Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/254
Tipo do documento: Dissertação
Título: Influência do sedentarismo e obesidade no diabetes mellitus gestacional
Título(s) alternativo(s): Influence of the sedentary lifestyle and obesity gestational diabetes mellitus
Autor: Panigas, Tiago Facchini 
Primeiro orientador: Carvalho, Tales de
Resumo: O diabetes mellitus gestacional apresenta-se como importante problema de saúde pública, sendo a doença de maior incidência durante a gestação. O tratamento inclui a mudança de hábitos alimentares e incremento da atividade física. O objetivo desse estudo foi analisar a influência da obesidade e da atividade física em gestantes acometidas de diabetes mellitus gestacional. Em estudo epidemiológico do tipo caso-controle, foram avaliadas 23 gestantes com diabetes mellitus gestacional (GDMG) e 23 gestantes normoglicêmicas (GC), sendo que 17,4% eram negras (GDMG 21,7% e GC 13%), 13% tabagistas (GDMG 13% e GC 13%) e 39,1% nulíparas (GDMG 26,1% e GC 52,2%). A média de idade da amostra foi de 30,3 ± 5,4 anos (GDMG 31,3 ± 4,7 e GC 29,2 ± 5,9 anos) e o índice de massa corporal foi de 30,6 ± 7,5 Kg/m2 (GDMG 34,29 ± 7,70 e GC 27,02 ± 5,27 Kg/m2). As gestantes foram selecionadas em maternidades públicas e postos de saúde da cidade de Florianópolis, Santa Catarina. O nível de atividade física de esporte/exercício, transporte/locomoção, tarefas domésticas, ocupacionais, lazer e cuidar de outras pessoas, referente às 20 primeiras semanas gestacionais, foi quantificado por meio da aplicação do Questionário de atividade física para gestantes (QAFG), oriundo do Pregnancy Physical Activity Questionnaire (PPAQ). Os domínios relacionados às tarefas domésticas (OR=1,06; 95% IC; 1,02-1,11; p=0,01) e ao tempo destinado a assistir televisão (OR=1,07; 95% IC:1,02-1,14; p=0,01), embora com diferença estatisticamente significante, na prática foi considerada irrelevante pela desprezível diferença, assim como os relacionados à atividade física esporte/exercício, atividades ocupacionais, cuidar de outras pessoas, lazer e transporte e locomoção que não apresentaram associação estatisticamente significativa com o risco de DMG. Somente o IMC superior a 30 Kg/m2 aumentou consideravelmente o risco das gestantes de adquirir DMG (OR=6,86; 95% IC: 2,69-25,17; p=0,01). As gestantes de ambos os grupos apresentaram baixos nível a atividade física de esporte/exercício (GDMG 21,7% e GC 30,4% ativas), sendo que o nível de sedentarismo em ambos os grupos foi igualmente elevado.
Abstract: The gestational diabetes mellitus (GDM) has been presented as an important problem of public health, it has been the disease with highest incidence during pregnancy. The treatment includes changes in eating habits and increment of physical activity. The aim of this study was to analyze the influence of obesity and physical activity in pregnant women suffered from gestational diabetes mellitus. In epidemiological case-control study, were evaluated 23 pregnant women with gestational diabetes mellitus (GDMG) and 23 normoglycemic pregnant women (CG), and 17.4% were black (GDMG 21.7% and 13% CG), 13% smokers (GDMG 13% and 13% CG) and 39.1% nulliparous (GDMG 26.1% and 52.2% CG). The average age of the sample was 30.3 ± 5.4 years (GDMG 31.3 ± 4.7 and CG 29.2 ± 5.9 years) and body mass index was 30.6 ± 7.5 kg/m2 (GDMG 34.29 ± 7.70 and CG 27.02 ± 5.27 kg/m2). The women were selected from public maternities and public clinics in the city of Florianópolis, Santa Catarina. The level of physical activity in sport / exercise, transportation / mobility, housework, occupational, leisure and care for others, referring to the 20 first weeks of pregnancy, was quantified through the application of physical activity questionnaire for pregnant women (PAQPW) coming from the Pregnancy Physical Activity Questionnaire (PPAQ). The fields related to housework (OR = 1.06, 95% CI: 1.02 to 1.11, p = 0.01) and the time devoted to watching television (OR = 1.07, 95% CI: 1 0.02 to 1, 14, p = 0.01), albeit with a significant statistical difference, in practice was deemed irrelevant by the negligible difference, as those related to physical activity, sport / exercise, occupational activities, caring for others, leisure, transportation and movement did not present significant association with risk of GDM. Only BMI above 30 kg/m2 increased substantially the risk of pregnant women to acquire GDM (OR = 6.86, 95% CI: 2.69 to 25.17, p = 0.01). The women in both groups had low physical activity level of sport / exercise (GDMG 21.7% and 30.4% active GC), and the level of inactivity in both groups was also high.
Palavras-chave: atividade física
exercício físico
fatores de risco
tarefas domésticas
tempo destinado a assistir televisão
diabetes
physical activity
exercise
risk factors
household chores
time devoted to watching television
diabetes
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: PANIGAS, Tiago Facchini. Influence of the sedentary lifestyle and obesity gestational diabetes mellitus. 2012. 46 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/254
Data de defesa: 29-Fev-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Tiago Facchini Panigas.pdf1,1 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.