Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/645
Tipo do documento: Tese
Título: Associação entre a pressão arterial ambulatorial, eHSP70, estado redox e nível de atividade física em hipertensos
Título(s) alternativo(s): Association between ambulatory blood pressure, eHSP70, redox status and level of physical activity in hypertensive
Autor: Santos, Rafaella Zulianello dos 
Primeiro orientador: Benetti, Magnus
Resumo: Proteínas de choque térmico de 72kDa são sintetizadas em nossas células e são exportadas para a corrente sanguínea (eHSP72) diante de situações como estresse oxidativo alterado e doenças cardiovasculares. Além disso, tanto os níveis de eHSP72 como a função endotelial prejudicada têm sido associados ao pior prognostico cardiovascular, incluindo aumento de mortalidade. No entanto, pouco se sabe sobre a associação destas variáveis com a pressão arterial de 24h em hipertensos. O objetivo deste estudo foi investigar a associação entre a pressão arterial de 24h e os níveis de eHSP72 plasmático, parâmetros de estresse oxidativo, função endotelial, composição corporal e o nível de atividade física em hipertensos. Métodos: Este é um estudo transversal no qual foram avaliados 140 hipertensos (idade 61±11,1 anos) tratados e acompanhados por uma Unidade básica de Saúde. Foram analisados: pressão arterial de 24h por monitorização ambulatorial (MAPA), nível de atividade física habitual por pedômetro e função endotelial por pletismografia. No plasma foram avaliadas as concentrações de eHSP72 (por ELISA), a atividade de enzimas antioxidantes catalase (CAT) e superóxido dismutase (SOD) e os níveis de lipoperoxidação (TBARS). Resultados: Os hipertensos foram classificados como pouco ativos (8089,7±4287,9 passos/dia). A regressão logística binária apresentou que aqueles com sobrepeso e obesidade têm mais chances de ter pressão arterial sistólica (PAS) da vigília aumentada em relação aos eutróficos. A mesma análise mostrou ainda que o aumento da capacidade vasodilatadora por hiperemia reativa (1 ml/100ml de tecido/min) reduz as chances de ter a PAS da vigília alterada. Outro achado de destaque e também inovador foi que hipertensos com eHSP72 detectável apresentaram mais chances de ter o descenso noturno sistólico presente. Não houve associação entre as variáveis da pressão arterial de 24h e as variáveis de estresse oxidativo. Conclusão: Indicadores antropométricos alterados se associam com a PAS da vigília descontrolada, o que pode ser um indicativo de sobrecarga cardiovascular. A queda da pressão arterial no período do sono está associada com a expressão de eHSP72, indicativo de que esta proteína pode estar envolvida como protetora na modulação da função vascular.
Abstract: The 72kDa heat shock proteins are synthesized in our cells and are exported to the blood (eHSP72) in situations changed as oxidative stress and cardiovascular disease. However, both eHSP72 levels as impaired endothelial function has been associated with worse cardiovascular prognosis, including increased mortality. However, little is known about the association of these variables with 24h blood pressure in hypertensive. The aim of this study was to investigate the association between 24h blood pressure and levels of plasma eHSP72, oxidative stress parameters, endotelial function, body composition and physical activity in hypertensive patients. Methods: This is a cross-sectional study which evaluated 140 hypertensive patients (age 61 } 11.1 years) treated and followed by a Basic Health Unit. Were analyzed: 24h blood pressure, level of physical activity, usual by pedometer and endothelial function by plethysmography. In plasma concentrations were evaluated eHSP72 (by ELISA), the activity of the antioxidant enzymes catalase (CAT) and superoxide dismutase (SOD) and lipid peroxidation levels (TBARS). Results: Hypertensive patients were classified as insufficiently active (8089.7 } 4287.9 steps/day). A binary logistic regression showed that those with overweight and obesity are more likely to have daytime systolic blood pressure (SBP) increased wakefulness compared to eutrophic. The same analysis also showed that the increase in vasodilatory capacity by reactive hyperemia (1ml/100ml tissue /min) reduces the chances of having daytime SBP change. Another important finding was that hypertensive patients with detectable eHSP72 were more likely to have nocturnal dipping present. There was no association between the variables of 24h blood pressure and the variables of oxidative stress. Conclusion: altered anthropometric indicators are associated with the daytime SBP uncontrolled, which may be indicative of cardiovascular overload. The night-time fall of blood pressure during sleep is associated with the expression of eHSP72, indicating that this protein may be associated in the modulation of a protective vascular function.
Palavras-chave: hipertensão
monitorização ambulatorial da pressão arterial
atividade motora
proteínas de choque térmico 70
endotélio
hypertension
ambulatory blood pressure monitoring
motor activity
heat shock protein 70
endothelium
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Doutorado em Ciências do Movimento Humano
Citação: SANTOS, Rafaella Zulianello dos. Association between ambulatory blood pressure, eHSP70, redox status and level of physical activity in hypertensive. 2015. 251 f. Tese (Doutorado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/645
Data de defesa: 29-Jul-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Rafaella Santos.pdf19,4 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.