Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/677
Tipo do documento: Dissertação
Título: Museus virtuais e a formação de professores de artes visuais no contexto da lei 10.639/2003
Título(s) alternativo(s): Virtual museums and visual arts teacher training in the context of the Law 10.639/2003
Autor: Bellé, Larissa Antonia
Primeiro orientador: Silva, Maria Cristina da Rosa Fonseca da
Resumo: Esta dissertação tem como objetivo analisar quatro museus virtuais com conteúdos de arte afro-brasileira e/ou africana, bem como as propostas educativas desenvolvidas por essas instituições nos seus respectivos sites, como possibilidades para a contribuição na formação dos professores de Artes Visuais. Pretende-se que este estudo colabore para a implementação da Lei 10.639/2003, sob uma perspectiva fundamentada no multiculturalismo crítico. A formação de professores é um tema que ganha espaço no campo da educação como forma de reflexão sobre o protagonismo deste profissional da educação na busca por um ensino de qualidade. A web torna-se um instrumento potencializador na formação de professores de Artes Visuais, para o desenvolvimento de aptidões diante das tecnologias contemporâneas que a escola e o mundo atual necessitam. A perspectiva multicultural crítica preconiza a valorização de todas as culturas, respeita a diferença e busca a inclusão social, política e cultural de todos os grupos humanos nos diversos espaços sociais com igualdade de direitos e de oportunidades. Com o multiculturalismo crítico permeando as ações pedagógicas, a escola figura como importante espaço social, legitimador de padrões e posturas, assim como pode enaltecer os grupos minoritários que passam por situações de discriminação e intolerância. Assim sendo, os museus virtuais com conteúdos de arte afro-brasileira e/ou africana tornam-se fontes eficazes para que o professor amplie o repertório teórico na sua formação inicial e/ou continuada, a fim de corrigir injustiças praticadas aos afro-brasileiros. Realizamos um recorte a partir da observação de sites que trabalham com o tema da arte afro-brasileira e/ou africana e colhemos uma amostra de quatro sites como objeto, problematizando-os frente a um instrumento criado a partir da sistematização de alguns estudos que analisam sites educativos, como um estudo piloto descrito por Bellé e Fonseca da Silva (2010) e também um estudo elaborado por Portella (2003). Outros estudos na área de sites de museu, igualmente colaboraram na pesquisa como Yamamoto (2001), Miranda (2001) e Rico et al (2009). A amostra, a coleta e a análise dos dados basearam-se numa abordagem qualitativa, empírica, descritiva e analítica. Os quatro sites escolhidos representam quatro instituições culturais com sede física, todas brasileiras e que disseminam conteúdos na perspectiva da Lei 10.639/2003, que procuram resgatar a história e a memória dos afro-brasileiros no Brasil, em consonância com a África e com as práticas culturais brasileiras. Na classificação dos museus virtuais, utilizada neste trabalho, constatamos que o Brasil não possui museu virtual de arte afro-brasileira e africana com todos os recursos hipermidiáticos que poderia oferecer. Como resultado, pudemos observar que os sites utilizam poucas possibilidades que a web pode proporcionar ao usuário, como maior armazenamento de acervo e conteúdos, maior interatividade e participação do usuário nos processos de criação dos sites, mas trazem fontes teóricas e conceituais, bem como práticas ocorridas em suas instituições físicas que podem dar subsídios de qualidade na formação dos professores de Artes Visuais no tocante à Lei 10.639/2003
Abstract: The objective of this dissertation is to analyze four virtual museums containing African and/or Afro-Brazilian art, as well as the educational proposals developed by those institutions in the websites available on the Internet, being considered as possibilities to the contribution for the Visual Arts teacher training. In this sense, the intention of this study is to cooperate with the implementation of the Law 10.639/2003, under a perspective based on critical-multiculturalism. Teachers training is a theme that is gaining ground in the educational area as a way of reflecting on the role of the teacher facing the search for a good quality education. The Internet then becomes a potentiating tool in the Visual Arts teacher training, for the development of skills before contemporary technologies that the school and today s world need. The critical-multicultural perspective advocates that the valorization of all cultures respects the differences and seeks for social, political and cultural inclusion of all human groups, in different social spaces, with equal rights and opportunities. With the critical-multiculturalism permeating the pedagogical actions, the school portrays as an important social space, legitimating patterns and postures, as well as praising the minority groups that pass through discrimination and intolerance situations. Therefore, the virtual museums containing African and/or Afro-Brazilian art become efficient sources in order for the teachers to broaden out their theoretical repertoire in their initial and/or continued training, so that they can correct the injustices against the Afro-Brazilians. We performed an excerpt from the observation of websites that work with the African and/or Afro-Brazilian art theme and we picked up a sample from four websites as objects, questioning them in relation to the instrument created from the systematization of some studies that analyze educational websites, such as a pilot study described by Bellé and Fonseca da Silva (2010), as well as a study elaborated by Portella (2003). Other studies in the area of museum websites also cooperated with the study, such as Yamamoto (2001), Miranda (2001) and Rico et al (2009). The sample, the data collection, and the data analysis were based on a qualitative, empirical, descriptive and analytical approach. The four websites chosen represent four cultural institutions with physical office, they were all Brazilian and disseminate contents on the perspective of the Law 10.639/2003, which tries to rescue the history and the memory of Afro-Brazilians in Brazil, in line with Africa and with Brazilian cultural practices. Concerning the classification of the virtual museums used in this study, we verified that Brazil does not have African and Afro-Brazilian virtual museums containing all the hypermedia resources they could offer. As a result, we could observe that the websites make use of few possibilities that the Internet can provide to the user, such as greater storage of collections and contents, and greater interactivity and participation of the user in the processes of websites creation, nevertheless, they bring theoretical and conceptual sources, as well as practices that occurred in their physical institutions that can give quality subsidies in the Visual Arts teacher training regarding the Law 10.639/2003
Palavras-chave: Museus virtuais
Formação de professores de artes visuais
Arte africana e afro-brasileira
Lei 10.639/2003, Artes visuais estudo e ensino
Virtual museums
Visual arts teacher training
African and afro-brazilian art
Law 10.639/2003
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Artes Visuais
Programa: Mestrado em Artes Visuais
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/677
Data de defesa: 11-Set-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Artes Visuais

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Larissa.pdf2,45 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.