Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1278
Tipo do documento: Dissertação
Título: Nas entrelinhas do corpo e do movimento : a experiência do dançar nas companhias Grupo Cena 11 Cia. de dança e Peeping Tom Company
Título(s) alternativo(s): Between the lines of body and movement: the experience of dancing in Grupo Cena 11 Cia. de Dança and Peeping Tom Company
Autor: Vieira, Maria Carolina 
Primeiro orientador: Nunes, Sandra Meyer
Resumo: Na presente dissertação descrevo algumas experiências que tive em dança contemporânea, levantando questões que, a partir do ponto de vista do intérprete, problematizam o seu lugar e a experiência do dançar. Para isso, trago duas experiências artísticas que vivenciei simultaneamente durante esta pesquisa: minha atuação como bailarina nas companhias Grupo Cena 11 Cia. de Dança, de Florianópolis/Brasil, e Peeping Tom Company, de Bruxelas/Bélgica. Nessas companhias participei de processos de aprendizagem de seus princípios técnicos/estéticos específicos, o que me possibilitou conhecer seus universos artísticos e interesses de investigação do corpo e do movimento. O foco deste trabalho é articular esses interesses partindo de vivências corporais, ou seja, levantar questões sobre modos de pensar/fazer dança nessas duas companhias a partir do ato de dançar. Foram dois anos de aulas e ensaios com o Grupo Cena 11 na criação do espetáculo Carta de Amor ao Inimigo e apresentações com o espetáculo Guia de Ideias Correlatas, bem como dois anos de turnê com o Peeping Tom apresentando o espetáculo 32 Rue Vandenbranden e o início da criação em andamento do novo espetáculo do grupo Vader, vivências que me forneceram material para buscar modos de praticar e elucidar conceitos que são experiências do corpo; ou melhor, investigar como o corpo elabora conceitos e ainda como eles, corpo e conceito, se relacionam com a obra artística num processo de criação nas duas companhias. A noção de autoetnografia, cartografia e clínica fornecem vetores para a descrição dessas práticas, articulada a autores como Sylvie Fortin, Thereza Rocha, Isabelle Launay, Isabelle Ginot, Francisco Varela, Humberto Maturana, José Gil, Hans-Thies Lehmann, Jussara Xavier e Sandra Meyer.
Abstract: In this dissertation I describe my experiences in contemporary dance raising issues from the point of view of the dancer that question the place of the interpreter and the phenomenon of dancing. To do this, I bring two artistic experiences that I simultaneously experienced during my research, working as a dancer in the companies Grupo Cena 11 Cia. de Dança, Florianópolis/BR, and Peeping Tom Company, Brussels/ BE. In these companies, I participated learning their processes of specific technical/aesthetic principles which allowed me to meet their artistic universes and their research interests in body movement. My focus is to articulate those interests starting from body experiences, in other words, to raise questions about ways of thinking-making these two dance companies trough the act of dancing. I spent two years taking classes and rehearsing with the group Cena 11 following the creation of the show Carta de Amor ao Inimigo (Love Letter to the Enemy) and presenting the show Guia de Ideias Correlatas (Guide of related ideas), and two years touring with the Peeping Tom with the show 32 Rue Vandenbranden (Vandenbranden street, n.32) and the beginning of the creation of Vater (Father). With these experiences I have provided material to seek ways to practice and clarify concepts that are experiences of the body, or rather, to investigate how the body creates concepts and how both, body and concept, relate to the artistic work in a creative process in the two companies. The idea of self-ethnography, cartography and clinical provide vectors for the description of these practices, articulated with authors like Sylvie Fortin, Thereza Rocha, Francisco Varela, Humberto Maturana, Isabelle Launay, Isabelle Ginot, José Gil, Hans-Thies Lehmann, Jussara Xavier and Sandra Meyer.
Palavras-chave: Teatro
Dança
Experiência do dançar
Intérprete
Grupo Cena 11 Cia. de Dança
Peeping Tom Company.
Experience of dancing
Interpreter
Grupo Cena 11 Cia. de Dança
Peeping Tom Company.
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::TEATRO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Teatro
Programa: Mestrado em Teatro
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1278
Data de defesa: 26-Fev-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Teatro

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
115725-11.pdf30,42 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.