Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/607
Tipo do documento: Tese
Título: Relação entre a presença de samambaias e licófitas e o teor de elementos-traço em áreas degradadas pela mineração de carvão em Santa Catarina, sul do Brasil
Título(s) alternativo(s): Relationship between the presence of ferns and lycophytes and the content of trace elements in areas degraded by coal mining in Santa Catarina, southern Brazil
Autor: Andreola, Ariane 
Primeiro orientador: Campos, Mari Lucia
Resumo: Na Bacia Carbonífera Catarinense a exploração do carvão mineral deixou marcas profundas de degradação no ecossistema local, restringindo o uso futuro das áreas atingidas pela atividade. O processo de mineração e a disposição inadequada e sem controle dos resíduos (rejeito-piritoso e estéreis) praticados no passado, culminou na formação de vultuosos depósitos a céu aberto modificando a paisagem. Esses rejeitos contém alta concentração de pirita (FeS2), que na presença de ar e água, oxida-se, promovendo a formação da drenagem ácida de mina (DAM), um dos maiores impactos ambientais do setor mineral. A DAM é uma solução aquosa, fortemente ácida e rica em sulfato e ferro, além de outros elementos-traço associados, que inviabiliza os recursos hídricos e o solo extinguindo a fauna e a flora, ocasionando impacto social e econômico. Diante disso, o trabalho teve como objetivo fornecer informações a respeito da caracterização química e do teor total de elementos traços (Cd, Pb, Ni, Zn) no rejeito e estéreis de 23 depósitos da Bacia Carbonífera Catarinense e realizar um levantamento das espécies de samambaias e licófitas que ocorrem naturalmente nesses depósitos, avaliando seu possível potencial na colonização das áreas degradadas pela mineração de carvão. O trabalho foi realizado em 23 depósitos de rejeito e estéreis distribuídos em seis municípios, Criciúma, Forquilhinha, Lauro Müller, Siderópolis, Treviso e Urussanga. Foram coletadas amostras de rejeito e estéril e das espécies de samambaias e licófitas existentes em cada local. Realizou-se uma caracterização dos atributos químicos, pH em água e pH em KCl, teores de Ca, Mg, P, K, Na, Mn, Fe, Al, argila e teores de M.O e a determinação dos teores totais dos elementos-traço Cd, Pb, Ni e Zn, no rejeito e estéreis. A coleta das samambaias e licófitas foi realizada por meio de caminhamento por toda a extensão dos depósitos, sendo as mesmas catalogadas e incorporadas no Herbário LUSC da UDESC/CAV e no herbário CRI da UNESC. O rejeito e os estéreis da mineração são pobres quimicamente, provavelmente devido ao processo de DAM. Os teores totais dos elementos-traço Cd, Ni e Zn ficaram abaixo dos valores de prevenção estabelecidos pela resolução do CONAMA 420/2006 e os teores totais de Pb ficaram acima do valor de prevenção nos depósitos A7, A9, A2 e A18. Foram encontradas 16 espécies de samambaias e 1 espécie de licófita, pertencentes a 14 gêneros e 11 famílias botânicas. Na preferência por ambientes a forma predominante foi local aberto. Para às formas biológicas, as samambaias hemicriptófitas foram mais frequentes enquanto as heliófitas sobressaíram-se quanto às adaptações ambientais. As espécies de samambaias e licófita, encontradas nos depósitos de rejeito e estéreis demostram resistência a ambientes degradados, sendo uma alternativa para projetos de recuperação e monitoramento ambiental, em áreas impactadas pela mineração de carvão a céu aberto
Abstract: Catarinense Carboniferous Basin exploration of coal left deep marks degradation of the local ecosystem, restricting future use of areas affected by the activity. The process of mining and the improper disposal and uncontrolled waste (waste-pyritic and sterile) practiced in the past, led to the formation of any significance deposits in the open modifying the landscape. These tailings contain high concentrations of pyrite (FeS2), in the presence of air and water, it oxidizes, promoting the formation of acid mine drainage (AMD), a leading environmental impacts of the mining sector. The DAM is an aqueous solution, strongly acidic and rich in sulfate and iron, and other trace elements associated, which prevents water resources and soil extinct fauna and flora, causing social and economic impact. Thus, the study aimed to provide information about the chemical and the total content of trace elements (Cd, Pb, Ni, Zn) in waste and barren of 23 deposits of Carboniferous Basin Santa Catarina and to survey the species of ferns and lycophytes naturally occurring in these deposits, assessing its possible potential for colonization of areas degraded by mining coal. The study was conducted in 23 deposits of tailings and sterile in six municipalities, Criciuma, Forquilhinha, Lauro Müller, Siderópolis, Treviso and Urussanga. Tailings samples were collected and sterile and species of ferns and lycophytes at each location. It performed a characterization of chemical properties, pH in water and pH in KCl, Ca, Mg, P, K, Na, Mn, Fe, Al, clay and OM content and the determination of total content of trace elements Cd, Pb, Ni and Zn in the waste and barren. The collection of ferns and lycophytes was performed by means of traversal along the length of the deposits, being cataloged and incorporated them in the Herbarium LUSC UDESC / CAV and herbal CRI of UNESC. The mining tailings and sterile are chemically poor, probably due to the DAM process. The total concentration of trace elements Cd, Ni and Zn were below the values of prevention established by Resolution CONAMA 420/2006 and the total contents of Pb were above the value of prevention in deposits A7, A9, A18 and A2. 16 species of ferns and 1 kind of licófita, belonging to 14 genera and 11 botanical families were found. The preference for environments the predominant form was open spot. For the biological forms, hemicryptophytes ferns were more frequent while heliophytic stood out on environmental adaptations. The species of ferns and licófita, found in deposits of tailings and sterile demonstrate resistance to degraded environments, being an alternative to restoration projects and environmental monitoring in areas impacted by coal mining in the open
Palavras-chave: depósitos de rejeito e estéreis
drenagem ácida de mina
degradação ambiental
levantamento de espécies vasculares
deposits of waste and barren
acid mine drainage
environmental degradation
lifting vascular species
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::CIENCIA DO SOLO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Solo
Programa: Doutorado em Ciência do Solo
Citação: ANDREOLA, Ariane. Relationship between the presence of ferns and lycophytes and the content of trace elements in areas degraded by coal mining in Santa Catarina, southern Brazil. 2015. 157 f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/607
Data de defesa: 24-Abr-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Ciência do Solo

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGCS15DA030.pdf2,03 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.