Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1346
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Fatores associados à manifestação do escurecimento de polpa em ameixas
Other Titles: Factors associated to the occurrence of flesh browning disorder in plums
metadata.dc.creator: Espíndola, Bruno Pansera
metadata.dc.contributor.advisor1: Steffens, Cristiano André
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desse trabalho foi identificar possíveis fatores que influenciam a ocorrência de escurecimento de polpa em ameixas Laetitia e Angeleno . Foram realizados três experimentos, sendo o objetivo do primeiro avaliar a influência do local de produção, estádios de maturação na colheita, o teor mineral dos frutos e atributos de qualidade na manifestação do distúrbio escurecimento de polpa em ameixas Laetitia . O experimento constituiu de um fatorial 2x3, sendo dois locais de produção (Vacaria-RS e Lages-SC) e três estádios de maturação (frutos com 25, 50 e 75% da epiderme coberta com a coloração vermelha). Os frutos foram armazenados por 30 dias a 0,5°C / UR 95%. O segundo experimento teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes atmosferas de armazenamento, a aplicação de 1-metilciclopropeno (1-MCP) e indução de perda de massa fresca (IPMF), na ocorrência do escurecimento de polpa, bem como se existe relação da manifestação do distúrbio com atributos minerais solúveis e de amadurecimento após o armazenamento. Os tratamentos foram atmosfera do ar (21 kPa O2 + 0,03 kPa CO2); 1 kPa O2 + 10 kPa CO2; 2 kPa O2 + 2 kPa CO2; 2 kPa O2 + 2 kPa CO2 com IPMF e 2 kPa O2 + 2 kPa CO2 com a aplicação de 1-MCP. A temperatura de armazenamento foi de 0,5°C e uma umidade relativa de 95%, exceto para IPMF, e os períodos de análise foram aos 30 e 50 dias de armazenamento, na saída da câmara e após quatro dias em condições ambiente. O terceiro experimento teve como objetivo avaliar o efeito do etileno na manifestação do escurecimento de polpa em ameixas Laetitia e em Angeleno . Os tratamentos avaliadosforam controle e aplicação de 1-MCP na dose de 1,0 μL L-1 em Laetitia e controle e aplicação de etileno na concentração de 5,0 μL L-1 para Angeleno . Frutos provenientes de Vacaria apresentaram menor incidência e severidade de escurecimento de polpa. Frutos com maturação de 75% apresentaram maior incidência e severidade de escurecimento de polpa que frutos com 25% de cor vermelha. Quanto aos teores minerais totais, Vacaria apresentou maiores conteúdos de Ca e N e maior relação Ca/N. Os tratamentos atmosfera do ar e 1 kPa O2 + 10 kPa CO2 apresentaram maior incidência e severidade de escurecimentode polpa. As taxas de produção de etileno foram superiores nos tratamentos atmosfera do ar aos 30 dias, mantendo-se a mais elevada junto ao tratamento 1 kPa O2 + 10 kPa CO2aos 50 dias. A ocorrência de escurecimento de polpa foi menor no tratamento 2 kPa O2 + 2 kPa CO2 + 1-MCP. A aplicação de 1-MCP retardou o amadurecimento e reduziu a ocorrência de escurecimento de polpa em ameixas Laetitia . O tratamento etileno exógeno acelerou o processo de amadurecimento e aumentou a ocorrência de escurecimento de polpa em ameixas Angeleno . Pode-se concluir que a manifestação do escurecimento de polpa está associada a uma combinação de fatores, sendo que o teor mineral e o processo de amadurecimento estão envolvidos na ocorrência do escurecimento de polpa e condição inadequada de armazenamento também pode estimular o distúrbio. A condição de 2 kPa O2 + 2 kPa CO2 com a aplicação de 1-MCP proporciona baixa ocorrência do distúrbio
Abstract: The aim of this study was to identify possible factors that influence the occurrence flesh browning incidence in Laetitia and Angeleno plums. Three experiments were conducted. The objective of the first experiment was to evaluate the influence of production site, maturity stages at harves, fruit mineral content and quality attributes on flesh browning incidence in Laetitia plums. The experiment followed a 2x3 factorial design, with two production sites (Vacaria-RS and Lages-SC) and 3 maturity stages (fruit with 25, 50 and 75% of epidermis surface covered with red color). Fruit were stored for 30 days 0.5˚C/95% RH. The aim of the second experiment was to evaluate the effect of different storages atmospheres, the treatment with 1-MCP and flesh mass loss induction (FMLI) on the flesh browning incidence, as well as the relationship between soluble minerals content and ripening attributes after storage with the flesh browning disorder. The treatments were air atmosphere (21 kPa 02 + 0.03 kPa CO2); 1 kPa 02 + 10 kPa CO2; 2 kPa 02 + kPa CO2; 2 kPa 02 + 2 kPa CO2 with FMLI; 2 kPa 02 + 2 kPa CO2 with 1-MCP application. The fruit were stored at 0.5˚ C and 95% RH (except for FMLI treatment), and analyzed after 30 and 50 days of storage, at removal from cold storage and after 4 days at 20˚C. The third experiment was carried out to evaluate the effect of ethylene on flesh browning disorder in Laetitia and Angeleno plums. The treatments were control and 1-MCP at the dose of 1.0 µL L-1 in laetitia , and control and ethylene application at the concentration of 5.0 µL L-1 for Angeleno . Fruit from Vacaria showed lower flesh browning incidence and severity. Fruit with 75% of skin red color had higher flesh browning incidence and severity rhan fruits with 25% of skin red color. Fruit from vacaria had higher Ca and N contents and higher Ca/N ratio. Fruit stored in air atnomphere and 1kPa 02 + 10 kPa CO2 had the highest flesh browning incidence and severity. The highest ethylene production rate were observed in fruit stored in air atmosphere for 30 days, and in fruit stored in 1 kPa 02 + 10 kPa CO2 for 50 days. The flesh browning incidence was reduced in fruit treated with 1-MCP and left in 2 kPa 02 + 2 kPa CO2. The treatment with 1-MCP delayed ripening and reduced the occurrence of flesh browning in Laetitia plums. The treatment with exogenous ethylene accelerated the ripening and increased the flesh browning incidence in Angeleno plums. In conclusion, the occurrende of flesh browning is associated with a combination of factors. Fruit mineral content, ripening process, and inadequate storage conditions are involved in the flesh browning occurrence. The storage condition with 2 kPa 02 + 2 kPa CO2 associated to fruit treatment with 1-MCP reduces the occurrence of the disorder
Keywords: Prunus salicina
degenerescência de polpa
injúria por frio
etileno
pós-colheita
Prunus salicina
flesh browning
chilling injury
ethylene
postharvest
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Produção Vegetal
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Produção Vegetal
Citation: ESPÍNDOLA, Bruno Pansera. Factors associated to the occurrence of flesh browning disorder in plums. 2012. 65 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1346
Issue Date: 4-Dec-2012
Appears in Collections:Mestrado em Produção Vegetal

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PGPV12MA113.pdf758,71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.