Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/628
Tipo do documento: Tese
Título: Cinemática da primeira sequência do jion kata do karatê estilo Shotokan
Título(s) alternativo(s): Kinematics of the first sequence of jion kata karate Shotokan style
Autor: Martins, Ana Claudia Vieira 
Primeiro orientador: Melo, Sebastião Iberes Lopes
Resumo: Neste estudo avaliou-se características cinemáticas da primeira sequência do jion kata do karatê estilo Shotokan e as contribuições do perfil técnico e das variáveis cinemáticas sobre o desempenho das atletas de kata. Participaram 10 kataístas, sexo feminino, faixas roxa, marrom e preta, tenham participado de pelo menos uma competição estadual. Este estudo consistiu na simulação de uma competição de kata, onde os árbitros avaliaram e classificaram o desempenho das atletas na execução da primeira sequência do jion kata. Foram feitas a aquisição dos dados utilizando-se uma ficha cadastral, e sistema de cinemetria com centrais inerciais Xsens MVN Studio. Analisou-se o perfil técnico das atletas (graduação, tempo de treino, freqüência de treino semanal, nível das competições que participou, e posição no ranking estadual) e as variáveis cinemáticas velocidade angular máxima, ângulo de extensão do cotovelo na finalização das técnicas e sincronismo nas técnicas zenkutsu dachi (base), shuto age uke (defesa de braço alta com a mão aberta) age uke (defesa de braço alta com a mão fechada) e guiaku-zuki (soco direto). Para caracterizar o perfil técnico das atletas, o desempenho no kata e as variáveis cinemáticas, adotou-se estatística descritiva; para as comparações entre faixas, ANOVA one way. Para comparar as variáveis cinemáticas, entre os dois grupos conforme o desempenho na execução da primeira sequência do jion kata (Grupo 1: 1ª a 5ª posição, e Grupo 2: 6ª a 10ª posição), adotou-se o teste t Student (não pareado). Para determinar as contribuições das variáveis: a) perfil técnico das atletas sobre o desempenho no kata; b) perfil técnico sobre as variáveis cinemáticas; c) variáveis cinemáticas sobre o desempenho no kata, adotou-se regressão linear múltipla - Stepwise. O intervalo de confiança adotado em todos os casos foi de 95% (p<0,05). Os resultados evidenciaram que: a) as atletas de kata apresentam perfil técnico condizente com o bom resultado desempenhado por elas nas competições; b) as atletas obtiveram um bom desempenho na execução da primeira sequência do jion kata segundo avaliado pelos árbitros; c) as atletas do Grupo 1 foram as mais rápidas nas técnicas shuto age uke, age uke e gyaku-zuki e apresentaram melhor desempenho no ângulo de extensão do cotovelo nas técnicas shuto age uke e gyaku-zuki. A técnica mais rápida foi a shuto age uke; d) as atletas apresentaram bom sincronismo, fluência e simultaneidade no fechamento da execução dos movimentos do membro superior e inferior; e) houve correlação positiva entre o desempenho no kata com o perfil técnico das atletas, e entre o perfil técnico e variáveis cinemáticas; f) Houve influência positiva moderada do perfil técnico sobre o desempenho, e muito forte sobre variáveis cinemáticas. O perfil técnico exerceu forte influência negativa sobre os intervalos de tempo entre técnicas. Conclui-se que as atletas da equipe catarinense apresentam bom desempenho na execução do kata, atingindo nestas condições um platô nas variáveis cinemáticas das técnicas. Pode-se apontar o perfil técnico e os intervalos de tempo entre técnicas como indicadores do desempenho no kata.
Abstract: In this study we evaluated the first kinematic sequence jion kata karate Shotokan style and contributions of technical profile and kinematic variables on the performance of athletes kata. A total of 10 athletes kata, female bands purple, brown and black, have participated in at least one state competition. This study involved the simulation of a kata competition, where the judges evaluated and rated the performance of athletes in the execution of the first sequence of jion kata. Were made the acquisition of data using a reference file, and kinematics system with central inertial Xsens MVN Studio. We analyzed the technical profile of athletes (undergraduate, workout time, frequency of weekly training, level of competitions which he participated, and ranking state) and the kinematic variables maximum angular velocity, angle of elbow extension in finalizing the technical and timing techniques zenkutsu dachi, shuto age uke (high defense arm with an open hand) age uke (high defense arm with a closed fist) and guiaku-zuki (straight punch). To characterize the technical profile of the athletes performance in kata and kinematic variables, we adopted descriptive statistics, for comparisons between lanes, one-way ANOVA. To compare kinematic variables between the two groups according to performance on the first sequence of jion kata (Group 1: 1st to 5th position, and Group 2: 6 th to 10 th position), was adopted the Student t test (unpaired). To determine the contributions of variables: a) technical profile of athletes on performance in kata b) technical profile on kinematic variables c) kinematic variables on performance in the kata, we adopted multiple linear regression - Stepwise. The confidence interval in all cases was 95% (p <0.05). The results showed that: a) the kata athletes have technical profile consistent with good results in competitions played by them, b) the athletes achieved a good performance in the execution of the first sequence of the second kata jion assessed by the referees, c) the athletes Group 1 were the fastest techniques shuto age uke, age uke and gyaku-zuki and performed better on the angle of elbow extension techniques shuto age uke and gyaku-zuki. The technique was the fastest shuto age uke d) the athletes had good timing, concurrency and fluency in closing the execution of the movements of the upper and lower e) positive correlation between performance in the kata with the technical profile of athletes, and between the technical profile and kinematic variables; f) There was moderate positive influence on performance technical profile, and very strong on kinematic variables. The technical background had a strong negative influence on the time intervals between techniques. We conclude that the athletes catarinense team perform well in the execution of kata, reaching a plateau in these circumstances kinematic variables techniques. One can point the technical profile and the time intervals between techniques as indicators of performance in kata.
Palavras-chave: kata
desempenho
esporte
karatê
cinemática
kata
performance
sport
karate
kinematics
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Doutorado em Ciências do Movimento Humano
Citação: MARTINS, Ana Claudia Vieira. Kinematics of the first sequence of jion kata karate Shotokan style. 2012. 145 f. Tese (Doutorado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/628
Data de defesa: 4-Dez-2012
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
TESE DE DOUTORADO ANA CLAUDIA VIEIRA MARTINS 2013.pdf6,62 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.