Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/412
Tipo do documento: Dissertação
Título: Características da força de preensão manual em judocas : efeitos da postura e da dominância, implicações sobre o equilíbrio e simulação da técnica morote-seio-nage
Título(s) alternativo(s): Characteristics of judoka hand grip strength: body posture and dominance effects, implications on the balance and simulation of morote-seio-nage technique
Autor: Dias, Jonathan Ache 
Primeiro orientador: Borges Júnior, Noé Gomes
Resumo: Objetivo deste estudo foi analisar as características da força de preensão manual isométrica de judocas, os efeitos da postura corporal e da dominância, as suas implicações sobre o equilíbrio e a contribuição desta para execução da técnica de arremesso morote-seio-nage. Participaram do estudo oito judocas integrantes do programa Campeões nas Quadras e na Vida da FUCAS. Para tanto, foram utilizados um dinamômetro de preensão manual, uma plataforma estabilométrica, uma célula de carga, duas plataformas de força AMTI e equipamentos antropométricos. No primeiro momento foi avaliada a força de preensão manual isométrica máxima (FPIM) na mão dominante (D) e não-dominante (ND) durante 30 segundos na posição sentada, adaptada da Sociedade Americana de Terapeutas da Mão (ASHT). Na segunda etapa foi avaliada novamente a força de preensão, na posição de pé, baseada na posição defensiva Jigo-Hon-Tai (JH), concomitantemente com o equilíbrio. Os sujeitos posicionaram-se sobre a plataforma estabilométrica onde, após 30 segundos apenas com a mão encostada no dinamômetro, que estava suspenso por um pedestal, realizaram a FPIM durante 30 segundos. As seguintes características da curva de preensão manual foram analisadas: força máxima (FMAX), percentual de queda, taxa de desenvolvimento da força e o Impulso (IMP). As características estabilométricas do centro de pressão (CP) analisadas foram: deslocamento da oscilação total, amplitude, desvio quadrático médio e velocidade média para as direções ântero-posterior (AP) e médio-lateral (ML), velocidade total e área que engloba 95% dos valores. Na última etapa do trabalho foram analisadas as características da força de preensão manual, da puxada e as reações do solo durante a simulação da técnica morote-seio-nage. Foram empregadas as estatísticas descritiva e inferencial composta por dois delineamentos Anova fatorial 2x2 com duas variáveis dentre participantes, testes t, wilcoxon e de correlação cruzada, com nível de significância de 5% utilizando o software SPSS v.14.0. Os sinais gerados pelo dinamômetro de pressão manual e pela plataforma estabilométrica foram analisados por rotinas implementadas no software livre Scilab v.4. 1 .2. Os resultados demonstram que a variável IMP do teste de FPIM foi a que sofreu efeito genuíno da dominância e da postura corporal. A mão D apresentou melhor desempenho que a mão ND nas variáveis FMAX (ASHT) e IMP (JH). A posição ASHT apresentou melhor desempenho, pelo menos para a variável IMP da mão ND em comparação com a posição de pé (JH). A realização da FPIM durante a posição JH provocou perturbações significativas em todas as características do CP principalmente na direção AP. Entretanto, os testes de correlação cruzada indicam que a atividade de preensão e do equilíbrio estão relacionados. Também foram indicadas evidências da contribuição da força de preensão durante a simulação da técnica morote-seio-nage. Finalmente destacou-se a importância da força de preensão para o judoca e se propôs a inclusão mais detalhada desta capacidade em futuras pesquisas.
Abstract: The aim of this study was to analyze the performance of judoka hand grip strength, effects of body posture and dominance, implications on the balance and contribution of hand strength to execution of throwing technique morote-seio-nage. Eight healthy judokas of CASAN foundation participated in the study. The following equipment was used: a hand grip dynamometer, a stabilometric platform, a load cell, two AMTI force plates and anthropometric instruments. First, the maximal isometric hand grip strength in the dominant and non-dominant hand was evaluated during 30 s in a position adapted from the American Society of Hand Therapist (ASHT). Then was evaluated the hand grip strength in both hands, however, in standing position based in .Jigo-Hon-tai (JH) position with the judoka on the stabilometric platform. During 60 s the judokas maintained this position with one hand touching the hand dynamometer (that was suspended at the height of the shoulder), during de last 30 s of this test the judoka executed maximal hand strength. The characteristics of hand strength curve were: maximal force (FMAX), final force, percentage of drop, rate of force development (TDF) and impuise (IMP). The following stabilometric characteristics of centre of pressure (CP) were analyzed: total displacement, amplitude, root mean square and mean velocity of anterior-posterior (AP) and medial-lateral (ML) direction, total velocity and area (95% ellipse). In the last step, is was evaluated the performance of hand strength, pulled strength and the ground reaction forces during the morote-seio-nage technique simulation. Descriptive and inferential statistic analyses were used, composed of the two Anova fatoral 2x2 designs with two variables within participants, t test, wilcoxon test and cross-correlation, accept 5% of probability of significance using the software SPSS v.14.0. All equipment signals were analyzed by routines implemented in software Scilab v.4. 1.2. The results showed that IMP variable was the characteristic more affected by body posture and dominance. The dominant hand show better performance that non-dominant hand at FMAX (ASHT) and IMP (JH). In adapted position of ASHT the hand strength shows better performance on non-dominant hand (IMP) in comparison with the JH position. The grip activity evaluated during the JH position caused significant perturbations on all CoP characteristics especially in the AP direction, however the cross-correlation tests indicated that activity of hand grip and balance were related. There was also evidence of hand grip contribution during the simulation of morote-seio-nage technique. Was finally highlighted the importance of hand grip strength to judoka and was proposed the inclusion of more detailed studies evolving this capacity in future researches.
Palavras-chave: força da mão
artes marciais
biomecânica
controle postural
judô
hand strength
martial arts
biomechanics
postural control
judo
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: DIAS, Jonathan Ache. Characteristics of judoka hand grip strength: body posture and dominance effects, implications on the balance and simulation of morote-seio-nage technique. 2009. 132 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/412
Data de defesa: 21-Mar-2009
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Jonathan.pdf2,83 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.