Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1384
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Ácido Abscísico em Três Cultivares de Videira
Other Titles: Abscisic Acid in Three Cultivars of Grapevine
metadata.dc.creator: Lerin, Sabrina
metadata.dc.contributor.advisor1: Kretzschmar, Aike Anneliese
metadata.dc.description.resumo: As condições climáticas são muito importantes no cultivo da videira, influenciando diretamente nas fases fenológicas da planta. No Sul do Brasil, em alguns anos, tem se registrado chuvas freqüentes e em excesso no período de maturação, bem como baixa amplitude térmica, prejudicando a qualidade das uvas produzidas, as quais apresentam pouca coloração. Reguladores de crescimento têm sido utilizados em várias regiões vitícolas do mundo, a fim de superar os problemas de produção e minimizar os problemas causados por situações climáticas desfavoráveis, proporcionando uvas com maior qualidade. O ácido abscísico dentre outras funções é responsável pelo acúmulo de pigmentos, e é um destes reguladores de crescimento que vem sendo estudado e avaliado em muitas cultivares de uvas e regiões a fim de esclarecer como o ABA atua e seus efeitos na planta. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a aplicação exógena de diferentes doses de ácido abscísico nas cultivares Cabernet Sauvignon , Isabel e Rubi nos municípios de Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Vacaria e Santana do Livramento no estado do Rio Grande do Sul. Os resultados obtidos na safra de 2012/2013 comprovam que a aplicação de ácido abscísico aumenta o teor de antocianinas, polifenóis e a intensidade de cor nas cascas das uvas e também no vinho e suco produzidos
Abstract: The climate is very importante for grapevine cultivation, directly influencing the phenological stages of the plant,. In recente years, South Brazil has recorded frequente and excessive rains and low temperature range during the maturation period of the vineyards. These conditions have negatively affected the quality of the grape berries, wich have led to a lower coloration of red grapes and wine. Growth regulators have been used in various wine-growing regions of the world in order to oversome the problems of production and minimize problems caused by unfavorable weather conditions,providing higher quality grapes. The abscisic acid among other duties is responsible for the accumulation of pigments in the skin of grpae berries, and is one of geowth regulators that has been studied and reported in many cultivar of grapes and regons in order to clarify how the ABA operates and its effects on the plant. The objective of this study was to evaluate the exogenous application of diferent doses of abscisic acid Cabernet Sauvignon , Isabel and Ruby cultivars produced in Rio Grande do Sul State. The results for the 2012/2103 season show that the application of abscisic acid increases the contente of anthocyanins, total polyphenols and colour intensity in the skin of grape berries and in the wine and grape juice produced
Keywords: Vitis spp.
antocianinas
coloração
ABA
Vitis spp.
anthocyanins
coloring
ABA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Produção Vegetal
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Produção Vegetal
Citation: LERIN, Sabrina. Abscisic Acid in Three Cultivars of Grapevine. 2014. 107 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2014.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1384
Issue Date: 17-Feb-2014
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGPV14MA141.pdf949,81 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.