Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/638
Tipo do documento: Tese
Título: Aspectos da validade de conteúdo e construto de tarefas motoras
Título(s) alternativo(s): Aspects of the content and construct validity of motor tasks
Autor: Santos, João Otacilio Libardoni dos 
Primeiro orientador: Cardoso, Fernando Luiz
Resumo: O objetivo da pesquisa foi analisar a validade de conteúdo e construto de tarefas motoras propostas por instrumentos de avaliação utilizados para discriminar o desempenho motor. Para contemplar os objetivos em termos teóricos participaram nove autoridades acadêmicas na área do desenvolvimento motor e avaliação motora. Para contemplar os objetivos em termos empíricos participaram 350 indivíduos, idades entre oito e dez anos, de ambos os sexos, regularmente matriculados em escolas na cidade de Manaus. As variáveis selecionadas para a pesquisa foram: dimensionalidade conceitual das tarefas motoras, organização interna das tarefas motoras, sexo, idade e desempenho motor nas tarefas motoras. Para determinar as dimensões conceituais das tarefas foi utilizado um questionário construído pelos próprios autores desta pesquisa (Apêndice 3). Para o estudo da organização interna da tarefa foram utilizados critérios descritos na literatura e ainda critérios adaptados pelos autores desta pesquisa definidos com base em conceitos já determinados. Para determinar o desempenho motor nas tarefas foram aplicadas 27 tarefas motoras retiradas de três instrumentos de avaliação motora Movement Assessment Battery for Children (MABC-2), Körperkoordination Test für Kinder (KTK) e Test of Gross Motor Development (TGMD-2). Os dados foram analisados a partir dos recursos da estatística descritiva e inferencial (p≤0,05). Os resultados desta pesquisa demonstraram que apenas 25% das tarefas motoras em análise demonstraram um nível de concordância entre os juízes, ou seja, os juízes as classificaram dentro da mesma dimensão. Em relação à organização interna da tarefa motora foi possível observar que as tarefas em análise apresentam especificidades de acordo com sua natureza, variando em função do critério utilizado. Ao analisar a complexidade/dificuldade da tarefa constatou-se que apenas 33% das tarefas motoras apresentaram uma distribuição próxima a uma curva de distribuição normal. Assim, a maioria das tarefas apresentaram assimetria negativa, característica de tarefa fácil, pois a grande parte dos indivíduos conseguiu atingir o valor máximo proposto pela tarefa. Ao observar o poder de discriminação de acordo com o estrato de sexo observou-se que 30% das tarefas apenas discriminaram significantemente meninos de meninas, sendo os meninos superiores na maioria das tarefas. Em relação aos estratos idade quatorze tarefas apresentaram poder de discriminação significante (52%), onde as crianças de 08 anos sempre demonstraram desempenho motor na tarefa inferior as de 9 anos que consecutivamente apresentaram desempenho motor inferior as crianças de 10 anos. Em relação à validade de construto das tarefas motoras desta pesquisa foi possível extrair, por meio da análise fatorial exploratória, quatro fatores explicando 50,09% da variância. Das 27 tarefas motoras analisadas quinze tarefas (56%) supriram os critérios estatísticos e explicam o construto estudado. Conclui que os pressupostos psicométricos na escolha dos itens precisam ser respeitados em sua totalidade, ou seja, a escolha dos itens deve ser baseada tanto em elementos teóricos quanto empíricos. Assim, alerta-se para a importância de reverter o tradicional procedimento de construção e validação de instrumentos de medida (conceito, construto, dimensões, itens ou tarefas) para uma abordagem inicial empírica das múltiplas possibilidades motoras que possa convergir para as necessidades do construto previamente definido.
Abstract: The aim of this study was to analyze the content and construct validity of motor tasks proposed by the assessment instruments used to discriminate the motor performance. Nine academic authorities on motor development and motor assessment area were recruited to address the aims in theoretical terms. Three hundred and fifty children from Manaus, aged between eight and ten years of both gender participated of this study to address the empirical terms. The selected variables was: conceptual dimensionality of motor tasks, internal structure of motor tasks, gender, age and motor performance in motor tasks. To determine the conceptual dimensions of the tasks a questionnaire developed by the authors of this study (Appendix 3) was used. To study the internal structure of the task, we used the criteria described in the literature and adapted by the authors based on concepts previous determined. To determine the motor performance in tasks, 27 motor tasks were taken from three instruments of motor assessment: Movement Assessment Battery for Children (MABC-2), Körperkoordination Test für Kinder (KTK) and Test of Gross Motor Development (TGMD - 2). Data were analyzed using descriptive and inferential statistics (p≤0.05). The results showed that 25% of motor tasks demonstrated a level of agreement among the experts, or the experts classified within the same dimension. The internal structure of the motor task had a specific analysis according to their nature depending on the criteria used. When analyzing the complexity/difficulty of the task, 33% of motor tasks showed a distribution similar to a normal distribution curve. The majority of the tasks were negative asymmetric that means an easy task since the most individuals achieved the maximum value proposed by the task. The discrimination according to gender showed that only 30% of the tasks significantly classified boys as superior than girls in the majority of the tasks. The discrimination according to age showed that fourteen tasks were significantly discriminatory (52%). Children of eight years consistently showed lower motor performance in the task compared to children with nine. Furthermore, children of nine years consistently showed lower motor performance in the task compared to children with ten. The construct validity of the motor tasks was assessed by exploratory factor analysis and was possible to extract four factors explaining 50.09% of the variance. From the 27 motor tasks, fifteen tasks (56%) achieved statistical criteria and explain the construct validity. Thus, the psychometric assumptions have to be respected in its entirety; in other words, the choice of items should be based on both theoretical and empirical elements. Therefore, caution on the importance of reversing the traditional procedure of construction and validation of instruments (concept, construct, dimensions, items or tasks) for empirical initial approach of multiple motor possibilities that can converge to the needs of the construct previously defined.
Palavras-chave: validade de conteúdo
validade de construto
tarefa motora
capacidade motora nas crianças
content validity
construct validity
motor task
motor ability in children
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Doutorado em Ciências do Movimento Humano
Citação: SANTOS, João Otacilio Libardoni dos. Aspects of the content and construct validity of motor tasks. 2014. 154 f. Tese (Doutorado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/638
Data de defesa: 30-Jun-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Joao Otacilio L dos Santos.pdf2,01 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.