Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/250
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeitos da aplicação da EPAP sobre a tolerância ao esforço em indivíduos portadores de insuficiência cardíaca
Título(s) alternativo(s): Effects of application of EPAP on exercise tolerance in individuals with heart failure
Autor: Thofehrn, Claudia 
Primeiro orientador: Benetti, Magnus
Resumo: Pacientes portadores de Insuficiência Cardíaca (IC) frequentemente são limitados pela dispnéia e fadiga, muitas vezes agravadas pela congestão pulmonar presentes nesta síndrome. A eficácia da Pressão Positiva Expiratória nas Vias Aéreas (EPAP) já foi testada em diversas populações, como em pós-operatório de cirurgia de revascularização miocárdica, doença pulmonar obstrutiva crônica estável e apneia obstrutiva do sono, proporcionando efeitos como a variação na pressão intra-alveolar, aumento da capacidade residual funcional, redistribuição do líquido extravascular e diminuição do shunt intrapulmonar. Na tentativa de reduzir a dispnéia e o trabalho ventilatório em portadores de IC o uso da EPAP é uma alternativa terapêutica, tendo em vista seus efeitos benéficos e considerando que as alterações na função pulmonar estão relacionadas à edema pulmonar. O objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos da utilização da EPAP sobre a tolerância ao esforço em indivíduos portadores de IC, classe funcional II e III (NYHA). Para a amostra, foram selecionados 28 pacientes com FEVE < 40%, os quais realizaram três testes de caminhada de 6 minutos (TC6 ): aprendizado, com uso da EPAP e sem uso da mesma. Para gerar a pressão positiva expiratória, adaptou-se à uma máscara um resistor expiratório por carga de mola ajustado para oferecer uma pressão de 8 cmH2O. A comparação entre os dados obtidos foi realizada por meio de teste t pareado ou teste de Wilcoxon, conforme a normalidade dos dados. Como resultado, verificou-se que o uso da EPAP aumentou sem significância o volume minuto, porém a percepção de esforço foi maior após o TC6 que associou o uso da pressão positiva. Com relação à saturação de oxigênio, o uso da EPAP no TC6 elevou a mesma significativamente, apesar das saturações basais encontrarem-se dentro de parâmetros normais antes da realização do teste. Concluiu-se que o uso da EPAP não promoveu aumento na tolerância ao esforço em indivíduos portadores de IC no TC6 , porém, há a necessidade de estudos adicionais que testem níveis diferentes da mesma no treinamento a longo prazo e/ou analisem pacientes com graus de descompensação clínica mais acentuada.
Abstract: Patients with heart failure (HF) are often limited by dyspnea and fatigue, often aggravated by pulmonary congestion present in this syndrome. Efficacy of Positive Expiratory Pressure Airway (EPAP) has been tested in diverse populations, as in the postoperative period of CABG surgery, stable chronic obstructive pulmonary disease and obstructive sleep apnea, providing effects such as variation in intraocular pressure alveolar, increased functional residual capacity, redistribution of extravascular fluid and decreased intrapulmonary shunt. In an attempt to reduce dyspnea and respiratory work in patients with HF using the EPAP is a therapeutic alternative in view of its beneficial effects and considering the changes in lung function are related to pulmonary edema. The aim of this study was to evaluate the effects of the use of EPAP on exercise tolerance in patients with HF, functional class II and III (NYHA). For the sample, we selected 28 patients with LVEF <40%, which conducted three tests of 6-minute walk (6MWT): learning with and without use of EPAP use of it. To generate a positive expiratory pressure, adapted to the mask expiratory resistor by a spring loaded set to offer a pressure of 8 cmH2O. The comparison between the data obtained was performed by paired t test or Wilcoxon test, depending on the normality of the data. As a result, it was found that the use of EPAP increased without significant minute volume and the perception of effort was increased after 6MWT that the associated use of positive pressure. With regard to oxygen saturation, the use of EPAP in 6MWT increased significantly the same, despite the finding baseline saturations were within normal parameters before testing. It was concluded that the use of EPAP did not increase exercise tolerance in patients with HF in the 6MWT, but there is a need for additional studies to test different levels of the same long-term training and / or analyze patients with degrees of clinic more pronounced.
Palavras-chave: insuficiência cardíaca
pressão positiva expiratória nas vias aéreas
tolerância ao exercício
heart failure
expiratory positive airway
exercise tolerance
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::EDUCACAO FISICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Ciência do Movimento Humano
Programa: Mestrado em Ciências do Movimento Humano
Citação: THOFEHRN, Claudia. Effects of application of EPAP on exercise tolerance in individuals with heart failure. 2012. 56 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/250
Data de defesa: 2-Mar-2012
Aparece nas coleções:Mestrado em Ciências do Movimento Humano

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Claudia Thofehrn.pdf785,29 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.