Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/683
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ensino e aprendizagem em artes visuais: adultos com síndrome de Down em interação
Título(s) alternativo(s): Teaching and learning in the visual arts: adults with Down syndrome in interaction
Autor: Anastasiou, Helene Paraskevi
Primeiro orientador: Freitas, Neli Klix
Resumo: Esta pesquisa objetiva realizar atividades de ensino e aprendizagem de Artes Visuais com pessoas adultas que tem síndrome de Down em ambiente não formal de ensino. Busca apontar e investigar formas de mediação necessárias e possíveis no ensino da arte para estes sujeitos, a importância das interações grupais na aprendizagem, as expectativas institucionais e o envolvimento familiar neste processo.Para isso realizou-se esta pesquisa com sete participantes adultos com síndrome de Down, com idades entre 16 e 29 anos, que freqüentam a ONG Amigo Down, em Santa Catarina. A pesquisa envolveu aulas semanais, tendo sido realizados um total de vinte e cinco encontros até dezembro de 2011, nos quais foram abordados conceitos, linguagens e atividades de Artes Visuais. Como procedimento metodológico escolheu-se a pesquisa-ação, considerando que esta metodologia tem a função de diagnosticar uma situação e iniciar uma ação que consiste em acompanhar, observar e conferir sentido, buscando soluções para os possíveis problemas, sendo que os participantes são vistos como seres sociais e históricos, inseridos em contextos sociais, com seu percurso de vida. O recolhimento dos dados, iniciado em Março de 2011, foi registrado em vídeo, seguindo-se os preceitos éticos. Ao filmar as aulas, se obteve um vasto material que foi revisado e analisado, possibilitando a verificação de verbalizações e de atividades realizadas, bem como questões específicas da aprendizagem dos participantes. Os dados foram agrupados em quatro eixos, observando-se a ordem cronológica das atividades realizadas: desenho e contação de história, tópicos sobre arte, colagem e pintura, filmagem e fotografia.Os dados foram analisados observando-se características do método da Análise de Conteúdo, segundo Bardin (1977). Foi realizada a categorização com procedimentos a priori, tendo sido delimitadas duas categorias: aprendizagens significativas e interações grupais, cada uma com quatro subcategorias. Constatou-se que, no início das atividades houve maior incidência da categoria aprendizagens significativas, revelando movimentos individuais em direção à aprendizagem. No decorrer das atividades, houve maior incidência da categoria interações grupais, denotando a construção grupal de novos conhecimentos. Entretanto, no final das atividades verificou-se uma volta da incidência da categoria aprendizagens significativas revelando que, durante o processo, houve aprendizagem individual e grupal. Os resultados permitem identificar características de aprendizagem dos participantes, a importância das interações grupais e a investigação de formas de mediação possíveis nas ações educativas ao longo dos encontros, dentre outros tópicos relacionados com o papel do mediador, com a dinâmica da inclusão e da exclusão, ressaltando a importância de novas investigações sobre ensino e aprendizagem de pessoas com Síndrome de Down
Palavras-chave: Ensino de arte
Aprendizagem
Síndrome de Down
Arte estudo e ensino
Art teaching
Learning
Down Syndrome
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Artes Visuais
Programa: Mestrado em Artes Visuais
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/683
Data de defesa: 10-Out-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Artes Visuais

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Helene.pdf208,67 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.