Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/403
Tipo do documento: Dissertação
Título: Reabilitação sexual para homens com lesão medular adquirida : da auto-adaptação sexual à intervenção terapêutica
Título(s) alternativo(s): Sexual rehabilitation for spinal cord injured men: from sexual self-adjustment to the therapeutic intervention
Autor: Savall, Ana Carolina Rodrigues 
Primeiro orientador: Cardoso, Fernando Luiz
Resumo: A pesquisa desenvolveu-se mediante três estudos. O primeiro composto por 62 homens objetivou avaliar o impacto da lesão medular sobre a sexualidade humana, buscando identificar os componentes sexuais significativamente afetados. Verificou-se alterações entre os períodos pré e pós-lesão medular: diminuição significativa da freqüência e número de parceiros sexuais; redução sensível da prática sexual de sexo anal; modificações consideráveis nas preferências sexuais por abraço, penetração vaginal, utilização de vibrador; variação no prazer advindo das zonas erógenas da boca, pescoço, pênis, coxas e pernas; alterações nas funções sexuais com redução significativa dos níveis de desejo, excitação e orgasmo, bem como disfunções erétil e ejaculatória; redução significativa na satisfação sexual, embora algumas alterações percebidas equiparam-se à população em geral. Os resultados confirmam a importância de se prestar assistência à esfera sexual desses pacientes e embasam a proposta de reabilitação sexual, servindo como indicadores. O segundo estudo composto pela mesma população objetivou analisar o aconselhamento sexual e compreender o processo de auto-adaptação sexual pós-lesão medular. Entre os resultados observou-se que menos da metade dos participantes e apenas cerca de um a cada seis parceiros recebeu algum tipo de aconselhamento sexual. Verificou-se que a auto-adaptação consiste em processo influenciado por vários fatores: idade de incidência e tempo de lesão, qualidade das informações recebidas,não sendo sempre exitoso, possuindo peculiaridades como a distinção entre presença e ausência de experiência sexual prévia à lesão. O terceiro estudo foi composto por 25 pessoas entre pesquisadores, profissionais da saúde, homens com lesão medular, parceiras e familiares objetivando elaborar proposta de reabilitação sexual que refletisse os anseios, necessidades e potencialidades da população destinada. Desenvolveu-se por meio do Grupo Interdisciplinar de Apoio à Sexualidade Adaptada GIASA, caracterizado por encontros semanais com 90 minutos de duração, em duas etapas: a primeira realizada entre maio e setembro de 2007 que objetivou identificar os temas pertinentes e a segunda, entre outubro e dezembro, com a finalidade de apresentar e discutir com propriedade os temas propostos pela etapa anterior e sugerir estratégias avaliadas pelos participantes. Enquanto os encontros da primeira etapa foram marcados por discussões de temas livres relacionados à sexualidade, a segunda foi composta por dois momentos: um marcado por seminário, compreendendo intervenção teórica sobre os temas previamente definidos, com posterior abertura para discussão, troca de experiências, reflexão quanto à temática e forma de abordagem, caracterizando o grupo focal; e um segundo momento, onde foram aplicadas e avaliadas as estratégias caracterizando as intervenções terapêuticas, realizadas interdisciplinarmente, procurando-se envolver os participantes ativamente como sujeitos nos processos de discussão focal e intervenção teórico-terapêutica para a resolução do problema diagnosticado e proposto por esta pesquisa. Por fim, baseando-se nas etapas do GIASA, elaborou-se a proposta de reabilitação sexual denominada Grupo Interdisciplinar de Apoio à Saúde Sexual GSex, voltado à comunidade em geral, em especial a pessoas com deficiências físicas e/ou doenças crônicas, sendo definidos: finalidade, metodologia de ação, fundamentação teórica, princípios, funções dos membros, delineamento das ações, processo de atendimento, entre outros tópicos.
Abstract: The present research was developed by means of three studies. The first one, composed by 62 men, aimed to evaluate the spinal cord injury impact on human sexuality, trying to identify the significantly affected sexual components. It was possible to verify alterations between the pre and post-injury periods: frequency and number of sexual partners significant reduction; anal sex practice considerable decrease; considerable modifications in the sexual preferences for hugging, vaginal penetration, vibrator use; variation in the pleasure originated in the following erogenous zones: mouth, neck, penis, thighs and legs; alterations in the sexual functions with significant reduction of the levels of desire, arousal and ejaculatory excitement, orgasm, as well as dysfunctions; sexual satisfaction significant reduction, even though some perceived alterations are equal to the general population. The results confirm the importance of giving assistance to the sexual sphere of these patients and found the proposal of sexual rehabilitation, serving as indicator. The second study involved the same population and aimed to analyze the sexual counseling, as well as understanding the post-injury sexual self-adaptation process. Between results, it was observed that less than half of the participants and only about one sixth of the partners received some type of sexual counseling. It was verified that the self-adaptation consists of a process influenced by some factors: age of incidence and time-of-onset, quality of received information, not being always successful, possessing peculiarities, such as the distinction between presence and absence of previous sexual experience before injury. The third study was composed by 25 people among researchers, relatives, health professionals, spinal cord injured men and their partners. It aimed to elaborate a sexual rehabilitation proposal that reflects the target population yearnings, necessities and potentialities. It was developed by means of Grupo Interdisciplinar de Apoio à Sexualidade Adaptada - GIASA, characterized by weekly 90 minutes meetings, divided in two stages: the first one, carried through May to September 2007, aiming to identify the pertinent subjects and the second one, between October and December 2007, with the purpose of presenting and discussing the subjects mentioned in the previous stage and to suggest evaluated strategies for the participants. While the first stage meetings had been marked by the discussion of free subjects, related to the sexuality, the second was composed for two moments: the first one, marked by seminaries, involving theoretical intervention on the previously definite subjects, with posterior opening for discussion, experiences exchange, reflection about the subjects and their respective approach, characterizing the focal group; and a second moment, where strategies characterizing the therapeutical interventions were applied, assessed and carried through interdisciplinarly, trying to involve the participants actively as citizens in the processes of focal discussion and theoretician-therapeutical intervention for the resolution of the diagnosed problem and considered for this research. Finally, based on the stages of the GIASA, it was elaborated a proposal of sexual rehabilitation called Grupo Interdisciplinar de Apoio à Saúde Sexual - GSex, generally directed to the community, and specially directed to the physically challenged people and/or chronic illnesses, being defined: purpose, action methodology, theoretical basis, principles, members functions, actions delineation, attendance process, among others topics.
Palavras-chave: sexualidade humana e adaptada
auto-adaptação sexual
reabilitação sexual
deficiência física
doença crônica
lesão medular
homem
human sexuality
adapted sexuality
sexual self-adaptation
sexual rehabilitation
physical disability
chronic disease
spinal cord injury
men
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: SAVALL, Ana Carolina Rodrigues. Sexual rehabilitation for spinal cord injured men: from sexual self-adjustment to the therapeutic intervention. 2008. 405 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/403
Data de defesa: 11-Abr-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
ANA CAROLINA RODRIGUES SAVALL.pdf3,66 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.