Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1208
Tipo do documento: Dissertação
Título: Desempenho viti-enológico da variedade Merlot produzida sobre diferentes porta-enxertos no Planalto Sul de Santa Catarina
Título(s) alternativo(s): Viticultural and oenological performance of Merlot variety grafted on different rootstocks in Southern Highlands of Santa Catarina State
Autor: Allebrandt, Ricardo 
Primeiro orientador: Rufato, Andrea de Rossi
Resumo: O uso de portaenxertos na viticultura surgiu na Europa, no final do século XIX, com a finalidade de controlar a filoxera, principal praga que ataca a videira européia (Vitis vinifera L.). Como consequência, o estudo da influência dos portaenxertos sobre as características vitícolas e enológicas das variedades copa tem se tornado cada vez mais importante. A vitivinicultura do Planalto Sul de Santa Catarina é uma atividade recente, quando comparada às regiões tradicionais de produção de uvas destinadas à elaboração de vinhos finos, carecendo de informações técnico-científicas a respeito de combinações entre portaenxertos e variedades copa que melhor se adaptem às condições ambientais da região. Este trabalho teve por objetivo avaliar o desempenho viti-enológico da variedade Merlot produzida sobre três portaenxertos e em dois municípios de elevadas altitudes de Santa Catarina. O estudo foi realizado em vinhedos comerciais localizados nos municípios de São Joaquim (1.300 m) e em Urubici (1.150 m). O plantio foi realizado em 2004, com espaçamento 1,5 x 3,0 m, e as plantas foram conduzidas em cordão duplo, com poda em esporões de duas gemas. Os ramos do ano foram conduzidos no sistema de sustentação em Y . As plantas da variedade Merlot em combinação com os portaenxertos 1103P, 3309C e 101-14, foram avaliadas durante os ciclos 2012/2013 e 2013/2014, quanto às seguintes variáveis: ciclo fenológico, produtividade, vigor, maturação tecnológica e fenólica. Além disso, a composição fenólica e cromática dos vinhos, provenientes de cada combinação, foram avaliadas por métodos de espectrofotometria. Os resultados revelaram que as plantas Merlot enxertada sobre 101-14 e 3309C apresentaram uma antecipação média de 5 dias em São Joaquim e 3 dias em Urubici, na ocorrência da mudança de cor das bagas, quando comparadas às plantas combinadas com 1103P. Esta antecipação possibilitou um maior acúmulo de soma térmica (GDD) até a data da colheita. Quando enxertada em 3309C e 101-14, a variedade Merlot produziu os menores números de ramos por metro linear de dossel, e em 3309C produziu o maior número de cachos por ramo. Quando enxertada sobre 1103P, produziu o menor número de cachos por ramo, a maior área foliar e o maior teor de clorofila nas folhas. Em Urubici, obteve-se maior produção de carga de frutos em plantas enxertadas sobre 101-14. O aumento da produção esteve relacionado com o aumento das características físicas do cacho. Portaenxertos que induziram baixo vigor, como 3309C e 101-14, adiantaram a maturação tecnológica. O portaenxerto 101-14 esteve relacionado ao maior acúmulo de antocianinas nas uvas e nos vinhos. As características cromáticas relacionadas à cor das antocianinas também foi maior nos vinhos da combinação de Merlot com 101-14
Abstract: The use of rootstocks in viticulture emerged in Europe in the late nineteenth century, in order to protect European grapevines (Vitis vinifera L.)from phylloxera. As a consequence, the study of the influence of rootstocks on wine and oenological characteristics of the scion has become increasingly important, since there is no other way to avoid the attack of phylloxera. Viticulture in the South Highlands of Santa Catarina State is a recent activity when compared to the main wine regions, technical and scientific information about combinations of rootstocks and canopy varieties best suited to the conditions environment of the region. This purpose of this thesis was to evaluate de performance of Merlot variety grafted onto three rootstocks, and grown in three different altitudes of highlands of Santa Catarina State. The study was conducted in two commercial vineyards located in the counties of São Joaquim (1.300 m) and Urubici (1.150 m). The vineyard was established in 2004, spacing 1,5 x 3,0 m, with vines trained to one trunk and bilateral cordons and winter-pruned to two bud spurs per vine. Shoots were positioned in a Y-shaped trellis system. Merlot grapevines grafted onto 1103P, 3309C and 101-14 were evaluated during 2012/2013 and 2013/2014 cycles, according to the following variables: phenology, production, vigor, technological and phenolic ripening. Besides that, the phenolic and chromatic compositions of the wines were evaluated by spectrophotometer. The results reveal that Merlot vines grafted onto 101-14 and 3309C showed an anticipation of 5 days in São Joaquim and 3 days in Urubici, in the occurrence of véraison compared to vines combined with 1103P. This anticipation conferred a greater GDD accumulation until harvest. The Merlot variety grafted onto 3309C and 101-14 produced the lowest number of canes per meter of canopy, and 3309C produced the largest number of cluster per shoot. When grafted on 1103P, Merlot produced the lowest number of cluster per shoot the larger leaf area and higher chlorophyll content per area unit of leaf. In Urubici, Merlot had yielded the highest fruit load in plants grafted on 101-14. The increase in production was associated with increased physical characteristics of clusters. Rootstocks that induced low vigor as 3309 and 101-14, advanced the technology maturation. The rootstock 101-14 was related to higher accumulation of anthocyanins in grapes and wines. Chromatic characteristics related to the color of anthocyanins was also higher in wines from Merlot grafted onto 101-14
Palavras-chave: Vitis vinifera L.
V. berlandieri x V. rupestris
V. riparia x V. rupestris
qualidade do vinho
Vitis vinifera L.
V.berlandieri x V. rupestris
V. riparia x V. rupestris
wine quality
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: ALLEBRANDT, Ricardo. Viticultural and oenological performance of Merlot variety grafted on different rootstocks in Southern Highlands of Santa Catarina State. 2014. 105 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1208
Data de defesa: 8-Ago-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV14MA154.pdf818,92 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.