Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/325
Tipo do documento: Dissertação
Título: Nível de atividade física e de eHSP72 plasmática estão associados com a capacidade antioxidante plasmática em hipertensos
Título(s) alternativo(s): Level of physical activity and plasma eHSP72 are associated with the plasma antioxidant capacity in hypertensive patients
Autor: Martins, Eliara Ten Caten 
Primeiro orientador: Benetti, Magnus
Resumo: A busca pela associação entre os níveis plasmáticos das proteínas de choque térmico de 72 kDa (eHSP72) e doenças como a hipertensão arterial sistêmica (HAS) tem sido intrigante, pois em condições normais esta proteína é expressa em baixos níveis. O exercício físico impõe sobrecarga hemodinâmica ao organismo e atrelada a HAS pode causar um desbalanço oxidativo plasmático e aumento nas concentrações plasmáticas de eHSP72. Entretanto, não é claro se os níveis de eHSP72 plasmáticos estão relacionada aos níveis de atividade física e a efeitos antioxidantes em hipertensos. Objetivo: Analisar a relação entre a concentração da eHSP72 plasmática e os níveis de atividade física quanto ao estado redox de hipertensos. Métodos: Esse é um estudo transversal que avaliou 140 hipertensos (idade 61±11,1 anos) tratados por medicação e acompanhados por uma Unidade Básica de Saúde. Foram analisadas a pressão arterial de repouso, nível de atividade física (NAF) habitual por pedômetro, e antropometria (IMC e CA). Foram avaliadas as concentrações de eHSP72 plasmática (por ELISA), a atividade de enzimas antioxidantes catalase (CAT), superóxido dismutase (SOD) e os níveis de lipoperoxidação (por TBARS). Resultados: Os hipertensos controlados apresentaram (PAS 136,69±18,33 mmHg) e (PAD 84,67±10,3 mmHg), 75% apresentam sobrepeso/obesidade, 77,9% CA inadequada e 57,9% são insuficientemente ativos. A atividade das enzimas antioxidantes SOD e CAT foi maior nos hipertensos ativos com eHSP72 plasmática detectável. Conclusão: Os hipertensos ativos com eHSP72 detectável têm maior atividade de enzimas antioxidantes SOD e CAT e menor dano oxidativo lipídico. Os hipertensos inativos fisicamente sem eHSP72 detectável têm maior concentração sérica de triglicerídeos. Não houve diferença entre os hipertensos com e sem eHSP72 na PAS, PAD, enzimas hepáticas e marcadores renais. Em conjunto, esses resultados indicam que os benefícios da atividade física estão relacionados com a presença de eHSP72 no plasma de hipertensos.
Abstract: The research about the association between plasma levels of heat shock protein 72 kDa (eHSP72) and diseases such as systemic hypertension (SH), has been intriguing scientist because in normal conditions this protein is expressed at low levels. Exercise imposes a hemodynamic overload, and linked to hypertension, may enhance the plasma oxidative imbalance and eHSP72 content. However, it is not clear if the content of eHSP72 is related to the physical activity levels and also if eHSP72 have related to the potential antioxidant effects in hypertensive subjects. Objective: To analyze the relation between plasma eHSP72 concentrations and phycal activity levels and the influence on the redox state in hypertension subjects. Methods: This is a Cross-sectional study that evaluated 140 hypertensive patients (age 61 ± 11.1 years) treated by medication and accompanied by a primary care unit. Resting blood pressure, physical activity level by pedometer, and anthropometry (BMI and WC). EHSP72 plasma concentrations were evaluated (by ELISA), the activity of the antioxidant enzymes catalase (CAT) and superoxide dismutase (SOD) and lipid peroxidation levels (TBARS). Results: The controlled hypertensive (SBP 136.69 ± 18.33 mmHg) and (PAD 84.67 ± 10.3 mmHg), 75% are overweight/obesity, 77,9% inadequate WC and 57,9% are insufficiently active. The activity of antioxidant enzymes SOD and CAT was higher in active hypertensive with eHSP72 detectable plasma. Conclusion: The active hypertensive with detectable eHSP72 have higher activity of antioxidant enzymes SOD and CAT and lower lipid oxidative damage. The physically inactive hypertensive with out detectable eHSP72 have higher serum triglycerides. There is no difference between hypertensive with or without eHSP72 in SBP, DBP, liver enzymes and renal markers. Together, this results suggest that the antioxidant benefits of physical activity levels are related to eHSP72 content in plasma.
Palavras-chave: proteínas de choque térmico
hipertensão
estresse oxidativo
atividade física
heat-shock proteins
hypertension
oxidative stress
motor activity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: MARTINS, Eliara Ten Caten. Level of physical activity and plasma eHSP72 are associated with the plasma antioxidant capacity in hypertensive patients. 2015. 113 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/325
Data de defesa: 30-Jul-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Eliara Martins.pdf1,67 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.