Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/532
Tipo do documento: Tese
Título: Fisiologia e produção de pereira europeia em função da desfolha química e entomosporiose
Título(s) alternativo(s): European pear physiology and production according to chemical defoliation and Entomosporium leaf spot
Autor: Gonçalves, Mayra Juline 
Primeiro orientador: Bogo, Amauri
Resumo: A entomosporiose é a mancha foliar e de frutos mais importante na cultura da pereira e para as cultivares que existem dados disponíveis, são todas suscetíveis. Nestas cultivares, ocorre o desfolhamento no final do verão, resultando em árvores fracas com significativa redução nas gemas floríferas. Considerando que no Brasil não existem relatos sobre a antecipação da queda de folhas provocada pela entomosporiose e a influencia sobre a fisiologia da planta, o objetivo deste trabalho foi avaliar a fisiologia e a produção de pereira europeia em função da desfolha química e entomosporiose. Foram realizados dois experimentos; 1) Os experimentos foram conduzidos a campo nas safras agrícolas de 2011/12, 2012/13 e 2013/14, em pomar comercial da Empresa Mussato, localizado no município de Vacaria, estado do Rio Grande do Sul. Plantas de pereira europeia das cultivares Packham s Triumph Abate Fetel e William s enxertadas sobre marmeleiro Adams foram submetidas a tratamentos com diferentes desfolhantes (dose do ingrediente ativo) sendo, T1: AVG - aminoethoxyvinylglycine, (Retain®, 15%), na dose 0,06 g/L-1; T2: etefon (Ethrel®, 24%), na dose 1 g/L-1; T3: cloreto de cálcio (cloreto de cálcio, 24%) na dose de 24 g/L-1; T4: testemunha sem nenhuma aplicação. Os tratamentos foram aplicados em 19/03/2012, 14/03/2013 e 18/03/2014, em média 45 dias após a colheita. As variáveis analisadas foram: percentual de desfolha, qualidade de gemas (massa, diâmetro, florífera/vegetativa, presença de necrose, presença de gema seca), retorno de brotação (fenologia, número de cachopas, número de flores, percentual de fixação), e produção (número de frutos, peso médio, diâmetro, número de sementes). O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados, com quatro repetições por tratamento, sendo cada repetição constituída por três plantas. 2) Os experimentos foram conduzidos a campo, em pomar comercial, nas safras de 2012/13 e 2013/14, no município de Vacaria, RS. Os dados da severidade da entomosporiose e desfolha natural ocorrente no início do outono foram registrados no mês de março e abril, quinzenalmente, totalizando cinco avaliações. A severidade foi avaliada com o auxílio de escala diagramática e os valores obtidos integralizados no tempo, transformados em área abaixo da curva de progresso da entomosporiose (AACPE). Os dados foram ajustados aos modelos monomolecular, logístico e de Gompertz. Como parâmetros vegeto-produtivos foram avaliados durante o período de repouso vegetativo: diâmetro do tronco, altura de planta, volume de copa, fertilidade de ramos e a partir dos dados de dois anos de avaliação, obteve-se incremento de cada variável. O resultado do primeiro experimento demostraram que plantas tratadas com etefon desfolharam mais rapidamente em relação aos demais tratamentos e a testemunha. Como esperado o AVG apresentou efeito análogo à testemunha, pois apresentação ação inibidora da síntese de etileno, onde a principal função é atrasar a senescência do tecido. O cloreto de cálcio causou queima no tecido vegetal e em todas as safras avaliadas. Não foram verificadas diferenças significativas na qualidade de gema, retorno de brotação e produção. Não foram observados efeitos indesejáveis sobre os parâmetros fisiológicos da planta quanto à utilização da desfolha como técnica de manejo. Dentre os produtos testados, o etefon foi o que apresentou potencial para utilização na desfolha química, pois não apresentou efeito indesejável sobre a fisiologia das cultivares avaliadas, no entanto, novos experimentos devem ser realizados em diferentes épocas para melhor avaliação do produto. Para o segundo experimento foi possível constatar que todas as cultivares apresentam suscetibilidade à entomosporiose. Com base na AACPE, na primeira safra houve diferença significativa entre as cultivares, na segunda safra esta diferença estatística não ocorre. Na safra 2012/13, Gompertz, foi o modelo que melhor se adequou a curva de progresso das três cultivares avaliadas. Na safra 2013/14 a cv. Packham s Triumph teve seu melhor ajuste ao modelo Gompertz, Abate Fetel ao logístico e William´s ao monomolecular. Nas análises de regressão linear os coeficientes de determinação (R2) obtidos para a severidade da entomosporiose versus desfolha outonal foram significativos para todas as cultivares e safras avaliadas, confirmando a interferência do patógeno na queda das folhas nas duas safras avaliadas. Há correlação negativa entre a desfolha, o índice de fertilidade e a altura de planta, indicando que quanto maior a desfolha, menor será o desenvolvimento de estruturas reprodutivas e menor será o porte destas plantas. Conclui-se que a severidade da entomosporiose contribui para o aumento dos níveis de desfolha outonal com correlação negativa com as variáveis vegeto-produtiva, indicando que quanto maior a desfolha, menor será o desenvolvimento de estruturas reprodutivas e menor será o porte destas plantas
