Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/531
Tipo do documento: Tese
Título: Caracterização física, química, nutricional e antioxidante em frutos e flores de genótipos de goiabeira-serrana [acca sellowiana (berg.) Burret]
Título(s) alternativo(s): Characterization of physical, chemical, nutritional and antioxidant activity in fruits and flowers of feijoa genotypes [Acca sellowiana (Berg.) Burret]
Autor: Souza, Alexandra Goede de 
Primeiro orientador: Amarante, Cassandro Vidal Talamini do
Resumo: Este trabalho teve como objetivo caracterizar os atributos de qualidade [perda de massa fresca, acidez titulável (AT), teor de sólidos solúveis (SS), relação SS/AT, pH, coloração da casca e da polpa, textura, conteúdo de vitamina C, compostos fenólicos e atividade antioxidante], em frutos de cinco genótipos brasileiros de goiabeira-serrana (cultivares Alcântara, Mattos, Helena e Nonante, e acesso 2316), na colheita e após 21 dias de armazenamento refrigerado, seguido de dois dias em condições ambiente. Foram avaliados ainda os teores minerais nos frutos e folhas e a composição centesimal nos frutos. Nas flores, foram avaliados os atributos de matéria seca (MS), área das pétalas, SS, cor, conteúdo de vitamina C, antocianinas, flavonoides, compostos fenólicos e antioxidantes, além da manutenção da qualidade pós-colheita em resposta ao tratamento com soluções conservantes (sacarose, ácido ascórbico e ácido salicílico) e 1-metilciclopropeno (1-MCP), realizada pela avaliação da cor, murcha e escurecimento das pétalas. A perda média de massa fresca dos frutos durante o armazenamento foi de 3,5 %. Durante o armazenamento houve redução nos teores de SS, AT e nos atributos de textura, e aumento na relação SS/AT e no pH. Os frutos de Nonante e Mattos apresentaram, respectivamente, maiores forças para penetração e compressão do fruto, na colheita e após o armazenamento. Com o armazenamento houve perda de cor e brilho da casca e polpa. A cultivar Alcântara apresentou os maiores conteúdos de vitamina C no fruto, e em todos os genótipos, o conteúdo de vitamina C na casca foi superior ao da polpa, havendo incremento no seu conteúdo após o armazenamento. Os conteúdos de compostos fenólicos totais foram diferentes entre os genótipos, e variaram em função do tipo de extrato (aquoso ou hidroalcoólico), sendo que na polpa foram maiores em Nonante e no acesso 2316, e na casca foram maiores em Nonante e Mattos . Os frutos dos genótipos com maior conteúdo de compostos fenólicos totais apresentaram maior atividade antioxidante. Em todos os genótipos, com o armazenamento, houve redução no conteúdo de compostos fenólicos e da atividade antioxidante. Os teores minerais nos frutos variaram entre os genótipos, com destaque para Alcântara , que apresentou os maiores teores de Ca, Fe, Cu e Mn na casca e na polpa, e de N e P na casca. A composição centesimal do fruto também variou entre os genótipos e tecido. Quanto às flores de goiabeira-serrana, o maior conteúdo de compostos fenólicos totais foi observado no acesso 2316, que apresentou também maior atividade antioxidante, seguido de Alcântara . Houve correlação linear entre o conteúdo de compostos fenólicos totais e a capacidade antioxidante das flores. Mattos apresentou a maior área das pétalas. Os teores de SS nas pétalas variaram de 14,2 a 10,1 °Brix, dependendo do genótipo. Os conteúdos de vitamina C nas pétalas foram superiores em Alcântara e Nonante , e os conteúdos de antocianinas e flavonoides foram superiores no acesso 2316 e em Helena e Alcântara . Na manutenção da qualidade pós-colheita das flores, foi observada maior eficiências com a utilização de 500 nL L-1 de 1-MCP e 2, 5 e 10% de ácido salicílico
Abstract: The objective of this work was to characterize quality atributes (fresh weight loss, titratable acidity (TA), soluble solids contente (SSC), SSC/TA ratio, pH, color of skin and pulp, texture, contente of vitamin C, phenolic compounds and antioxidante activity contente) in fruits of five Brazilian genotypes of feijoa (cultivars Alcantara, Mattos, helena and Nonante, and access 2316), at harvest adn after days of cold storage, followed two days at ambiente conditions. Fruits and leaves were assessed for mineral contente and fruit were assessed for centesimal composition, flowers were assessed for dry matter (DM), petals área, SSC, color, vitamin C contente, anthocyanins, flavonoids, phenolic copmpounds, and antioxidants. Flower were also assessed for postharvest quality preservation (color, wilting and browning of the petals) by treatment with preservative solutions (sacarose, ascorbic acid and salicylic acid) and 1-metilcyclopropene (1-MCP). Tge average loss of weight of fruit during storage was 3.5%. fruit had a reduction of SSC, TA and texture atributes, and na increase of SSC/TA ratio and pH during storage. Fruit of Nonante and Mattos had respectively higher forces for penetration and compression, at harvest and after storage. Fruit loss colorand brightness of the skin and pulp during storage. Fruit of alcantara gad the highest contente of vitamin, and in all genotypes, the vitamin c contente in the skin was higher thanin the pulp, with na increase in its contente druing storage. Vitamin C contente in the fruit. The contentes of total phenolic compounds were diferente between genotuypes, and varied accordin to the type of extract (hydro soluble ou hydroalcoolic). In the pulp, the higher contente of total phenolic compounds was in Nonante and acess in 2316, and in the skin was higher in 1Nonante and Mattos . Genotupe with higher contente of phenolic compounds also showed higher antioxidante activity. In all genotypes, there was a decrease in the contente of phenolic compounds and antioxidante activity during storage. The mineral contente in fruits varied between culrivars. Fruit of Alcantara had the highest contentes of Ca, Fe, Cu and Mn in the skin and pulp, ando f N and P in the skin. The centesimal composition also varied between genotypes and tissues of the fruit. In feijoa flowers, the highest concentration of total phenolic compounds was observed in acess 2316, which also showed the highest antioxidante activity, followed by Alcantara . There as a linear correlation between teh contente of total phenolic compounds and the antioxidante capacity of the flowers Matts had the heghest área of the petals. The SSC in the petals ranges from 14.2 to 10.1 ° Brix, depending on genotypes. The vitamin C contant in the petals was higher in Alcantara and Nonante , and anthocyanin contente and flavonoids were higher in access 2316, Helena and Alcantara . The best maintenance of postharvest quality of the flowers was achieved with the use of 1-MCP at 500 nL L¯¹ and salicyclic acida t 2,5 and, d 10%
Palavras-chave: Feijoa sellowiana Berg
genótipo
fruto
flores comestíveis
pós-colheita
antioxidantes
Feijoa sellowiana Berg
genotype
fruit
edible flowers
postharvest.Antioxidants
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Doutorado em Produção Vegetal
Citação: SOUZA, Alexandra Goede de. Characterization of physical, chemical, nutritional and antioxidant activity in fruits and flowers of feijoa genotypes [Acca sellowiana (Berg.) Burret]. 2015. 168 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/531
Data de defesa: 3-Jul-2015
Aparece nas coleções:Doutorado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV15DA021.pdf1,66 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.