Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/354
Tipo do documento: Dissertação
Título: Validação do teste Brums para avaliação de humor em atletas e não atletas brasileiros
Título(s) alternativo(s): Validation of Brums test for mood evaluation in Brazilian athletes and non athletes
Autor: Rohlfs, Izabel Cristina Provenza de Miranda 
Primeiro orientador: Carvalho, Tales de
Resumo: A síndrome do excesso de treinamento tem relevância no âmbito esportivo, principalmente em relação a atletas de elite que buscam superar seus limites e àqueles que se submetem à prática de atividade física sem orientação especializada. A Escala de Humor de Brunel, BRUMS, foi validada em 2003 por Peter Terry e seus colaboradores em atletas e não atletas adolescentes e adultos e foi considerada apropriada para avaliação de perfis de humor eventualmente relacionados à síndrome do excesso de treinamento. A utilização deste instrumento contribui para a organização e planificação de cargas de treinamento e no controle do estresse em indivíduos participantes de programas de exercícios físicos. O objetivo do presente estudo foi investigar a validade da versão brasileira do instrumento BRUMS na detecção de estados alterados de humor em atletas e não atletas brasileiros adolescentes e adultos. A população foi composta por estudantes e atletas adultos (_ 18 anos de idade) e estudantes e atletas adolescentes (12 a 17 anos), gênero masculino e feminino. A amostra se constituiu de 298 sujeitos de ambos os sexos (173 homens - 58,6% - e 125 mulheres - 41,9%; idade média de 18,3 anos e DP=5,1) divididos em 4 grupos: estudantes adultos, atletas adultos, estudantes adolescentes e atletas adolescentes O instrumento foi submetido ao método tradução-tradução reversa. A aplicação do BRUMS foi feita antes e depois das seguintes situações: treino moderado, competição, aula normal e avaliação. A consistência interna da escala foi verificada utilizando o coeficiente Alfa de Chronbach, para cada estado de humor em diferentes situações. Para a confirmação dos fatores teóricos foi utilizada a análise fatorial. A análise fatorial confirmatória (AFC), aplicada por meio do programa EQS 5.5, averiguou a adequação do modelo encontrado na análise fatorial exploratória (AFE) à organização dos conteúdos dos estados de humor do instrumento BRUMS. Para verificar as correlações entre os estados de humor antes e após as diferentes situações foi aplicado o teste de correlação linear de Pearson, controlado pela idade. Os dados foram tratados com recurso ao programa SPSS - versão 11.0. Os resultados mostraram coeficientes de fidelidade satisfatórios. A AFE obteve 68% de variância total explicada para os resultados pré-teste e 72% para os resultados pós-teste, constatando que as dimensões na prática confirmaram as dimensões teóricas. Os resultados encontrados pela AFC indicaram que o BRUMS é adequado para detecção de alteração de humor. As correlações entre os estados de humor permitiram concluir que o BRUMS detecta os estados de humor de forma diferenciada. Portanto, os resultados deste estudo mostraram que a versão brasileira do instrumento BRUMS apresenta indicadores satisfatórios de validade como medida de humor em atletas e não atletas, adolescentes e adultos.
Abstract: The overtraining syndrome has relevance throughout the scope of sports, mainly in relation to elite athletes whom search to transcend their limits and to those whom submit to the practical physical activity without specialized orientation. The Brunel Mood Scale, BRUMS, was validated in 2003 for Peter Terry and collaborators in adolescent and adult athletes and non-athletes and was considered an appropriate instrument for evaluation of mood profiles eventually related to the overtraining syndrome. The use of this instrument contributes to the organization and planning of load training and in the stress control in individuals who participate in physical exercises programs. The objective of the present study was to investigate the validity of the Brazilian version of BRUMS in the detection of modified mood states in Brazilian adolescents and adults athletes and non-athletes. The population was composed of adolescent and adult students (aged >18 years) and adolescent and adult athletes (aged 12-17 years), masculine and feminine gender. The sample consisted of 298 persons from both genders (173 males - 58,6% - e 125 females - 41,9%; age: M=18,3, SD=5,1) divided into 4 groups: adult students, adult athletes, adolescent students and adolescent athletes. The instrument was submitted to the translation-back translation method. The BRUMS application was effected before and after following situations: training with moderate loads, competition, normal class, and assessment. The internal consistency of the scale was verified using Cronbach s Alpha Coefficient for each mood state in different situations. Factorial analysis was used for the confirmation of the theoretical factors. The Pearson s Linear Correlation test, controlled by age, was used for verification of the correlation between mood states before and after different situations. The data was interpreted with support to SPSS program - version 11.0. The results showed satisfactory coefficients of reliability. The EFA got 68% of total variance explained for the pretest results and 72% for the post-test results, evidencing that the dimensions in the practical confirmed the theoretical dimensions. The results found for the CFA indicated that the BRUMS is suitable for mood alteration detection. The correlations between the mood states support the conclusion that the BRUMS detects mood states in a different way. Therefore, the results of this study allow for considering that the Brazilian version of the BRUMS presents satisfactory pointers of validity as measure of mood in athletes and non athletes, adolescents and adults.
Palavras-chave: Desempenho esportivo
treinamento físico
estados de humor
mensuração
escalas
treinamento (Atletismo)
stress (Psicologia)
humor (Psicologia)
Sports performance
physical training
mood states
measurement
scales
coaching (Atletics)
stress (Psychology)
mood (Psychology)
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: ROHLFS, Izabel Cristina Provenza de Miranda. Validation of Brums test for mood evaluation in Brazilian athletes and non athletes. 2006. 111 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/354
Data de defesa: 22-Nov-2006
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
DISSERTACAO BRUMS.pdf756,85 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.