Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/533
Tipo do documento: Tese
Título: Calagem, adubação e introdução de espécies em pastagem natural do Planalto Catarinense
Título(s) alternativo(s): Liming, fertilization and over sowing species on natural pasture in highlands of Santa Catarina State
Autor: Prestes, Nelson Eduardo 
Primeiro orientador: Amarante, Cassandro Vidal Talamini do
Resumo: Avaliou-se a produção de um campo nativo submetido a níveis de calcário e fósforo, aplicados superficialmente, sem a introdução de espécies (Capítulo 1) e com sobressemeadura de espécies de estação fria (Capítulo 2) de janeiro/10 a dezembro/13. No Capítulo 1 a calagem foi de 0,0; 7,2 e 14,4 t ha-1; e aplicação de SFT, nosníveis de 0; 35; 70 e 140 kg de P2O5 ha-1. O delineamento experimental dos ensaios foi de blocos ao acaso com parcelas subdivididas, com 3 repetições, com níveis de calcário distribuídos na parcela principal e as doses de P nas sub-parcelas. Não houve interação significativa entre os tratamentos de calcário e fósforo nos dois estudos. A elevação das doses de calcário aumentou a produção de forragem somente a partir do 3º ano, sendo a resposta linear, com valor máximo de 1.182,3 kg MS ha-1, com 14,4 t de calcário ha-1, e quadráticano 4º ano, com 2.316,1 kg MS ha-1, com 7,2 t de calcário ha-1. Houve diferença estatísticaàs aplicações de P a partir do 2º ano, sendo a maior produção obtida no 4º ano, com 140 kg P2O5 ha-1 produzindo 2.232,8 kg MS ha-1. O calcário promoveu maiores alterações até 10cm. De 0-5cm, 14,4 t ha-1, elevou o pH de 4,77 para 6,45, o Al reduziu de 2,51 para 0,0 cmolc kg-1 e a saturação por bases (V%) aumentou de 31,34 para 84,17%. Com as doses de P,acréscimos importantes limitaram-se principalmente até 5cm. Capítulo 2: com calcário em 3,6; 7,2; 11,0 e 14,4 t ha-1; e P nas doses de 35; 70; 105 e 140 kg de P2O5 ha-1, e com sobressemeadura de espécies de estação fria, o calcário, com 11 t ha-1, teve com produção máxima 3.932,2 kg MS ha-1, no 2º ano. O trevo-vermelho respondeu melhor a este corretivo, nos níveis de 7 a 11 t ha-1. O P foi significativo à produção de forragem nos quatro anos. A forragem atingiu o teto produtivo no 2º ano, 4.419,4 kg MS ha-1 com 140 kg P2O5 ha-1. O trevo-vermelho se estabeleceu e persistiu melhor que as demais espécies com os níveis crescentes de calcário e P. O calcário e P, concentraram seus efeitos principalmente até 5cm. Com 14,4 t de calcário o pH chegou a 6,04, o Al a 0,03 cmolc kg-1 e a V% a 74,56%. Nesta camada, 140 kg P2O5 ha-1, elevou o P para 12,08 mg kg-1. Aplicação de calcário de 25% (7,2 t ha-1) da dose recomendada, associada com dose de fósforo de 50% da recomendação (70 kg P2O5 ha-1), potencializam a produção de forragem em campo natural com predomínio de Schizachirium tenerum.A aplicação de dose de 1/8 (3,6 t ha-1) da recomendação de calcário permite o estabelecimento e a persistência de leguminosas introduzidas em campo nativo; 1/8 (3,6 t ha-1) da dose da recomendação oficial de calcário associada com doses crescentes de fósforo aumentam linearmente a produção de forragem. Essa potencialização se deve, principalmente, ao efeito do P no incremento produtivo das leguminosas introduzidas
Abstract: The aim of this work was to evalute herbage production of a natural grasslands submitted to limestone and phosphorus levels, applied superficially, without introducing species (Chapter 1) and overseeded with temperate climate species (Chapter 2). The experiment was conducted from January 2010 to December 2013. In Chapter 1 liming was applied in quantities of 0.0; 7.2 and 14.4 t ha-1; and phosphorus as triple superphosfate, at levels of 0; 35; 70 and 140 kg ha-1 P2O5. The experimental design was a randomized block design in a split plot arrangement with 3 repetitions, with limestone levels distributed in the main plots and P in the subplots. There was no significant interaction between the limestone and phosphate treatments in both studies. The elevation of limestone increased forage production only from the 3rd year, a linear response, with maximum value of 1182.3 kg DM ha-1, with 14.4 t ha-1 lime, and quadratic in 4th year, with 2316.1 kg DM ha-1, with 7.2 t ha-1 of lime. There was statistical difference at P applications from the 2nd year, with the greatest production obtained in the 4th year, with 140 kg P2O5 ha-1 producing 2232.8 kg DM ha-1. Limestone promoted changes up to 10cm of soli layer. Of 0-5cm, 14.4 t ha-1, increased pH from 4.77 to 6.45, Al decreased from 2.51 to 0.0 cmolc kg-1 and base saturation (V%) increased from 31.34 to 84.17%. With the P levels changes occured mainly up to 5cm. Chapter 2: limestone in 3.6; 7.2; 11.0 and 14.4 t ha-1; and P in doses of 35; 70; 105 and 140 kg P2O5 ha-1, and overseeded species of cold season the maximum production was of 3932.2 kg DM ha-1 in the 2nd year with a dose of 11 t of limestone. The red clover responded better to this limestone application on levels 7-11 t ha-1. Phosphorus significantly increased herbage production in four years. Forage production reached the ceiling in the 2nd year, 4419.4 kg DM ha-1 with 140 kg P2O5 ha-1. The red clover was established and persisted better than the other species with increasing levels of limestone and limestone and P. The P, mainly concentrated their effects up to 5cm of soil layer. A 14.4 tonnes of applied lime the pH reached 6.04, Al 0.03 kg cmolc V-1 and 74.56% at%. At the same soil layer 140 kg ha-1 P2O5, P increased to 12.08 mg kg-1. Lime application of 25% (7.2 t ha-1) of the recommended dose, associated with phosphorus dose of 50% of the recommendation (70 kg P2O5 ha-1), potentiate the production of forage on native pasture with a predominance of Schizachirium tenerum. The application of 1/8 dose (3.6 t ha-1) of the lime requirement allows the establishment and persistence of legumes introduced in native grass; 1/8 (3.6 t ha-1) of the official recommendation of the dose associated with limestone phosphorus increasing doses increase linearly forage production. This enhancement is due primarily to the effect of P in the production increase of introduced legumes
Palavras-chave: campo nativo
melhoramento
calcário
fósforo
nature pasture
improvement
limestone
phosphorus
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Doutorado em Produção Vegetal
Citação: PRESTES, Nelson Eduardo. Liming, fertilization and over sowing species on natural pasture in highlands of Santa Catarina State. 2015. 207 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/533
Data de defesa: 27-Fev-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV15DA023.pdf1,54 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.