Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1196
Tipo do documento: Dissertação
Título: Intensidade de míldio da videira em folha e podridão cinzenta em cacho em variedades viníferas sob diferentes sistemas de sustentação
Título(s) alternativo(s): Intensity of downy mildew in leaves and bunch rot in bunch on Vitis vinifera grapes in different training systems
Autor: Bem, Betina Pereira de 
Primeiro orientador: Bogo, Amauri
Resumo: Regiões de elevada altitude de Santa Catarina (SC) vem se destacando pela produção de vinhos finos de alta qualidade. O míldio (Plamospara viticola) e a podridão cinzenta (Botrytis cinerea) da videira são as principais doenças que afetam o cultivo de uvas viníferas (Vitis vinifera) na região. O objetivo do trabalho foi avaliar a intensidade de míldio em folha e podridão cinzenta no cacho sob diferentes sistemas de sustentação, bem como o teor de polifenóis totais nas cascas de variedades brancas. Foram realizados três experimentos durante os ciclos 2012/2013 e 2013/2014, sendo dois ensaios em vinhedos comerciais em São Joaquim/SC nas variedades Cabernet Sauvignon, Chardonnay e Sauvignon Blanc sob os sistemas de sustentação espaldeira e ypsilon (Y) e o terceiro ensaio em vinhedo experimental da Universidade do Estado de Santa Catarina CAV/UDESC em Lages/SC nas variedades C. Sauvignon e Merlot sob sistemas de sustentação latada descontínua, Geneva Double Curtin (GDC), espaldeira e cortina simples. A dinâmica temporal do míldio foi avaliada quinzenalmente após o início do aparecimento dos sintomas, sob condições de infecção natural, em folhas distribuídas em 4 ramos medianos marcados aleatoriamente com 5 repetições por tratamento. A epidemia foi comparada em relação ao início do aparecimento dos sintomas (IAS), tempo para atingir a máxima severidade e incidência da doença (TAMID e TAMSD), incidência máxima (Ymax), severidade máxima (Smax) e com os dados obtidos calculou-se as áreas abaixo da curva de progresso da incidência e severidade da doença (AACPID e AACPSD). Os dados foram analisados por regressão linear e ajustados para os modelos Logístico, Monomolecular e Gompertz. A intensidade de podridão cinzenta nos diferentes sistemas foi comparada no momento da colheita, em 5 repetições e 30 cachos aleatórios avaliados por tratamento. O sistema em ypsilon (Y) proporcionou uma maior intensidade de míldio e de podridão cinzenta da videira em relação ao sistema espaldeira, nas formas de manejo adotadas no vinhedo da variedade C. Sauvignon. O sistema GDC apresentou maior intensidade de míldio para variedade Merlot. As variedades brancas apresentaram maior intensidade de B. cinerea no sistema em ypsilon (Y). O teor de polifenóis totais foi superior no sistema ypsilon (Y) para variedade Chardonnay. Dos modelos matemáticos testados o modelo Gompertz foi o modelo que permitiu melhor ajuste dos dados. O sistema em ypsilon (Y) favorece o desenvolvimento do míldio e da podridão cinzenta quando técnicas de manejo adequadas não são aplicadas. O sistema espaldeira mostrou maior controle fitossanitário nas condições adotadas, sendo recomendado para produção de uvas viníferas nas regiões de elevada altitude no Planalto Sul de Santa Catarina
Abstract: Santa Catarina highlands have been recognized for the production of fine wines with high quality. Downy mildew (Plamopara viticola) and bunch rot (Botrytis cinerea) are the most important diseases that occur in this winemaking region. The aim of this work was determinate the intensity of downy mildew in leaves and bunch rot in bunches under different training systems, as well the content of total polyphenols in skin of white varieties. Three experiments were done during 2012/2013 and 2013/2014 cycles, two of them in commercials vineyards with Cabernet Sauvignon, Sauvignon Blanc and Chardonnay in São Joaquim/SC subjected to Y-trellis and vertical shoot positioning trellis (VSP) and the third experiment in a experimental vineyard at Santa Catarina State University (CAV/UDESC) in Lages/SC with Merlot and Cabernet Sauvignon varieties, subjected to Simple Curtin, VSP, Geneva Double Curtin (GDC) and T-Trellis(TT) training systems. Based in the data obtained the temporal dynamic of downy mildew were quantified bi-weekly from the first symptoms appearance under natural conditions on leaves distributed in four medium-height branches on each five replications per treatment. The disease was compared by the beginning of symptoms appearance (BSA); time to reach the maximum disease incidence and severity (TRMDI and TRMDS); maximum value of disease intensity and severity (Imax e Smax) and area under the disease progress curve (AUDPC) were calculated. The data were analyzed by linear regression and adjusted for the models Logistic, Monomolecular and Gompertz. The intensity of B. cinerea were evaluate at the harvest time, in five replicants where 30 randomily clusters were evaluated per treatment. The Y-trellis training system provided higher severity of downy mildew and bunch rot at Cabernet Sauvignon variety. The GDC system induced a high intensity of downy mildew at Merlot. Both white varieties evaluated, showed higher intensity of B. cinerea in Y-trellis when it was compared to VSP. The high concentration of total polyphenols was observed in Chardonnay subjected to Y-trellis system. The Gompertz model showed the best data fit. In conclusion, Y-trellis training system favors the development of downy mildew and bunch rot diseases when right management conditions are not adopted. VSP system showed the best disease control in this conditions and it is recommended to growing grapes to produce fine wines in highlands of Santa Catarina State
Palavras-chave: Plasmopara viticola
Botrytis cinerea
Vitis vinifera
sistemas de sustentação
Plasmopara viticola
Botrytis cinerea
Vitis vinifera
training system
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: BEM, Betina Pereira de. Intensity of downy mildew in leaves and bunch rot in bunch on Vitis vinifera grapes in different training systems. 2014. 164 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1196
Data de defesa: 13-Ago-2014
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV14MA140.pdf2,07 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.