Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/205
Tipo do documento: Dissertação
Título: Parcerias e alianças intersetoriais: potencialidades e desfios ao terceiro setor
Título(s) alternativo(s): Intersectoral partnerships and alliances: potentials and challenges for the Third Sector
Autor: Bittencourt, João Paulo
Primeiro orientador: Feuerschütte, Simone Ghisi
Resumo: A presente pesquisa parte de uma reflexão a respeito da crescente complexidade dos problemas sociais, em especial aqueles relacionados à educação no Brasil. Propõe-se que a atuação intersetorial em colaboração nessa área já não é mais uma opção, mas sim um imperativo. O objetivo geral do estudo foi analisar a configuração das parcerias e das alianças intersetoriais estabelecidas com o Estado por Organizações do Terceiro Setor que atuam na área da educação na região metropolitana de Florianópolis. Os elementos metodológicos corresponderam à natureza qualitativa, descritiva e explicativa da pesquisa. Os procedimentos adotados como estratégias de investigação foram a entrevista semiestruturada com gestores das organizações e a aplicação posterior de um instrumento de avaliação em forma de questionário. Os relacionamentos apresentaram-se em sua totalidade como parcerias intersetoriais, embora alguns se tenham aproximado do que se entende como aliança intersetorial. Entre os principais desafios das organizações nessa relação, destacam-se a falta de sistemas de avaliações de projetos e de planejamento conjunto de objetivos e papéis, bem como a existência de diferentes lógicas entre os atores do Terceiro Setor a respeito de sua identidade na relação. As potencialidades destacadas são a sustentabilidade financeira, o comprometimento mútuo com as questões sociais e a autonomia das Organizações do Terceiro Setor
Abstract: The following research started from a reflection about the growing complexity of social problems, particularly those related to education in Brazil. It is proposed that the performance intersectoral collaboration in this area is no longer an option but an imperative. The general goal of the study was to analyze the configuration of intersectoral partnerships and alliances established with the State and Third Sector Organizations working in education in the metropolitan region of Florianópolis. The methodological elements corresponded to the qualitative, descriptive and explanatory research. The procedures adopted as research strategies were semi-structured interviews with managers of organizations and the subsequent application of an assessment tool in the form of a questionnaire. The relationships presented in its entirety as intersectoral partnerships, although some have approached what is meant as an intersectoral alliance. Among the main challenges faced by organizations in this respect, we highlight the lack of systems for assessment of projects and joint planning of goals and roles, and the existence of different logics between the actors of the Third Sector about their identity in relation. Highlighted are the potential financial sustainability, the mutual commitment to social issues and the empowerment of Third Sector organizations
Palavras-chave: Parcerias
Alianças intersetoriais
Terceiro setor
Estado
Terceiro setor
Parceria público-privada
Alianças estratégicas (negócios)
Partnerships
Intersectoral alliances
Third sector
State
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Administração
Programa: Mestrado em Administração - Profissionalizante
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/205
Data de defesa: 28-Mai-2010
Aparece nas coleções:Mestrado Profissional - Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
JoaoPaulo.pdf1,42 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.