Florianópolis were included in this study. The evaluation was divided in two periods, first before radiation therapy and the second after the treatment. Pelvic Floor evaluation was realized in two steps: digital palpation by the PERFECT scheme (on item power was used Oxford Modified Scale) and evaluation with surface electromyography. Descriptive analysis was performed by the mean and standard deviation, while categorical variables were analyzed with simple and relative frequency. For comparison between pre and post periods was employed paired T test and Wilcoxon, according data distribuition. On electromyography, the signals were analyzed on Matlab (The MathWorks®®, version 5.3). The onset acquisition (basal 14 ac tivity), isotonic and isometric contractions were analyzed using RMS calculation. At this analysis a 20-450Hz bandpass filter was used. The RMS values were calculated by sliding window of 100 ms (200 data), moved in 0,5 ms in each data set. The results pointed that Strenght, Endurance and Rapid showed lower values after radiation therapy, in short-term Power was the sigificantly smaller variable after radiation therapy treatment. Isotonic contraction presented significantly lower values after radiation therapy period. It concludes that radiation therapy treatment for gyencologic cancer decreases power and amplitude of Pelvic Floor Muscle contraction on initial stages after treatment.
Keywords: avaliação
fisioterapia
radioterapia
câncer
assoalho pélvico
evaluation
physical therapy speciality
neoplasms
pelvic floor
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Avaliação e intervenção em fisioterapia
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Fisioterapia
Citation: TORIY, Ariana Machado. Pelvic floor behavior pre and pos radiotherapy on women with gynecologic cancer. 2014. 95 f. Dissertação (Mestrado em Avaliação e intervenção em fisioterapia) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1451
Issue Date: 10-Dec-2014
Appears in Collections:Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ariana Toriy.pdf1,21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.