Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/409
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos de um programa de exercício físico a curto prazo na claudicação intermitente de pacientes com doença arterial obstrutiva periférica
Título(s) alternativo(s): Effects of a short-course physical exercise program on intermittent claudication of peripheral arterial occlusive disease patients
Autor: Damiano, Ana Paula 
Primeiro orientador: Carvalho, Tales de
Resumo: A claudicação intermitente (CI) é o principal sintoma da doença arterial obstrutiva periférica (DAOP) e pode comprometer severamente o desempenho de caminhada. O objetivo do estudo foi investigar os efeitos de um programa de exercício físico a curto prazo na claudicação intermitente de pacientes com DAOP. Dos 34 indivíduos selecionados, 12 foram excluídos por diversos motivos. Os 22 incluídos (14 do gênero masculino, média de idade 64,4 + 10,4 anos, índice tornozelo braquial < 0,8), todos participantes do Programa de Reabilitação de Doenças Vasculares Periféricas do Núcleo de Cardiologia e Medicina do Exercício (NCME) do CEFID/UDESC, apresentavam características clínicas heterogêneas. O desempenho físico foi avaliado objetivamente por meio do teste de caminhada de 6 minutos e subjetivamente pelo questionário de dificuldade para caminhar. O teste inicial de caminhada, destinado à avaliação das distâncias de claudicação inicial e absoluta, foi prolongado até 15 minutos e o final, quando necessário, até 30 minutos. Os resultados demonstraram que, dos 22 participantes do estudo, 3 deixaram de sentir a claudicação, caminhando até uma hora no programa de exercícios sem referir dor. Nos 19 pacientes restantes, a melhora média da distância de claudicação inicial foi de 74,15% (67,6 ± 61,4m, p<0,05). Dos 22 pacientes incluídos no estudo, 11 (50%) não apresentaram dor da claudicação absoluta no teste inicial; 3 pacientes, antes com dor da claudicação absoluta, completaram o teste de caminhada final sem essa manifestação e nos restantes (8 pacientes), que ainda apresentavam dor da claudicação absoluta, foi observada melhora média na distância caminhada de 48,61% (84,3 ± 58,8m, p<0,05). Quanto à distância percorrida em 6 minutos, a melhora média dos 22 pacientes foi de 17% (41,1 ± 62,5, p<0,05). Foi ainda constatado melhora média (n = 22) de 14,30% (p<0,05) na dificuldade para caminhar; 17,56% (p<0,05) na distância de caminhada; 4,59% (p = 0,258) na velocidade de caminhada e 5,49% (p = 0,468) na subida de degraus. Conclui-se que um programa de exercício físico a curto prazo é eficiente no tratamento de pacientes com DAOP e CI. Foi possível observar, por meio do teste de caminhada, melhora significativa na distância para claudicação inicial e absoluta e na distância percorrida em 6 minutos. A aplicação do questionário de dificuldade para caminhar demonstrou melhoras significativas relacionadas à dificuldade para caminhar e à distância de caminhada, sendo, entretanto, as melhoras relacionadas à velocidade de caminhada e subida de degraus consideradas estatisticamente não significativas.
Abstract: Intermittent claudication (IC) is the main symptom of peripheral arterial occlusive disease (PAOD) and it can severely affect the walking capacity. This study aimed to investigate the effects of a short-course physical exercise program on intermittent claudication of PAOD patients. Twelve out of the 34 recruited subjects were excluded for several reasons. Twenty-two subjects (14 males, mean age 64.4 ± 10.4 years, ankle-brachial index &#8804; 0.8) with varied clinical characteristics were included, and all have participated in Programa de Reabilitação de Doenças Vasculares Periféricas do Núcleo de Cardiologia e Medicina do Exercício (NCME) of the CEFID/UDESC. The physical performance was objectively assessed by means of a 6-minute walk test and subjectively assessed by means of the walking impairment questionnaire. The primary walking test was carried out in order to assess the initial and absolute claudication distances, and lasted up to 15 minutes. The final test lasted up to 30 minutes, if necessary. The results showed that 3 out of the 22 participants had no claudication, being able to walk up to one hour without pain. The mean improvement of the initial claudication distance for the 19 remaining participants was 74.15% (67.6 ± 61.4m, p<0.05). Eleven patients (50%) did not report absolute claudication pain during the primary test; 3 patients, with prior absolute claudication pain, completed the final walking test without reporting pain, and the 8 remaining patients, who still reported absolute claudication pain, had a mean improvement of 48.61% (84.3 ± 58.8m, p<0.05) in walking distance. Regarding the distance walked in 6 minutes, the mean improvement of the 22 patients was 17% (41.1 ± 62.5, p<0.05). It was also possible to notice mean improvement (n = 22) of 14.30% (p<0.05) in walking capacity impairment; 17.56% (p<0.05) in walking distance; 4.59% (p=0.258) in walking speed and 5.49% (p=0.468) in stair climbing. In conclusion, a short-course physical exercise program is effective in PAOD and IC patients. Throughout the walking test, the initial and absolute claudication distances and the distance walked in 6 minutes were significantly improved. The walking impairment questionnaire showed considerable improvements related to walking impairment and walking distance, however, concerning walking speed and stair climbing, the improvements were not statistically significant.
Palavras-chave: doença arterial obstrutiva periférica
claudicação intermitente
programa de exercício físico
doenças vasculares periféricas
peripheral arterial occlusive disease
intermittent claudication
physical exercise program
peripheral vascular diseases
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: DAMIANO, Ana Paula. Effects of a short-course physical exercise program on intermittent claudication of peripheral arterial occlusive disease patients. 2008. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/409
Data de defesa: 5-Set-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Ana P Damiano.pdf1,54 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.