Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1476
Tipo do documento: Dissertação
Título: "Vou andar por aí" : o balanço, a música e a bossa de Luiz Henrique Rosa (1960-1975)
Autor: Corrêa, Wellinton Carlos 
Primeiro orientador: Oliveira, Márcia Ramos de
Resumo: A dissertação está centrada na análise das experiências artísticas do músico catarinense Luiz Henrique Rosa (1938-1985) no campo da música popular, bem como nas memórias e esquecimentos em relação ao artista. Essa análise acontece em várias fases da vida do músico, sobretudo de 1960 a 1975, período de maior gravação de discos pelo artista. Estende-se ainda às repercussões de seu trabalho no tempo presente. Neste sentido, utilizando-se como apoio conceitos de Pierre Bourdieu e as teorias de identificação de Stuart Hall, esta pesquisa leva em conta os aspectos que se relacionam à vida pública de Luiz Henrique Rosa para compreender também a atuação de outros atores sociais nos diversos contextos, nacional e internacional da música popular brasileira. Perpassam toda pesquisa autores referenciais da História Oral, como Alessandro Portelli e Lucília Delgado, autores que trabalharam memória e esquecimento, como Maurice Halbwachs, Eclea Bosi e Andreas Huyssen, além dos referenciais teóricometodológicos de Marcos Napolitano e Márcia Ramos de Oliveira para a análise das canções. Tendo por recorte a cidade de Florianópolis, onde este músico iniciou sua trajetória artística, o trabalho busca compreender como aconteceram os deslocamentos nos seus diversos campos de atuação entre 1960 a 1975, junto às mediações e identificações que estabeleceu durante sua vida. Para tanto foram utilizadas, além das fontes escritas e audiovisuais, também fonogramas, canções registradas em disco e o desenvolvimento de entrevistas com artistas e participantes do cenário musical estudado, através da metodologia da História Oral.
Abstract: The dissertation focuses on the analysis of the artistic experiences of the Santa Catarina musician Luiz Henrique Rosa (1938-1985) in the field of popular music, as well as the memories and forgetfulness in relation to the artist. This analysis takes place at various stages of the musician life, especially from 1960 to 1975, a period of recorded albums by the artist. It extends also to the repercussions of his work at this time. In this sense, using as support concepts of Pierre Bourdieu and Stuart Hall identification theories, this research takes into account the aspects that relate to Luiz Henrique Rosa public life to also understand the role of other social actors in different contexts, national and international of Brazilian popular music. Pervade all references authors Search oral history, as Alessandro Portelli and Lucília Delgado, authors working memory and forgetting, as Maurice Halbwachs, Ecléa Bosi and Andreas Huyssen, plus the theoretical and methodological references of Marcos Napolitano and Marcia Ramos de Oliveira for analysis the songs. Having cut by the city of Florianopolis, where this musician began his artistic career, this work seeks to understand how the displacements happened in their various fields of activity between 1960-1975, with the mediations and identifications that established during his lifetime. For that were used, beyond the written and audiovisual sources, also phonograms, disk recorded songs and the development of interviews with artists and participants from the music scene studied by the Oral History methodology.
Palavras-chave: Música popular - Brasil
Bossa-nova
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: História
Programa: Mestrado em História
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1476
Data de defesa: 4-Ago-2015
Aparece nas coleções:Mestrado em História

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
125059.pdf1,59 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.