Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1352
Tipo do documento: Dissertação
Título: Aprendizagem musical no canto coral: interações entre jovens em uma comunidade de prática
Título(s) alternativo(s): Learning music in the choral singing: interactions between young people in a community of practice
Autor: Andrade, Lucila Prestes de Souza Pires de
Primeiro orientador: Figueiredo, Sérgio Luiz Ferreira de
Resumo: Esta dissertação é uma pesquisa do tipo etnográfico que pretende compreender de que forma a interação social pode contribuir para o desenvolvimento e a aprendizagem musical dentro do coral jovem. Para tanto, o objeto de pesquisa escolhido foi o Coral Jovem do Instituto Adventista de Ensino de Santa Catarina (IAESC). O referencial utilizado baseia-se no conceito de comunidade de prática, como proposto por Lave e Wenger (1991), que postula que a aprendizagem acontece a partir das interações entre pessoas que desempenham uma mesma atividade, sendo a prática a principal responsável por esta aprendizagem. O trabalho procura compreender como a prática musical dos alunos contempla suas experiências anteriores bem como as atuais em música. Em seguida dedica-se a entender como as relações sociais entre os membros da comunidade de prática Coral Jovem do IAESC influenciam no desenvolvimento musical dos mesmos tendo em vista a troca de experiências musicais que acontece diariamente naquele contexto. Finalmente, a partir da perspectiva dos alunos entrevistados, reflete sobre as aprendizagens musicais e extra-musicais proporcionadas pela experiência coral e como esta aprendizagem acontece na perspectiva social. Os resultados confirmam a importância das interações sociais como incentivadoras e promotoras de experiências musicais que resultam na aprendizagem e desenvolvimento e sugerem a utilização deste recurso no processo educativo-musical
Abstract: This dissertation is an ethnographic research seeking to understand how social interaction can contribute to the development and music learning in the youth choir. For this, the chosen research object was the Youth Choir of the Adventist Institute of Education of Santa Catarina. The reference used is based on the concept of community of practice, as proposed by Lave and Wenger (1991), from which the learning occurs from interactions between people who perform the same activity, the practice being primarily responsible for this learning. The work seeks to understand how the musical practice of students encompasses their past and current musical experiences. Then, the study devotes to understanding how social relations between members of the community of practice of the Youth Choir influence the musical development of the singers in order to exchange musical experiences that happen daily in that context. Finally, from the perspective of the interviewed students, the research reflects on musical and extra-musical learning experiences offered by the choir and how this learning occurs, from the social perspective. The results confirm the importance of social interactions as motivators and promoters of musical experiences that result in learning and development, and suggest the use of this resource in music education
Palavras-chave: Educação musical
Canto coral
Aprendizagem musical
Comunidade de prática
Juventude
Música -instrução e estudo
Interação social
Music education
Choral singing
Musical Learning
Community of practice
Youth
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::MUSICA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Teatro
Programa: Mestrado em Teatro
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1352
Data de defesa: 27-Mai-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Teatro

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Lucila.pdf863,74 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.