Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1244
Tipo do documento: Dissertação
Título: Critérios para aplicação de fungicidas visando ao controle de doenças foliares do feijoeiro comum e análise econômica
Título(s) alternativo(s): Criteria for application of fungicides to the control of leves diseases of the common bean and economic analysis
Autor: Krieger, Izabel 
Primeiro orientador: Casa, Ricardo Trezzi
Resumo: As indicações para o início da aplicação de fungicidas no feijoeiro comum são escassas e pouco precisas, seguindo diferentes critérios, como: estádios fenológicos, programa fixo de calendário, informações sobre condições climáticas, densidade de inóculo na área e intensidade da doença na planta. Na maioria destes casos as aplicações de fungicidas são feitas de modo preventivo, sem a ocorrência da doença. Este fato tem levado ao uso irracional de fungicidas, com o aumento do custo de produção e ameaça ao meio ambiente. O presente trabalho teve como objetivo comparar critérios para tomada de decisão de aplicações de fungicidas visando o controle da antracnose, mancha angular e ferrugem do feijoeiro comum. Os experimentos foram conduzidos em lavoura comercial, em Vacaria, RS, na safra 2005, com parcelas de 3 x 5 m, em delineamento de blocos casualizados, com quatro repetições. Foram avaliadas três cultivares, sendo aplicados dois fungicidas por cultivar: BRS Campeiro (trifenil hidróxido de estanho e azoxistrobina + ciproconazole), IPR Uirapuru (tiofanato metílico + clorotalonil e tetraconazole) e BRS Valente (trifloxystrobina + propiconazole e tebuconazole). Os critérios para a aplicação foram: calendário fixo (CF), estádio de desenvolvimento (ED) e limiar de dano econômico (LDE) de 10 % e 20 % de incidência. Semanalmente avaliou-se a incidência e a severidade, coletando-se 20 trifólios ao acaso por parcela, desde o primeiro trifólio até a maturação fisiológica. Os valores de incidência e severidade foram submetidos à área abaixo da curva de progresso de doença (AACPD). Foram colhidas manualmente todas as plantas em um metro quadrado no centro de cada parcela para o cálculo da produtividade e para a patologia dos grãos. Por último, foi realizada uma análise econômica, avaliando os custos dos seis fungicidas utilizados neste trabalho, o amassamento feito por três tipos de pulverizadores (montado, rebocado e um autopropelido modelo Uniport) e os custos fixos e variáveis do trator. Os dados da AACPD, produtividade, massa de mil grãos e patologia de sementes foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5 % de probabilidade. No CF e ED foram realizadas três aplicações de fungicidas, sendo que as duas primeiras com os fungicidas direcionados à antracnose e mancha angular e a última aplicação, com os fungicidas para a ferrugem. No LDE 10 % e LDE 20 % foi realizada somente uma aplicação com os fungicidas direcionados para a ferrugem. Devido à sanidade das sementes, uso da rotação de culturas e aliada à irregularidade das precipitações pluviais, não foi detectado antracnose e mancha angular em nenhuma época de avaliação. Dentre as doenças fúngicas, detectou-se somente a ferrugem a partir da quarta avaliação. Os dados da AACPD para ferrugem demonstraram que a intensidade da doença nas três cultivares foram baixos. A cultivar IPR Uirapuru foi mais suscetível à ferrugem, enquanto a BRS Campeiro mais tolerante. Não foram detectadas diferenças significativas no rendimento de grãos e na massa de mil grãos entre os tratamentos nas três cultivares de feijão. Na patologia dos grãos, não foram detectados os fungos Colletotrichum lindemunthianum e Phaeoisariopsis griseola, indicando que a sanidade dos grãos foi um reflexo da sanidade das plantas durante período de cultivo. Na produtividade, o ganho obtido na cultivar BRS Campeiro (67 kg ou R$ 78,15), não cobre o custo de uma única entrada para a aplicação dos fungicidas testados na lavoura. Na IPR Uirapuru, com maior ganho econômico (124 kg ou R$ 144,66), o custo do controle foi coberto somente com uma aplicação e em determinados casos, a considerar o fungicida e o tipo de pulverizador. Concluiu-se que aplicações preventivas no C.F. e E.D são desnecessárias quando a fonte de inoculo primário da antracnose e mancha angular for eliminada e a intensidade da ferrugem for baixa
