Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/314
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos do pré-condicionamento isquêmico em subsequentes desempenhos de 50 metros na natação
Título(s) alternativo(s): Effects of remote ischemic preconditioning in subsequent 50 meters performance in swimming
Autor: Lisbôa, Felipe Domingos 
Primeiro orientador: Caputo, Fabrizio
Resumo: O presente estudo teve como objetivo verificar os efeitos do pré-condicionamento isquêmico (PCI) sobre o desempenho de 50 metros, nas variáveis técnicas e no lactato sanguíneo. Dez nadadores federados (20 ± 3 anos, 1,82 ± 0,05 m, 77 ± 5 kg e 24,79 ± 1,04 segundos nos 50 metros livres) participaram de um delineamento de medidas repetidas. O protocolo foi composto por três visitas, sendo a primeira uma avaliação antropométrica, a segunda e a terceira (em ordem randômica) a três subsequentes desempenhos de 50 metros em piscina olímpica, sendo o primeiro à uma hora (D1), o segundo a duas (D2) horas e o terceiro a oito horas (D8) após aplicação do PCI ou condição controle (CTRL). Além da medida de desempenho, foi mensurada a diferença (&#916;[Lac]) do lactato pico pós exercício do pré exercício de cada desempenho. Além disso, os índices técnicos referentes ao comprimento de braçada (CB), frequência de braçada (FB) e índice de braçada (IB) foram mensurados durante três trechos na fase de nado. PCI apresentou um efeito médio de 0,85 % de melhora no desempenho. Embora o efeito não tenha sido significativo em D1 (0,37 %; p = 0,25), em D2 e D8 houve um claro efeito do tratamento (1,02 % e 1,18 %; p < 0,01, respectivamente). Ainda, os dados de melhora no desempenho foram acompanhados por um maior &#916;[Lac] em D2 (PCI: 9,04 vs CTRL: 7,77 mmol/L; p < 0,01) e em D8 (PCI: 9,55 vs CTRL: 8,52 mmol/L; p = 0,05), como também, a análise por trechos dos índices técnicos permitiu identificar um maior comportamento da FB em D2 e em D8. Com base nestes resultados, pode-se sugerir que um intervalo mínimo de duas horas seja dado para que haja um efeito do PCI no desempenho, sendo que esse efeito perdura por pelo menos 8 horas. Além disso, é provável que uma maior contribuição glicolítica, refletida pelo maior &#916;[Lac], possa ter levado a uma maior FB e consequente melhora no desempenho em D2 e D8 após aplicação do PCI.
Abstract: The present study aimed to determine the effects of Ischemic preconditioning (IPC) on 50 meters swim performance, in the technical variables and in blood lactate. Ten federated swimmers (20 ± 3 years, 1.82 ± 0.05 m, 77 ± 5 kg and 24.79 ± 1.04 seconds in the 50 meters freestyle) participated in a repeated measures design. The protocol consisted of three visits, anthropometric assessment were performed in the first visit, the second and third (random order) to three subsequent 50 meters performances in an Olympic pool. The first was performed at one hour (D1), the second at two hours (D2) and third at eight hours (D8) after application of IPC or control condition (CTRL). In addition to performance measurement, was measured the blood lactate accumulation (&#916; [Lac]), furthermore, the technical parameters relating to the stroke length (SL), stroke frequency (SR) and stroke index (SI) were measured over three passages during the race. IPC had a 0.85% mean effect in performance improvement. Although the effect was not significant in D1 (0.37 %, p = 0.25), there was a clear effect of treatment in D2 and D8 (1.02 % and 1.18 %; p < 0.01, respectively). Moreover, the improvement in performance was accompanied by an increasing in &#916;[Lac] in D2 (IPC: 9.04 vs CTRL: 7.77 mmol/L; p < 0.01) and in D8 (IPC: 9.55 vs CTRL: 8.52 mmol/L; p = 0.05), as well as the analysis of technical index during each passage identified a greater SR in D2 and D8. Based on our results, we suggest that a minimum of two hours should be given for there a positive effect of IPC on performance, and this effect remains at least eight hours. In addition, it is likely that increased glycolytic contribution, reflected by higher &#916;[Lac], may have led a greater SR and a consequent improvement in performance in D2 and D8 after IPC application.
Palavras-chave: desempenho anaeróbio
auxílio ergogênico
lactato
cinemática
sprint
anaerobic performance
ergogenic aid
lactate
kinematic
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: LISBÔA, Felipe Domingos. Effects of remote ischemic preconditioning in subsequent 50 meters performance in swimming. 2016. 2 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2016.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/314
Data de defesa: 27-Jun-2016
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Felipe Lisboa.pdf106,01 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.