Abstract: The Entomosporium leaf spot is the most importante leaf spot and fruit spot in the culture of pear and cultivats which data are available, are all susceptible. In these cultivars, occurs defoliation in late sumer, resulting in weak trees with significant reduction in flowering buds. Whereas in Brazil there are no reports on the anticipation of leaf drop caused by Entomosporium leaf spot and the influence on the physiology of the plant. The objective of this study was to evaluate the physiology and production according to chemical defoliation and Entomosporium leaf spot. Two experiments were conducted; 1) the experiments were conducted during the 2011/12, 2012/13 and 2013/14 season, i a comercial pear orchard Mussato Company, in Vacaria city, Rio Grande do Sul state. The European pear cultivars Packham s Triumph, Abate Fetel and William s grafted on quince Adam were subjected to the treatments (dose of active ingrediente): T1 AVG aminoethoxyvinylglycine (Retain®, 15%), at 0.06 g/L¯¹; T2: ethephon (Ethrel®, 24%) at 1 g/L¯¹; T3: calcium chloride (calcium chloride, 24%) at 24 g/L¯¹; T$: control withoutapplication. The treatments were sprayed in 03/19/2012, 03/14/2013 and 03/18/2014, on average 45 days after the harvest. The variables analyzed were: percentage of leaf fall, bud quality (mass, diametr, flower/vegetative, presence of necrosis, presence of dry buds), budding return (phenology, number of flower clusters, number of flowers, fruit set) and production (number of fruits, average fruit weight, fruit diameter, number of seeds/fruit). The experimental design used was randomized block withfour replicates per treatment, each replicate consisting og three plants. 2) The experiments were conducted in the field, in a comercial orchard during the 2013/13 and 2013/14 seasons, in the Vacaria city, Rio Grande do Sul stte. The Entomosporium leaf spot severity and natural leaf dall (occurred in the autumm) datawere recorded in March and april , every two weeks, totaling five evaluations. Te disease severity was evaluated with the aid of diagrammatic scale and the values obtained integrated in ttime, processed in the área below the entomosporium leaf spot progress curve (AACPE). The data were adjusted to mono-molecular models, logistic and Gompertz. The vegetative parameters were evaluated during the dormant period: trunk diameter, plant height, canopy volume, branches fertility, and from the two years of evaluation data was obtained the incremente of each variable. The results of the dirst experimente demonstrated in the pear trees treated with ethephon the leaf fall occurred earlier compared to other treatments and the control trees. As expected the AVG showed a similar effect the control trees, because of the inhibitory action of ethylene syntheses, where the primary function is to delay senescence of tissue. Calcium chloride caused burns in the plant rissue and all tested seasons. No significant diferences were found in the bud quality, budding and production return. There were no ndesirable effects on the physiological parameters with the leaf fall induced by chemical products as a management technique. Among the tested products ethephon showed potential to induce leaf fall, no presenting undesirable effect on teh physiology of cultivars, however, further experiments must be carried out a diferente times to better evaluate the product. For the second experimente it was found that all cultivars are susceptible to entomosporiose. About the resistance of the studied cultivars, it was determined that all are susceptible to Entomosporium leaf spot leaf spot. Based on AACPE, the first crop showed significant diferences among cultivars, but in the second season did not show statistical difference. In 2012/13 sdeason, Gompertz was the model that best has adapted to the progress curve of the trhee cultivars. In the 2013/14 season the cv. Packam s Triumoph had its best adjustment to the Gompertz model, Abate Fetel to logistical model and William s ti the mono-molecular model. In the linear regression analyzes, the coefficients of tetermination (R2) obtained for yhr Entomosporium leaf spot severity versus premature leaf fall were sigificant for all cultivars and growth seasons, attesting the interference of the athogen in the leaffall in both seasons. There is a negative correlaton between the leaf, the fertility rate and plant height, indicating that the larger leaf fall, the lower will be the development of reproductive structures and smaller will be the height of these plants. It was concluded that the severity of Entomosporium leaf spot contributes to oncreased levels of prwmature leaf fall with egative correlation with the vegetative variables, indicating that the larger leaf fall, the lower will be the developement of reproductives structures and smaller will be the height of these plants
Palavras-chave: abscisão foliar
Pyrus communis L.
parâmetros vegetativos
Entomosporium mespili
desfolha química
leaf abscission
Pyrus communis L.
vegetative parameters
Entomosporium mespili
chemical defoliation
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Doutorado em Produção Vegetal
Citação: GONÇALVES, Mayra Juline. European pear physiology and production according to chemical defoliation and Entomosporium leaf spot. 2015. 123 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/532
Data de defesa: 25-Mar-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGCS15DA024.pdf1,67 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.