Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/377
Tipo do documento: Dissertação
Título: Determinação do procedimento para coleta de dados biomecânicos da saída no nado crawl
Título(s) alternativo(s): Determination of a procedure for collecting biomechanics data of front crawl swimming starts
Autor: Hubert, Marcel 
Primeiro orientador: Roesler, Hélio
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo determinar um procedimento para se realizar avaliações das saídas na natação, através de medições biomecânicas.Participaram deste estudo 4 nadadores de níveis estadual e nacional, integrantes da equipe de natação do Clube Doze de Agosto, Florianópolis, SC. Os dados foram coletados na piscina do clube Doze de Agosto e tratados no Laboratório de Biomecânica Aquática do Centro de Educação Física, Fisioterapia e Desportos - CEFID/UDESC. Para a coleta de dados foi utilizada uma plataforma de força subaquática fixada sobre um suporte simulando o bloco de partida, posicionada na borda contrária a dos blocos da piscina. Simultaneamente, foram utilizadas duas câmeras de vídeo posicionadas dentro e fora da piscina, de forma que proporcionassem uma visão lateral e superior do bloco de partida e da piscina, até uma distância de 15m (distância máxima permitida pelas regras para que o nadador permaneça submerso). Um emissor de sinal luminoso (LED) ligado a um sincronizador de sinais foi enquadrado no campo de imagem de todas as câmeras e o sinal de partida foi dado seguindo procedimentos oficiais de partida de uma prova de nado Livre. Os dados obtidos por dinamometria foram pós-processados pelo sistema SAD-32. Para a cinemetria foram utilizados os softwares de edição de imagens InterVideo WinProducer 3 e CorelDRAW. Para a caracterização dos dados foi utilizada a estatística descritiva e para a verificação da relação entre as variáveis e a performance foi utilizada a correlação de Pearson (α=0,05). Verificou-se que as variáveis: ângulo de entrada, distância de vôo e tempo em 5 m têm relação com a performance na saída nas três distâncias testadas, já as variáveis pico máximo de força vertical e tempo em 10 m têm relação com a performance apenas nas distâncias de 15 m e de início do nado. As variáveis: pico máximo de força horizontal, força resultante, ângulo de saída, distância de início de nado e tempo submerso têm relação somente com o tempo de início de nado. O tempo de bloco tem relação com o tempo em 15 m e o tempo de início de nado com o tempo em 10 m. Das variáveis testadas somente para o tempo de vôo não foi encontrada correlação. A distância determinada como mais adequada para obtenção do tempo de performance foi 10 metros. O número mínimo e suficiente de execuções encontrado para analise das saídas foi de três.
Abstract: It aimed to determine a procedure to evaluate the swimming starts through biomechanical methods. For this descriptive and exploratory study one analyzed the starts of 4 s tate andnational level swimmers, members of the swimming team from Doze de Agosto Club (Florianópolis, SC). Data were collected in the swimming pool of Doze de Agosto Club and treated in the Aquatic Biomechanics Research Laboratory of Santa Catarina State University. An underwater force plate was used. The force plate was fixed as a starting block in the opposite side of the original blocks. Two video cameras placed outside and inside the water were used in order to provide a lateral view of the starting block and of the swimming pool up to 15m (according to swimming rules it is the maximum distance for the swimmer to be completely submerged after the start). Light-emitting diodes were placed in the image field of the video cameras and connected to a signal synchronizer. Starting procedures conformed to the swimming rules of an official Freestyle event. Data were post-processed by SAD 32 System. For kinematic data InterVideo WinProducer 3 e CorelDraw software were used. Descriptive statistics was used to characterize data and Pearson s correlation was used to verify the relationship between the variables and the start performance (α=0,05). One verified there is a relationship between the variables angle of entry, flight distance and time in 5m and the start performance in the three different measured distances (10m, 15m and distance of the beginning of the stroke); the vertical force peak and the time in 10m were correlated to the performance measured in 15m and in the beginning of the stroke; the horizontal force peak, the resultant force, the takeoff angle, the distance of the beginning of the stroke and time of the underwater phase were only correlated to the time of the beginning of the stroke; there was a relationship between the block time and the time in 15m; there was also a relationship between the time of the beginning of the stroke and the time in 10m. The flight time was the only variable that did not present any correlation to the performance. One verified that the most adequate distance to evaluate the start performance was 10m; and three executions were enough to analyze the start variables.
Palavras-chave: biomecânica
natação
saídas
biomechanics
swimming
starts
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: HUBERT, Marcel. Determination of a procedure for collecting biomechanics data of front crawl swimming starts. 2005. 95 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2005.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/377
Data de defesa: 9-Ago-2005
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Marcel Hubert Dissertacao.pdf1,28 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.