Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/304
Tipo do documento: Dissertação
Título: Saúde e lazer de trabalhadores diurnos e noturnos
Título(s) alternativo(s): Health and leisure day and night workers
Autor: Andrade, Rubian Diego 
Primeiro orientador: Pereira, érico Felden
Resumo: Os objetivos desde estudo foram: propor e analisar a validade de construto da Escala de Preferências no Lazer (EPL) para identificação das preferências e envolvimento em práticas vivenciadas nos diferentes contextos do lazer em adultos; e investigar as associações entre as preferências no lazer e saúde de trabalhadores de diferentes turnos de industriários da Grande Florianópolis. Para isso, constituíram-se duas amostras: a A contou com a participação de 51 adultos oriundos de diferentes profissões. Com estes indivíduos foi verificada a reprodutibilidade da EPL. Já a amostra B foi composta por 885 participantes trabalhadores da indústria, de diferentes funções, da região da grande Florianópolis. Com esta amostra B verificou-se a consistência interna do instrumento. O processo de validação da escala deu-se por meio de três etapas; a) análise de conteúdo por cinco doutores pesquisadores do lazer, que avaliaram o instrumento quanto à clareza da linguagem e pertinência prática o que permitiu o cálculo do coeficiente de validade de conteúdo (CVC); b) reprodutibilidade em teste-reteste para o cálculo do coeficiente de variação temporal; e c) análise de consistência interna. A avaliação de conteúdo apresentou coeficientes adequados, tanto com relação à clareza da linguagem (CVCt=0,951) quanto para a pertinência prática (CVCt=0,925). Os coeficientes de variação temporal (teste-reteste) indicaram valores de reprodutibilidade aceitáveis (&#8805;0,70), sem diferenças significativas entre as avaliações (p>0,05). A escala apresentou adequada consistência interna com Alpha Cronbach=0,719. Desta forma, a EPL apresentou valores aceitáveis de qualidade psicométrica em sua estrutura, podendo ser utilizada em pesquisas com o objetivo de investigar as preferências e envolvimento nos diferentes conteúdos do lazer em adultos. A amostra B também foi utilizada para responder ao segundo objetivo do estudo. Para as questões de saúde utilizou-se o IPAQ versão curta, o Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI) e o questionário de matutinidade e vespertinidade de Horne-Ostberg, para análise da atividade física, qualidade do sono e cronotipo, respectivamente. Entre as questões do trabalho investigadas destacam-se, o tipo de trabalho realizado, a ocupação em outra atividade remunerada, tempo na empresa, escolaridade e renda. Para o cálculo da diferença entre as médias, utilizou-se o teste de Kruskal-Wallis e o teste de Qui-Quadrado. Na análise de correlação entre as variáveis contínuas, fez-se uso do teste de Spearman. Os dados foram analisados nos softwares, SPSS 20.0, BioEstat 5.0 e GPower 3.0. Para todas as análises adotou-se um nível de significância de 5%. A média de idade dos trabalhadores foi de 31,1(8,5) anos, sendo 58,0% do sexo feminino. Identificou-se diferença estatística entre os turnos com relação à qualidade do sono (p<0,001), com prevalência de 35,6% de distúrbios do sono nos trabalhadores noturnos. Entre esses, 16,7% possuíam características matutinas e 68,6% relataram faltas ao trabalho no último ano por questões de saúde. O consumo de bebidas cafeinadas (33,3%) e de cigarros (21,6%) também foi maior entre os trabalhadores noturnos. Apesar disso, o tempo em atividade física vigorosa foi maior nesses trabalhadores, com média de 75,5 minutos por semana. Trabalhadores em turnos possuíam menor remuneração (p<0,001) e maior frequência de um segundo emprego (p=0,002) em comparação do turno geral. Entre as questões relacionadas ao lazer, identificou-se diferença nos conteúdos artísticos (p=0,046), físico-esportivo (p=0,048) e turístico (p=0,004) entre os trabalhadores de diferentes turnos. Acredita-se que os resultados deste estudo possam servir de base para novas políticas públicas de lazer ao trabalhador catarinense, bem como melhor entendimento por parte das organizações quanto à importância na seleção dos trabalhadores para o turno noturno de acordo com o seu cronotipo a fim de preservar a qualidade de vida dos seus funcionários.
Palavras-chave: atividade de lazer
estudos de validação
trabalho em turnos
saúde do trabalhador
leisure activity
validation studies
shift work
worker health
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: ANDRADE, Rubian Diego. Health and leisure day and night workers. 2015. 4 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/304
Data de defesa: 11-Jun-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Resumo - Rubian Diego Andrade.pdf94,22 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.