Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/tede/handle/904
Tipo: Dissertação
Título: Lesões dermatológicas em triatletas de longa duração (ironman)
Título(s) alternativo(s): Dermatological lesions on long-term triathletes
Autor(es): Rio, Camila Lazaro
Primeiro Orientador: Rosa Neto, Francisco
Resumo: Este estudo tem como propósito Identificar as principais lesões dermatológicas em triatletas de longa duração (IRONMAN) que participaram da prova em maio de 2012. Trata-se de uma pesquisa que apresenta características descritiva e exploratória com uma população de 2000, a amostra foi composta pelos atletas que foram atendidos nas tendas de Fisioterapia, montadas no dia da prova, composta pelos 100 primeiros atendimentos pela pesquisadora, equivalente a 14%. Em geral, Aproximadamente 40% dos atletas que completam a prova são atendidos pela equipe de Fisioterapia; 20% dos atletas que terminam a prova são atendidos pela equipe Médica; 5 a 7% acabam não concluindo a prova. Circularam pela tenda de Fisioterapia aproximadamente de 800 atletas; 350 atletas na área médica; e 150 atletas que não completaram a prova. De acordo com os atendimentos, 85 atletas eram do sexo masculino e 15 do sexo feminino; 20 atletas ocuparam classificações entre os 50 primeiros lugares no geral; 9 ficaram entre 51 a 100; 15 atletas entre 101 a 200; 56 atletas de 201 a 800. 81% dos atletas confirmaram o uso de protetor solar antes dos treinamentos, mas sem reposição quando os treinos eram longos. 59% apresentaram manchas na pele. Nas lesões do pé a frequência foi: calosidade 32%, unhas 60%, bolhas 90%. Considerando a exposição dos atletas as diversidades dos agentes físicos (radiações solares, umidade, temperatura, ar); agentes mecânicos (bicicleta, roupa, calçado, capacete, etc.); tempo de treinamento (20 a 30 horas semanais); e outros agentes, atletas do triatlo de longa duração devem realizar visitas periódicas ao dermatologista e assim seguir as orientações para não agravar as lesões que estarão vulneráveis durante os treinamentos.
Abstract: This study aims to identify the main dermatological lesions on long-term triathletes (Ironman) who participated in the race in May 2012. This is a descriptive and exploratory research with a population of 2,000, the sample composed of athletes who were seen at the Physiotherapy tents, put together on the race day, composed of the first 100 attendance by the researcher, equivalent to 14%. In general, approximately 40% of the athletes who complete the race are seen by a Physiotherapy team, 20% of athletes who finish the race are seen by the medical staff; 5-7% end up not finishing the race. Approximately 800 athletes circulated by the Physiotherapy tent, 350 athletes in the medical field, and 150 athletes did not finish the race. According to the attendance, 85 athletes were male and 15 female, 20 athletes occupied ratings among the top 50 overall, 9 were between 51-100, 15 athletes between 101-200; 56 athletes 201-800 . 81% of athletes had confirmed the use of sunscreen before the training, but without replacement when the trainings were long. 59% had spots on the skin. In foot injuries the frequency was: callosities 32%, nails 60%, bubbles 90%. Considering the exposure of the athletes to the diversity of physical agents (solar radiation, humidity, temperature, air); mechanical agents (bicycle, clothes, shoes, helmet, etc..); Training time (20-30 hours per week), and other agents, triathlon athletes of long term should conduct periodic visits to the dermatologist and so follow the guidelines to not aggravate the lesions that will be vulnerable during training.
Palavras-chave: lesões dermatológicas
triatlo de longa distância
dermatological lesions
long distance triathlon
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Editor: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da Instituição: UDESC
metadata.dc.publisher.department: Ciência do Movimento Humano
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: RIO, Camila Lazaro. Dermatological lesions on long-term triathletes. 2013. 59 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/904
Data do documento: 24-Jul-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Camila Rio.pdf2,46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.