Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/74
Tipo do documento: Dissertação
Título: Desenvolvimento moral nas organizações : um estudo na Associação de Alcoólicos Anônimos
Título(s) alternativo(s): Moral development in organization: a study in alcoholics anonymous association
Autor: Costa, Ana Ester da 
Primeiro orientador: Serafim, Maurício C.
Resumo: Evidências indicam que o processo de recuperação de Alcoólicos Anônimos (A.A.) estimula uma mudança de comportamento social de seus membros. Essa mudança passa pela adaptação nas redes sociais dos participantes, seja família, amigos ou relacionamentos profissionais, bem como, na manutenção dos valores adquiridos pelos membros e efetiva manutenção da abstinência alcoólica (KELLY, et al, 2012; STEPHEN, 2012; TONIGAN, SAMARA, 2010). Assim, foi imprescindível compreender quais os mecanismos utilizados pelo A. A que efetivamente conferem esse benefício. A abordagem escolhida foi a Teoria do Desenvolvimento Moral de Lawrence Kohlberg (1992), pois, se trata de um estudo sobre condutas morais, sendo uma contribuição importante para entender por quais processos mentais uma pessoa torna legítimos princípios, regras e valores morais. A pesquisa foi desenvolvida em um Grupo de A.A., cujo método utilizado foi o estudo de caso e o foco foi o ambiente organizacional, com o objetivo de conhecer as perspectivas de desenvolvimento moral oferecidos pela associação aos seus membros a partir das suas práticas organizacionais (SERVA, 1993) e interações sociais. A investigação é de natureza qualitativa exploratória e descritiva, em que busca esse conhecimento através de observações, entrevistas, normas, princípios e valores da associação. A análise dos dados apontam para a presença de elementos importantes no ambiente como uma atmosfera moral pautada na igualdade dos membros, igual distribuição de vantagens, privilégios e oportunidades, direitos e deveres; o ambiente oferece ainda, possibilidades de tomada de perspectiva social através das práticas dos depoimentos, discussões em decisões coletivas, da identificação entre os membros, entre outras; e por fim, os conflitos morais que se constituem na exposição à ações morais que os depoimentos proporcionam e a utilização intensa de literatura. Foram identificados no ambiente de A.A. os elementos constitutivos da Teoria de Lawrence Kohlberg relativos às perspectivas de desenvolvimento moral no ambiente da associação. Aplicou-se, também, um teste de avaliação do nível de desenvolvimento moral em 13 membros do grupo, utilizando-se o teste DIT 2, já validado e traduzido para o português. Encontrou-se evidência de que o ambiente investigado estimula o desenvolvimento moral. No entanto, a previsibilidade de que um maior nível de escolaridade acarretaria, também, um significativo avanço no desenvolvimento moral, não foi confirmado, já que, o melhor índice no teste foi alcançado por um membro com o nível fundamental de ensino. Outra evidência é a importância do trabalho voluntário para o avanço do desenvolvimento moral dos membros de Alcoólicos Anônimos.
Palavras-chave: Alcoólatras
Alcoolismo - Tratamento
Desenvolvimento moral
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Administração
Programa: Mestrado em Administração - Acadêmico
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/74
Data de defesa: 16-Dez-2015
Aparece nas coleções:Mestrado Acadêmico - Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
125821.pdf655,66 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.