Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/465
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise termográfica e histológica de tenorrafias em coelhos pós-mobilização precoce (MAP)
Título(s) alternativo(s): Thermographic and histological analysis of tenorraphies in rabbits post early active mobilization (MAP)
Autor: Arenhart, Rodrigo 
Primeiro orientador: ávila, Aluísio Otávio Vargas
Resumo: A presente pesquisa se fundamentou nos resultados das cirurgias de Tenorrafia que têm melhorado devido à associação de suturas fortes e não volumosas a protocolos fisioterápicos que preconizam a Mobilização Ativa Precoce (MAP) ao pós-operatório. O objetivo desta foi avaliar a evolução do processo cicatricial entre os diferentes tipos de tenorrafias em coelhos submetidos à Mobilização Ativa Precoce (MAP). A amostra se constituiu de 36 coelhos da raça New Zeland, divididos em 3 grupos de 12, de acordo com os 3 diferentes tipos de sutura (Brasil 4 passadas; Indiana 4 passadas; e Tsai 6 passadas). Todos os coelhos tiveram a pata traseira direita operada, imobilizada com gesso e submetidos à marcha livre (MAP) dentro da gaiola de confinamento desde o pós-operatório imediato. No 15º dia e 30º dia do pós-operatório foram realizadas as análises Termográficas e Histológicas, e observou-se que as três diferentes técnicas de tenorrafia apresentaram comportamentos semelhantes nos mesmos tempos de reparo cirúrgico (15º e 30 º dia), apenas diferenciando-se entre estes. O estudo histológico, qualitativamente, demonstrou que o comportamento da cicatrização do tendão submetido à MAP referiu uma qualidade adequada, onde as fibras de colágeno apresentaram um espessamento mais exuberante, podendo oferecer maior resistência à tração ao tendão reparado. As temperaturas (ºC) se mostraram com diferenças estatisticamente significativas em relação ao membro contralateral (controle) e o reparado no 15º e 30 º dia, sugerindo que a MAP pode ser aumentada gradualmente ao redor do 30 º dia. Conclui-se que a adequada qualidade do tecido cicatricial das três diferentes suturas, pode ser atribuída à minimização do dano vascular no centro do tendão, que ofereceu uma circulação sanguínea e um metabolismo reparador uniforme, e que a termografia infravermelha computadorizada, capaz de captar as diferenças térmicas oferecidas pela microcirculação, é um instrumento de grande valia na avaliação e monitoramento da evolução do processo de cicatrização de tendões in vivo, podendo ser utilizada durante a aplicação de protocolos de reabilitação de tendões flexores da mão.
Abstract: The present research is based on the results of the surgeries of tenorraphy, which have been improved due to the association between strong and not voluminous sutures and physiotherapic protocols, which preconize the early active motion (EAM) to the postoperative period. This research s purpose was to evaluate the evolution of the healing process among the different types of tenorraphies in rabbits that underwent early active motion (EAM). The sample was constituted of 36 New Zealand rabbits, divided in 3 groups of 12, in accordance with the 3 different types of suture (Brazil 4 strands; Indian 4 strands; and Tsai 6 strands). All rabbits had the right rear paw operated, immobilized with plaster cast and underwent deambulation (EAM) inside the confinement cage since the immediate postoperative procedure. On the 15th day and on the 30th day from the postoperative period the thermographic and histological analysis were performed, and it was noticed that the three different tenorraphy techniques presented similar behavior at the same periods of surgical repairs (on the 15th and 30th days), only differing themselves between these. The histological study, qualitatively, revealed that the behavior of the healing process of the tendon that underwent EAM referred an adequate quality, where the collagen fibers presented a more exuberant thickening, being able to offer greater resistance to traction for the repaired tendon. The temperatures (ºC) showed statistically significant differences on the 15th day and on the 30th day in relation to the contralateral limb (control) and the repaired one, suggesting that the EAM may be gradually increased on the 30th day approximately. It was concluded that the adequate quality of the cicatricial tissue of the three different sutures can be attributed to the minimization of the vascular damage in the middle of the tendon, which not only offered a uniform blood circulation but also a uniform reparative metabolism, and that the Infrared Thermography, capable of capturing the thermal differences offered by microcirculation, is an instrument of great value when evaluating and monitoring the evolution of the healing process of tendons in vivo, and could be applied during the application of rehabilitation protocols of flexor tendons in the hand.
Palavras-chave: termografia infravermelha computadorizada
tenorrafias
mobilização ativa precoce (MAP)
infrared thermography
tenorraphy
early active mobilization (EAM)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: ARENHART, Rodrigo. Thermographic and histological analysis of tenorraphies in rabbits post early active mobilization (MAP). 2010. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/465
Data de defesa: 26-Fev-2010
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Rodrigo Arenhart.pdf2,72 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.