Abstract: The indications for the beginning of the application of fungicides to control the common bean diseases are scarce and few precise, following different criteria, as: growth stages, fixed program of calendar, information on climatic conditions, inoculum density and disease intensity in the plant.Most of these cases, the applications of fungicides are made in preventively, without disease occurrence. This fact has taken an irrational use of fungicides, with the increase of the cost of production and threat to the environment. The objective of this work was compared criteria for the decision of the fungicide application to control anthracnose, angular leaf spot and rust of the common bean.The experiments was carry out in a commercial field in Vacaria/RS, during the growing season of 2005, under no-till system and crop rotation, with plots the 3 x 5 m, in a randomized block design with four replications Three cultivars were evaluated, using two fungicides per cultivar: BRS Campeiro (triphenyltin hydroxide and azoxystrobin + cyproconazol), IPR Uirapuru (tiophanate methyl + chlorothalonil and tetraconazol) and BRS Valente (tryfloxystrobin + propiconazol and tebuconazol).The criteria for the fungicide application was: fixed calendar (FC), growth stage (GS) and threshold (LDE) of 10 % and 20 % of disease incidence. Weekly evaluation was carry out for disease incidence and severity of 20 trifoliolate leves at first trifoliolate leaf until physiological maturation. The values of disease incidence and severity were submitted to area under disease progress curve (AUDPC).The central plants of a square meter in each parcels were used to yield calculation and grain pathology. An economic analysis was carry through on the basis of the costs of the six fungicides, the kneading of three types of sprayer (mounted, towed and Uniport model) and the fixed and changeable costs of the tractor. The data of the AUDPC, yield, mass of thousand grains and seed´s pathology were submitted to analysis of variance and the averages compared by Tukey test at 5% of probability. In the FC and the GS criteria, three applications of fungicides were used, being the two first application with the fungicides to anthracnose and angular leaf spot disease and the last one to rust. For the LDE 10 % and LDE 20 % criteria it was only one application to control the rust disease. Due to seeds sanity by crop rotation and to the irregularity of pluvial precipitations, it was not detected anthracnose and angular leaf spot at none time of evaluation. Amongst the fungi diseases, the rust was detected only after the fourth evaluation. The data of the AUDPC for rust disease in the three cultivars was low. The cultivar IPR Uirapuru it was more susceptible to the rust disease, while the BRS Campeiro more tolerant. Significant differences was not detected in the grains yield and the mass of a thousand grains between treatments and cultivars. Colletotrichum lindemunthianum and Phaeisariopsis griseola was not detected in the grains, indicating the grains sanity was a consequence of plants health during the growth season. The yield of BRS Campeiro cultivar (67 kg or R$ 78,15), has not covered by the cost of the fungicide applications. Instead, in the IPU Uirapuru cultivar, with high economic production (124 kg or R$ 144,66), the cost of the fungicide applications to disease control it was covered by one application only in determinate cases, considering the types of fungicides e sprayers. It was concluded that preventive applications in F.C. and G.S. are unnecessary when the source of primary inoculum of anthracnose and angular leaf spot will be eliminated and the intensity the rust will be low
Palavras-chave: Feijão
Feijão - Doenças e pragas
Doenças e pragas - Controle
Beans
Beans - Diseases and pest
Diseases and pest - Control
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA::FITOSSANIDADE::FITOPATOLOGIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: KRIEGER, Izabel. Criteria for application of fungicides to the control of leves diseases of the common bean and economic analysis. 2006. 62 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2006.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1244
Data de defesa: 24-Fev-2006
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV07MA017.pdf308,94 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.