Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/503
Tipo do documento: Dissertação
Título: Benefícios clínicos e econômicos de um programa de reabilitação pulmonar com ênfase no exercício físico em pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica
Título(s) alternativo(s): Clinical and economic benefits of a pulmonary rehabilitation program with emphasis on physical exercise in patients with chronic obstructive pulmonary disease
Autor: Rodrigues, Flávia Carsten Duarte Pirath 
Primeiro orientador: Carvalho, Tales de
Resumo: A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma das principais causas de morbidade e mortalidade no mundo com um crescente e substancial encargo social principalmente sobre os países em desenvolvimento. O presente estudo objetivou avaliar os benefícios clínicos e econômicos de um programa de reabilitação pulmonar (RP) com ênfase no exercício físico em pacientes com DPOC. Trinta pacientes com DPOC estável moderada a grave foram randomizados em dois grupos. O grupo experimental (GE) (media idade 69,53 ± 9,12, VEF1 % 36,1 ± 11,4) participou de um programa de exercícios com duração de 8 semanas (3 vezes por semana) e o grupo controle (GC) (média idade 68,53 ± 9,43, VEF1 % 40,13 ± 14,33) foi orientado a realizar atividade física em domicílio sem supervisão. Foram avaliados as alterações nas variáveis fisiológicas como a distância percdorrida no teste de caminhada de 6 minutos (TC6m) e função pulmonar, assim como as alterações nas variáveis clínicas como o índice prognóstico de BODE e o questionário de qualidade de vida St. George s Respiratory Questionnaire (SGRQ). As internações hospitalares em decorrência das exacerbações da doença foram aferidas no período de 4 meses após o início do programa de RP a fim de calcular o custo sanitário direto da doença e a taxa de internação entre os grupos. A análise de dados mostrou uma melhora significativa em variáveis clínicas e fisiológicas após a RP no GE. Houve um aumento na distancia percorrida no TC6m (310±115 vs 403±63 m, p<0.01), diminuição no índice de BODE (6,7±2,2 vs 3,7±2, p<0,01 ) e nos escores do questionário de qualidade de vida St. George s Respiratory Questionnaire ((54±14 vs 41±18, p=0,005). No GC, houve uma redução na distância caminhada no TC6m (364±118 vs 332±141, p=0,02) após o período de seguimento. O GE mostrou um menor índice prognóstico de BODE após o programa de RP quando comparado com o GC (3,7±2 vs 5,5±2,5, p=0,03). Houve uma maior taxa de internação no GC em comparação ao GE (6 vs 2). A média de custo do GC foi maior em relação ao GE (R$ 2.439,5 ± 3.092,7 vs R$ 1.389,20 ± 2.146 ; p = 0,2891) O custo total no GC também foi significativamente maior em relação ao GE (R$ 20.837,70 vs 36.593,10 ; p<0,01). A RP reduziu a admissão hospitalar com uma redução relativa de risco (RRR) de 67,5% e uma redução absoluta de risco (RRA) de 27% e um número necessário para tratar 3,7 (number need to treat - NNT) nos 4 meses de seguimento. Não houve relato de efeito adverso da intervenção. Em resumo, os resultados sugerem benefícios clínicos com menores custos e diminuição do número de admissões hospitalares após um programa de RP com ênfase no exercício físico em pacientes com DPOC.
Abstract: Chronic obstructive pulmonary disease (COPD) is one of the main causes of morbidity and mortality worldwide with a substantial and increasing societal burden especially on underdeveloped countries. The present current study aimed at assessing the clinical and economic benefits of a pulmonary rehabilitation (PR) program with emphasis on physical exercise in COPD patients. Thirty patients with stable moderate to severe COPD were randomly assigned to two groups. The experimental group (EG) (mean age 69,53 ± 9,12, FEV1 % 36,1 ± 11,4) took part in a 8-week exercise program (3 times a week) and the control group (CG) (mean age 68,53 ± 9,43, FEV1 % 40,13 ± 14,33) was instructed to practice home physical activity without supervision. Changes in physiological measurements of six-minute walk test (6MWT) and pulmonary function, as well as changes in clinical variables as the BODE prognosis index, the St. George s Respiratory Questionnaire (SGRQ) and dyspnea using de BORG scale were examined. Admission rate due to disease exacerbations was measured over 4 months following PR initiation to calculate the direct health costs of COPD and the admission rate between EG and CG groups. Data analysis showed an improvement in physiological and clinical variables after PR in the EG. There was an increase in 6MWT walking distance (310±115 vs 403±63 m, p<0.01), in decrease SGRQ total score (54±14 vs 41±18, p=0,005) and in the BODE index (6,7±2,2 vs 3,7±2, p<0,01 ). Conversely, in the CG, there was a decrease in 6MWT walking distance (364±118 vs 332±141, p=0,02) after the following time. The EG showed a lower BODE prognosis index after the PR program than the CG (3,7±2 vs 5,5±2,5, p=0,03). The admission rate was higher for the CG than for the EG (6 vs 2). The mean for direct health costs in the CG was higher than the mean for the EG (R$ 2.439,5 ± 3.092,7 vs R$ 1.389,20 ± 2.146 p = 0,2891 ).Total costs for the CG were also significantly higher than the total costs for the EG (R$ 20.837,70 vs 36.593,10; p<0,01). PR reduced hospital admission with a 67,5% relative risk reduction (RRR) and a 27% absolute risk reduction (ARR), and a 3,7 number needed to treat (NNT) in 4 months following time. No adverse effects due to intervention were reported. In sum, the findings suggest clinical benefits with lower costs and a decrease on the number of hospital admissions after a PR program with emphasis on physical exercise in COPD patients.
Palavras-chave: DPOC
reabilitação pulmonar
benefícios clínicos
custos sanitários diretos
internações hospitalares
COPD
pulmonary rehabilitation
clinical benefits
direct health costs
admissions rate
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: RODRIGUES, Flávia Carsten Duarte Pirath. Clinical and economic benefits of a pulmonary rehabilitation program with emphasis on physical exercise in patients with chronic obstructive pulmonary disease. 2011. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/503
Data de defesa: 2-Mar-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Flavia.pdf690,73 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.