Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/tede/tede/1054
Tipo: Dissertação
Título: Idosos de ILPIs : análise da capacidade funcional e aptidão funcional
Título(s) alternativo(s): Elderly from Ilpis: analysis of function capacity and function fitness
Autor(es): Silva, Aline Huber da
Primeiro Orientador: Mazo, Giovana Zarpellon
Resumo: Esta dissertação teve como objetivo verificar a relação entre a capacidade funcional e a aptidão funcional de idosos institucionalizados. Trata-se de um dos objetivos específicos da pesquisa nacional, intitulado Instituições de Longa Permanência para Idosos de baixa renda: proposta de modelo básico de assistência multidimensional , cujo objetivo é construir uma proposta de modelo de atendimento multidimensional para as ILPIs e promover intercâmbio interinstitucional em diferentes regiões do país (Florianópolis/SC, Ribeirão Preto/SP, Porto Alegre/RS, Jequié/BA, Passo Fundo/RS, Rio Grande/RS). O estudo caracterizou-se como sendo transversal do tipo descritivo. A população foi composta por 377 idosos de 6 ILPIs, uma em cada cidade de realização da pesquisa, a amostra foi obtida de forma nãoprobabilística, intencional e por voluntariado, composta por 92 idosos (39 homens e 53 mulheres), residentes nas instituições, tendo como critérios de exclusão: ser cadeirante, acamado e/ou possuir grau de dependência III. Foram usados como instrumentos de coleta de dados: ficha de identificação da instituição, ficha de identificação do idoso, bateria de testes da American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance (AAHPERD) e, a Escala de Katz. A bateria da AAHPERD sofreu algumas adaptações a partir do estudo piloto, sendo a principal delas, a troca do teste de meia-milha para avaliar a resistência aeróbia geral pelo Teste de Caminhada de 6 minutos. Os dados foram analisados através da estatística descritiva, teste de normalidade, cálculo de escores percentis, análise de variância ANOVA, teste de Kruskal Wallis, teste U de Mann-Whitney e teste de correlação de Spearman. Os idosos apresentaram média de idade de 78,78 anos e tempo médio de institucionalização de 7 anos, na sua maioria eram solteiros (56,5%), com baixa escolaridade (80,5%) e, nenhum praticava exercícios físicos. As doenças mais prevalentes foram as do aparelho circulatório (66,3%). A única variável que apresentou diferença estatisticamente significativa entre os âmbitos regionais nordeste, sudeste e sul, foi a escolaridade (p<0,001). Com relação a aptidão funcional, a maioria dos idosos foi classificada com Índice de Aptidão Funcional Geral (IAFG) entre regular e bom (66,9%). Entre os âmbitos regionais houveram diferenças somente para as aptidões agilidade e equilíbrio dinâmico (p=0,015) e resistência aeróbia (p=0,003). O IAFG não apresentou diferença estatisticamente significativa entre os âmbitos regionais (p&#61504;0,5). Quanto à capacidade funcional, a maioria dos avaliados foi classificada como independente (71,7%) e, não houve diferença com relação à dependência entre os âmbitos regionais (p&#61504;0,7). Foi encontrada uma associação negativa moderada entre a capacidade funcional e a aptidão funcional no âmbito nacional (&#961;=-0,4; p=0,001) e em todos os âmbitos regionais, com exceção do sudeste. Também se encontrou associação entre a aptidão funcional e a idade (&#961;=-0,2; p=0,036). Na rotina das ILPIs não há nenhuma restrição com relação ao idoso independente realizar suas AVDs. O quadro de funcionários especializados é escasso. E, nenhuma das instituições proporciona algum tipo de programa de exercícios físicos para seus residentes. Concluiu-se que, é possível avaliar componentes da aptidão funcional a fim de verificar os deficitários para trabalhá-los e proporcionar melhora na capacidade funcional; que são necessárias estratégias para suprir a deficiência no quadro de profissionais das ILPIs e; é preciso implementar programas de exercícios físicos nas ILPIs para proporcionar um envelhecimento mais saudável possível para os idosos institucionalizados.
Abstract: This dissertation aimed to investigate the relationship between functional capacity and functional fitness of institutionalized elderly. It is one of the national survey specific objectives, called "Long-stay institutions for low-income elderly: proposed multidimensional model of basic assistance," whose goal is to build a proposal for a multidimensional care model concerning ILPIs and to promote interinstitutional in different regions of the country (Florianópolis/SC, Ribeirão Preto/SP, Porto Alegre/RS, Jequié/BA, Passo Fundo/RS, Rio Grande/RS). The study was characterized as a descriptive transversal. The population was composed of 377 elderly from 6 ILPIs, one in each city studied, the sample was obtained in a non-probabilistic, intentional and voluntary, from a sample of 92 elderly subjects (39 men and 53 women), living in institutions, the exclusion criteria were: wheelchair user, bedridden and / or have dependency degree level III. Data were collected by using instruments that included: institution identification sheet, elderly identification sheet, the American Alliance for Health, Physical Education, Recreation and Dance battery test (AAHPERD) and the Katz scale. It had been realized some adaptations in the AAHPERD battery from the pilot study, the main one, is exchange the half-mile test by 6 minutes Walking Test to evaluate aerobic endurance. Data were analyzed using descriptive statistics, normality test, percentile scores calculation, variance analysis - ANOVA, Kruskal Wallis test, Mann-Whitney U test and Spearman's correlation tests. The elderly average age was 78,78 years and had been stayed in the nursing home for an average of 7 years, the majority were single (56,5%), with low scholarity level (80,5%) and there were no elderly that practice exercises in the nursing home. Diseases of the circulatory system were the most prevalent (66,3%). The scholarity level (p<0,001) was the only variable that showed statistically significant difference between the northeast, southeast and south regional areas. In relationship to the functional fitness, the elderly majority were classified as general function fitness index (GFFI) between regular and good (66,9%). Among the regional areas there were differences only for the agility and dynamic balance (p=0015) and aerobic endurance (p=0,003). The GFFI showed no statistically significant difference between the regional areas (p&#61504;0,5). Concerning functional capacity, most of the elderly were classified as independent (71,7%) and there was no difference in dependency between the regional areas (p&#61504;0,7). There was a moderate negative association between functional capacity and functional fitness at the national level (&#961;=-0,4, p=0,001) and in all regional areas, except the southeast. It was observed an association between functional fitness and age (&#961;=- 0,2, p=0,036). In the ILPIS routine there were no restrictions to independently elderly to carry out the ADLs. The specialized framework is scarce. None institutions provide exercise program for the residents. It was concluded that it is possible to evaluate functional fitness components in order to verify the decline function in elderly and provide improvements, whereas strategies are required to supply the professional framework deficiency in nursing homes and, we must implement physical exercise on ILPIs to provide a healthy elderly to the residents.
Palavras-chave: instituições de longa permanência para idosos
idoso com deficiência funcional
aptidão física
assistência à velhice
homes for the aged
frail elderly
physical fitness
old age assistance
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da Instituição: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Ciência do Movimento Humano
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: SILVA, Aline Huber da. Elderly from Ilpis: analysis of function capacity and function fitness. 2009. 128 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1054
Data do documento: 20-Mar-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Aline Silva.pdf961,46 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.