Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1161
metadata.dc.type: Dissertação
Title: No passo da lanterna: em busca do teatro feminista brasileiro contemporâneo
metadata.dc.creator: Silva, Rosemeire da
metadata.dc.contributor.advisor1: Miranda, Maria Brígida de
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa traz a reflexão sobre o teatro feminista brasileiro, uma prática teatral que busca diferentes formas de criação em sua estética. A poética desse fazer teatral está voltada para questões referentes à mulher na organização social, sejam elas pessoais ou de ordem social, pois ambos os tipos estão relacionados a questões políticas e sociais. Tendo como uma das características a polissemia, o teatro feminista abre diferentes possibilidades para seu processo de criação. O teatro feminista pode ser considerado um teatro político, pois trata de questões da agenda feminista, consequentemente referentes à polis, e assim constitui possível ferramenta para o desencadeamento de atitudes pedagógicas. Embora a discussão em torno da temática aqui em questão se encontre sedimentada nos Estados Unidos e Inglaterra desde os anos 1960, no Brasil ainda está em processo de difusão em âmbito acadêmico, e por isso recebe, neste trabalho, a devida atenção. Para levar a termo esta discussão tornou-se necessário compreender melhor o que é feminismo, por se tratar de um termo que apresenta certa incompletude como conceito. Assim sendo, fez-se a opção por apresentar algumas passagens históricas do movimento feminista, o que propiciou também o esclarecimento sobre as ideologias implicadas, de modo a compreender como ocorreu o desenvolvimento de suas propostas, assim como algumas das importantes transformações ocorridas na estrutura social. Para compreender o que é teatro feminista, em relação aos encaminhamentos das discussões das ativistas no teatro, à construção da imagem da mulher na sociedade, e ao encaminhamento da crítica em suas produções artísticas no que diz respeito à representatividade da mulher na cena, foi preciso realizar um levantamento sobre as teorias críticas e as práticas das experiências das estadunidenses e britânicas, que discutem questões ideológicas, estéticas e poéticas na articulação entre teatro e feminismo. O objeto de pesquisa é voltado à discussão em torno das encenações brasileiras de caráter feminista. Com relação a esse tipo de teatro, são apresentados os trabalhos de duas atrizes brasileiras: Colla e Azevedo, legitimando a presença e voz dessas atrizes, assim como dando visibilidade a suas produções artísticas. É estabelecido um diálogo com o trabalho dessas atrizes com o objetivo de articular a teoria do teatro feminista com suas práticas estéticas, poéticas e ideológicas, localizando no Brasil a discussão sobre o teatro feminista. Finalmente, são traçadas algumas perpectivas visando contribuir com o aperfeiçoamento da produção teatral brasileira, dando-lhe visibilidade e promovendo seu incremento
Abstract: This research presents a reflection of Brazilian feminist theater, a theatrical experience that seeks different forms of creation in its esthetics. The poetics involved in making this kind of theater focuses towards issues that refer to the social organization of women, be it within personal or social realms, for both these are related to political and social issues. Being that one of its characteristics is polysemy, feminist theater opens different possibilities in its creative process. Feminist theater can be considered a political theater because it deals with feminist issues, consequently dealing with the idea of polis, therefore constitutes a possible tool for triggering educational attitudes. Although the debate surrounding this theme has been sedimented in the United States and England since the 1960´s, in Brazil it is still in the process of being diffused within the academic realm, and for this reason receives due attention in this work. In order to carry forward this discussion, it became necessary to comprehend what feminism is, being that it is a term (whose concept presents itself) with certain incompleteness. Therefore, a choice was made to present historical passages of the feminist movement, which also provided insight into the implied ideologies, in order to understand the development of their proposals, as well as some of the important transformations that occurred in the social structure. To understand what feminist theater is, in relation to referrals from discussions of activists in the theater, the construction of the image of women in society, and the routing of criticism in artistic productions in respect to the representability of women in the scene, it was necessary to conduct a survey of critical theories and practices of the U.S. and British experiences, to discuss ideological, aesthetic and poetic issues within the relationship between theater and feminism. The object of this research is devoted to the discussion of the scenario of Brazilian feminist productions. In relation to this type of theater, the work of two Brazilian actresses are presented: Colla and Azevedo, legitimizing the presence and voice of these actresses, as well as giving visibility to their artistic productions. A dialogue is established with the work of these actresses in order to articulate the theory of feminist theater, with its aesthetic, poetic and ideological practices, bringing to Brazil the discussion of feminist theater. Finally, some perspectives are drawn to contribute to the improvement of Brazilian theater production, giving it visibility and promoting its growth
Keywords: Teatro feminista
Atriz
Mulher
Teatro político
Teatro contemporâneo
Feminist theater
Actress
Women
Political theater
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::TEATRO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade do Estado de Santa Catarina
metadata.dc.publisher.initials: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Teatro
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Teatro
Citation: SILVA, Rosemeire da. No passo da lanterna: em busca do teatro feminista brasileiro contemporâneo. 2012. 167 f. Dissertação (Mestrado em Teatro) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianopolis, 2012.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1161
Issue Date: 25-May-2012
Appears in Collections:Mestrado em Teatro

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSI.pdf1,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.