Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/951
Tipo do documento: Dissertação
Título: Caracterização da resistência fenotípica e molecular à penicilina e tetraciclina em amostras de Staphylococcus aureus isoladas de mastite bovina
Título(s) alternativo(s): Phenotypic and molecular resistance characterization to penicillin and tetracyclin in Staphylococcus aureus sample isolated from bovine mastits
Autor: Martini, Caroline Lopes 
Primeiro orientador: Vaz, Eliana Knackfuss
Resumo: Staphylococcus aureus é o principal agente causador de mastite bovina, principal doença que acomete bovinos leiteiros. O uso de antimicrobianos é de grande relevância para o controle dos casos de mastite nas propriedades, e os antimicrobianos betalactâmicos (principalmente penicilina) e tetraciclina são comumente usados em saúde animal e humana. Dessa forma, o estudo da resistência a esses princípios ativos é de grande importância. Neste trabalho, para caracterizar a resistência à ampicilina, penicilina e tetraciclina foram selecionadas através do teste de disco-difusão 90 amostras de S. aureus isoladas de mastite subclínica resistentes à penicilina ou/e ampicilina ou/e tetraciclina. A caracterização fenotípica aos três antimicrobianos foi determinada pela concentração inibitória mínima - método de E-TEST® - e produção de betalactamase através de discos de cefinase. Foram pesquisadas em todas as amostras cinco genes de resistência, blaZ, tet(K), tet(L), tet(M) e tet(O). Os produtos de PCR foram sequenciados para confirmação dos resultados. Foi observada a resistência em 71 %, 77 % e 72 % das amostras à ampicilina, penicilina e tetraciclina, respectivamente. A MIC90 dos três antimicrobianos foram 2 μg/mL (ampicilina), 1 μg/mL (penicilina), 64 μg/mL (tetraciclina). Foram identificadas 86 % de amostras produtoras de betalactamase. Do total, 97 % amplificaram blaZ, 84 % tet(K), 9 % tet(L), 2 % tet(M), 1 % tet(O). Quatro amostras apresentaram conjuntamente tet(K) e tet(L), uma amostra apresentou tet(K), tet(M) e tet(O) e 80 amostras apresentaram blaZ juntamente com pelo menos um dos genes tet estudados. Os resultados da CIM apontam para um alto índice de resistência dos isolados de S. aureus para os três antimicrobianos e altos valores de CIM50 e CIM90. Os genes blaZ e tet(K) encontram-se amplamente disseminados nos rebanhos estudados. Mais estudos sobre o caráter fenotípico e molecular da resistência aos antimicrobianos em S. aureus devem ser realizados para estabelecer medidas de controle e terapêuticas adequadas
Abstract: Staphylococcus aureus is the major causative agent of bovine mastitis, the main disease affecting dairy cattle. The use of antibiotics is highly relevant for the control of mastitis cases in the properties, and the beta-lactam antibiotics (especially penicillin) and tetracycline are commonly used in animal and human health. Therefore, study of resistance is very important. For this test were selected 90 S. aureus isolated from subclinical mastitis to the characterization of ampicillin, penicillin and tetracycline through the disk diffusion test. Phenotypic characterization of the three antibiotics was determined by the minimum inhibitory concentration using the E-Test® and production of beta-lactamase by cefinase discs. Five resistance genes, blaZ, tet(K), tet(L), tet(M), tet(O) were investigated in all samples. PCR products were sequenced to confirm the results. The resistance was observed in 71%, 77% and 72% of the samples to ampicillin, penicillin and tetracycline, respectively. The MIC90 of the three antibiotics were 2 μg/mL (ampicillin), 1 μg/mL (penicillin), 64 μg/mL (tetracycline). Eighty six percent of beta-lactamase producing samples were identified. Of the 90 samples investigated, 97% amplified blaZ, 84% tet(K), 9% tet(L) and 2% tet(O) 1% tet(M). Four samples showed together tet(L) and tet(K), one sample showed tet(K), tet(M) and tet(O) and 80 samples showed blaZ together with at least one tet gene. The results suggest high resistance rate for the three antimicrobials in the S. aureus samples and high values of MIC50 and MIC90. The blaZ and tet(K) genes investigated were widespread in the herds studied. More studies about phenotypic and molecular character of antimicrobial resistance in S. aureus should be done to provide appropriated control and therapeutic measures
Palavras-chave: antimicrobianos
genes de resistência
CIM
antimicrobials
resistance genes
MIC
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::MEDICINA VETERINARIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciências Veterinárias
Programa: Mestrado em Ciência Animal
Citação: MARTINI, Caroline Lopes. Phenotypic and molecular resistance characterization to penicillin and tetracyclin in Staphylococcus aureus sample isolated from bovine mastits. 2015. 92 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/951
Data de defesa: 13-Jul-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciência Animal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGCA15MA176.pdf1,03 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.