Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/521
Tipo do documento: Tese
Título: Maturação e qualidade na colheita e potencial de armazenamento de maçãs clones mutantes de Gala sobre dois portaenxertos
Título(s) alternativo(s): Maturação e qualidade na colheita e potencial de armazenamento de maçãs clones mutantes de Gala sobre dois portaenxertos
Autor: Bartnicki, Vinícius Adão 
Primeiro orientador: Amarante, Cassandro Vidal Talamini do
Resumo: O Brasil é um dos principais produtores mundiais de frutos, mas grande parte da produção é perdida devido a armazenagem inadequada e à elevada incidência de doenças e distúrbios fisiológicos pós-colheita. Este trabalho teve como objetivo avaliar, na colheita e após o armazenamento em atmosfera controlada, a qualidade de maçãs provenientes de clones mutantes de Gala sobre dois portaenxertos e em três regiões de cultivo. Foram utilizados os clones mutantes Royal Gala , Imperial Gala , Gala Real , Galaxy , Maxi Gala e Baigent , sobre dois portaenxertos (M9 e Marubakaido com filtro M9) e provenientes de pomares localizados nos municípios de Caçador-SC (CAC), São Joaquim-SC (SJ) e Vacaria-RS (VAC). Foram avaliadas a maturação e a qualidade na colheita, o padrão de maturação das maçãs na planta, e o potencial de conservação da qualidade durante a armazenagem e vida de prateleira. Na colheita, houve interação entre clones mutantes e portaenxertos para firmeza de polpa, índice de amido, acidez titulável (AT), cor vermelha, russeting e massa fresca de fruto. Na colheita, em CAC, a firmeza de polpa, o índice de iodo-amido e o índice de russeting na colheita foram superiores em Royal Gala quando comparado aos outros clones mutantes no portaenxerto Marubakaido com filtro de M9. Ainda na colheita, Galaxy apresentou maiores valores de firmeza de polpa e coloração vermelha e menor índice de iodo-amido do que os demais clones mutantes sobre o Marubakaido com filtro de M9 em SJ. Nas três regiões (CAC, VAC e SJ), Maxi Gala , Galaxy e Baigent apresentaram maior coloração vermelha da epiderme do que os demais clones mutantes, independente do portaenxerto. Após a armazenagem, houve interação entre clones mutantes e portaenxertos para firmeza de polpa, podridão, degenerescência senescente, rachadura senescente e escaldadura superficial dos frutos. Em CAC, Royal Gala e Galaxy sobre o Marubakaido com filtro de M9 apresentaram maior firmeza de polpa do que os demais clones mutantes, enquanto que sobre o M9, Royal Gala , Imperial Gala e Gala Real foram superiores aos demais após o armazenamento. Imperial Gala em VAC e Galaxy em SJ apresentaram maior firmeza de polpa após a armazenagem sobre o Marubakaido com filtro de M9. Os clones mutantes, em ambos os portaenxertos, apresentaram a mesma taxa mensal de perda de firmeza durante o armazenamento. Além disso, os clones mutantes não diferiram quanto ao desvio padrão para a firmeza de polpa e para o índice de iodo-amido dos frutos na planta. Por outro lado, em SJ, clones mutantes enxertados no Marubakaido com filtro de M9 apresentaram maior desvio padrão do índice de iodo-amido do que sobre o M9. Imperial Gala , Gala Real e Maxi Gala apresentaram menor desvio padrão da firmeza de polpa no portaenxerto M9 do que no Marubakaido com filtro de M9 em CAC. O aspecto visual dos frutos (cor vermelha) é o principal parâmetro influenciado pelos clones mutantes de Gala e portaenxertos
Abstract: Brazil is one of the main world producers of fruit, but much of the production is lost due to inadequate storage and the high postharvest incidence of decay and physiological disorders. This study aimed to assess fruit quality at harvest and after storage in controlled atmosphere of mutant clones of Gala apples trees, on two rootstocks and three growing regions. The mutant clones were Royal Gala , Imperial Gala , Royal Gala , Galaxy , Maxi Gala and Baigent , on two rootstocks (M9 and Marubakaido with the M9 filter), from orchards located in Caçador-SC (CAC), São Joaquim-SC (SJ) and Vacaria-RS (VAC). Fruit were assessed for maturity and quality at harvest, maturation pattern in the plant, and quality preservation during storage and shelf life. At harvest, there was interaction between mutant clones and rootstocks for flesh firmness, starch index, titratable acidity (TA), skin red color, russeting index and fruit fresh mass. At harvest, in CAC, the attributes of flesh firmness, starch index and russeting index were higher in Royal Gala compared to the other mutant clones on Marubakaido with M9 filter. Also at the harvest, Galaxy had higher firmness and skin red color and lower starch index than the other mutant clones on Marubakaido with M9 filter in SJ. In the three regions (CAC, VAC and SJ), Maxi Gala , Galaxy and Baigent had higher skin red color than other mutant clones, regardless of rootstock. After storage, there was interaction between mutant clones and rootstocks for flesh firmness, decay, senescent breakdown, skin cracking and superficial scald. In CAC, Royal Gala and Galaxy on Marubakaido with M9 filter had higher flesh firmness than the mutant clones, while on M9 rootstock, Royal Gala , Imperial Gala and Gala Real had higher firmness than the others mutant clones. Imperial Gala in VAC and Galaxy in SJ had the highest firmness after storage on Marubakaido with M9 filter. Mutant clones in both rootstocks showed the same monthly rate of flesh firmness loss during storage. Furthermore, there was not difference of standard deviation for flesh firmness and the starch index of the fruit on the tree. On the other hand, mutant clones grafted on Marubakaido with M9 filter had higher standard deviation for starch index than on the M9in SJ. Imperial Gala , Royal Gala and Maxi Gala had a lower standard deviation for flesh firmness on M9 than on Marubakaido with M9 filter in CAC. The visual appearance of the fruit (red skin color) is the main parameter influenced by mutant clones of Gala and rootstock
Palavras-chave: Malus domestica
mutações
maturação
amadurecimento
pós-colheita
Malus domestica
mutations
maturity
ripening
postharvest
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Doutorado em Produção Vegetal
Citação: BARTNICKI, Vinícius Adão. Maturação e qualidade na colheita e potencial de armazenamento de maçãs clones mutantes de Gala sobre dois portaenxertos. 2014. 102 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/521
Data de defesa: 30-Jun-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV14DA012.pdf956,56 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.