Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/467
Tipo do documento: Dissertação
Título: Humor e estresse de judocas em treinamento e competição
Título(s) alternativo(s): Mood and stress of judokas during training and competition
Autor: Rocha, Carlos Alberto da 
Primeiro orientador: Andrade, Alexandro
Resumo: O estudo teve por objetivo investigar o estado de humor e estresse de judocas em treinamento e competição, a partir de uma pesquisa descritiva de campo, do tipo correlacional transversal. Participaram do estudo, 61 atletas selecionados de maneira não-probabilística intencional que responderam os Questionários: 1) Questionário de Caracterização do Atleta, adaptado de Andrade (2001); 2) Escala Brasileira de Humor (ROLFHS, 2006); 3) Escala de Estresse Percebido (COHEN e WILLIAMSON, 1988); 4) Lista de Sintomas de Estresse Pré-Competitivo LSSPCI (DE ROSE JR, 1998). Os atletas foram avaliados em três momentos: 30 dias antes da competição, 4 dias período pré-competitivo e no dia da competição, realizada na cidade de Chapecó. Os dados foram analisados através de estatística descritiva e inferencial (Correlação de Pearson e Spearman, Teste t e U de Mann-Whitney). Os resultados indicaram que são atletas jovens, de alto nível de rendimento esportivo, com idade média de 21 anos (±4.62), sendo 33 (54.%) homens e 28 (55,9%) mulheres. Os judocas tem auto avaliação positiva da saúde, boa qualidade de repouso, sono e descanso. A maioria dos atletas precisam perder peso para competir. De forma geral, os judocas apresentaram estresse percebido leve a moderado, ficando com sintomas de estresse reduzido entre o período de treinamento e de pré-competição, destes diferentes períodos para o dia da competição não houve variação. Ao comparar homens e mulheres, verificou-se que as mulheres foram mais acometidas pelos sintomas de estresse do que os homens nos três períodos investigados p<0.05. Os judocas na média geral, apresentaram níveis alterados de depressão, raiva. Conclui-se que o estresse percebido e sintomas de estresse dos judocas não estavam adequados para a competição, ficando o perfil de humor dos judocas com suas variáveis negativas acima do escore 50, contrariando a teoria do perfil iceberg. Para melhor compreender os estados de humor e estresse dos judocas é necessário conhecer detalhadamente o atleta e todo o contexto que o cercam.
Abstract: The study aimed to investigate the mood and the stress level of judokas during training and competition periods through a descriptive field research conducted as a transverse correlational study. 61 athletes were selected according to a non-probabilistic and intentional manner, by answering the following Questionnaires: ¨1) Questionnaire for Athlete Characterizing, adapted from Andrade (2001); 2) Brazilian Scale of Mood (ROLFHS, 2006); 3) Perceived Stress Scale (COHEN & WILLIAMSON, 1988); 4) List of Symptoms of Pre-competitive Stress - LSSPCI (DE ROSE JR, 1998). The athletes were evaluated in three different circumstances: 30 days before the competition, 4 days during the pre-competitive period and in the competition itself. All data were collected in Chapeco city and analyzed by descriptive and inferential statistics ( Pearson and Spearman Correlation, t test and U test from Mann-Whitney). The results showed that they are young, they showed a high level of sport performance, their average age is 21 years old (±4.62), and 33 are men (54.1%) and 28 are women (45.9%). The judokas showed a positive health evaluation and a good rest, sleep and break quality. Most of the athletes need to lose some weight to be able to compete. In sum, the judokas showed a perceived stress varying from low to moderate, and their reduced stress symptoms only got revealed between the training and the pre-training period. During the different periods and the competition itself there was no variation. When comparing men and women, it was seen that women showed more symptoms of stress than men during the three analyzed periods (p<0,05). According to the general average, the judokas showed altered levels of depression and anger. It is concluded that the perceived stress and its symptoms were not in accordance with the competition. Their mood profile, as well as their negative variables were over 50, what was against the Iceberg Profile Theory. In order to understand better the mood and the stress conditions of judokas, it is necessary to know the athlete in detail as well as the context around him.
Palavras-chave: estados de humor
estresse
treinamento
competição
judô
mood
stress
training
competition
judo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: ROCHA, Carlos Alberto da. Mood and stress of judokas during training and competition. 2010. 126 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/467
Data de defesa: 7-Abr-2010
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Carlos Alberto da Rocha 2010(2).pdf2,12 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.