Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1159
Tipo do documento: Dissertação
Título: Comportamento de oviposição, caracterização dos danos e controle da mosca-sul-americana (Anastrepha fraterculus) (Wiedemann, 1830) (Diptera: Tephritidae) em duas cultivares de pereira (Pyrus comunnis)
Título(s) alternativo(s): Oviposition behaviour, damage characterization and control of the South American fruit fly (Anastrepha fraterculus) (Wiedemann, 1830) (Diptera: Tephritidae), in two cultivars of pear (Pyrus comunnis)
Autor: Nunes, Marcelo Zanelato 
Primeiro orientador: Boff, Mari Inês Carissimi
Resumo: A pereira (Pyrus communis L.) pertence a família Rosaceae, é uma espécie nativa do continente asiático. O cultivo da pereira está estabelecido em países como Argentina e Chile. Nas regiões serranas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul o cultivo ainda e pequeno apesar da demanda pela fruta e das condições climáticas favoráveis ao seu cultivo. A quantidade de frutos de pera produzida pelas regiões produtoras brasileiras não atende a demanda, sendo necessária a importação de 90% da fruta que é consumida no território brasileiro. A ocorrência da mosca-dasfrutas (Anastrepha fraterculus) tem sido um problema nos pomares de pereira e tem causado um aumento dos custos de produção. O objetivo desse trabalho foi estudar a infestação de moscas-das-frutas relacionada a maturação dos frutos das cultivares de pera Packham`s e William`s, visando caracterizar os danos decorrente do ataque da moscas-das-frutas em frutos com diferentes estágios de maturação e correlacionar os fatores físico químicos dos frutos com a infestação da mosca-dasfrutas. Além disso, avaliar em laboratório a bioatividade de compostos naturais de origem vegetal e mineral em adultos de moscas-das-frutas. Para os experimentos realizou-se o ensacamento de frutos de pera das cultivares Packham`s e William`s quando os mesmos possuíam diâmetro transversal de aproximadamente 20 mm. No experimento de caracterização de dano a campo, os frutos foram infestados por dois casais de moscas em idade reprodutiva por 48 horas. No laboratório os frutos foram, individualizados em potes com capacidade para 750 mL e em seguida liberados dois casais de moscas por 48 horas. Além disso, também foram realizadas avaliações dos parâmetros químicos (sólidos solúveis totais e pH) e físicos (textura da casca e da polpa, coloração e tamanho) dos frutos. No campo buscou-se avaliar a ocorrência de queda, galerias e larvas no endocarpo dos frutos. No laboratório realizou-se a quantificação de larvas pupas e adultos nos frutos de cada estádio de maturação. Os frutos foram submetidos a imersão em cada um dos tratamentos que foram: óleo de andiroba, Azamax®, caulim, metidationa e água destilada e foram oferecidos a mosca-das-frutas em testes com e sem chance de escolha. Em ambos os testes foi avaliada a eficiência das substâncias utilizadas, além do número de larvas, pupas e adultos sobreviventes. Os frutos de pera da cultivar Packham`s não sofreram queda em razão da infestação da A. fraterculus e possibilitam o desenvolvimento larval a partir de 54,9 mm de diâmetro. Os frutos da cultivar William`s sofreram queda prematura decorrente do ataque da mosca-das-frutas e possibilitam o desenvolvimento larval a partit de 52,8 mm de diâmetro. As texturas da casca e da polpa afetam o início do ataque de A. fraterculus nos frutos de ambas as cultivares de pera. O óleo de andiroba mostrou-se interferir negativamente na oviposicao da mosca das frutas nos testes de laboratório com sem chance de escolha. Não houve resposta dos tratamentos a base de Azamax® e caulim sobre a oviposição, mortalidade de adultos, número de larvas, pupas e adultos encontradas nos frutos
Abstract: The pear (Pyrus communis) belongs to the family Rosaceae, is native from asian continent. The cultivation of pear is established in Latin American countries like Argentina and Chile and is in expansion in regions of southern highlands in Brazil. The quantity of fruits produced on Brazilian regions does not meet the demand, being necessary the importation of 90% of pear fruits that are consumed in Brazil. The occurrence of fruit flies (Anastrepha fraterculus) has been a problem on the pear orchards and has caused an increase of the production costs. The aim of this work was to study the infestation of flies related to fruit ripeness of Packham`s and William`s cultivars, in order to characterize the damage resulting from the attack of fruit flies in different stages of fruit maturation and correlate the physical and chemical factors of the fruits with the infestation of fruit flies. Besides, evaluate in laboratory the bioactivity of natural compounds of vegetal and mineral origin in adults of fruit flies. Fruit of Packham`s and William`s cultivars were bagged when they had diameter transversal approximately equal to 20 mm. On the experiment of damage characterization, the fruits were infested by two couples of flies in reproductive age for 48 hours. In laboratory the fruits were individualized in pots with capacity to 750 mL and then were released two couples of fruit flies for 48 hours. Besides, were performed evaluations of chemical (solid soluble and pH) and physical (texture of skin and flesh, color and size) fruit parameters. Field experiments sought to evaluate the occurrence of fruit dropping, galleries and larvae in the fruit endocarp. Laboratory experiments sought to quantify the number of larvae, pupae and adults on the fruits in each stage of maturation. The fruits were immersed in each of the treatments that were: andiroba oil, azadirachtin, kaolin, methidathion and distilled water, and were offered to the fruit flies in tests of free and no-choice. In both test was evaluated the efficiency of the substances and the number of larvae, pupae and adults that remained alive. The fruits of Packham`s cultivar did not suffered early dropping when infested by the fruit fly and enable larval development from 54.9 mm of diameter. The fruits of William`s cultivar suffered early dropping by the fruit fly attack and enable the larval development from 52.8 mm of diameter. The texture of skin and flesh of both cultivars affect the onset of the attack of the fly. Andiroba oil interfered negatively on the oviposition of the fly in laboratory tests with free and no-choice. There was not response of the treatments azadirachtin and kaolin on the oviposition, adult mortality, and number of larvae, pupae and adults found on the fruits
Palavras-chave: Pyrus communis
Anastrepha fraterculus
maturação de frutos
bioatividade
Pyrus communis
Anastrepha fraterculus
fruit ripeness
bioactivity
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: NUNES, Marcelo Zanelato. Oviposition behaviour, damage characterization and control of the South American fruit fly (Anastrepha fraterculus) (Wiedemann, 1830) (Diptera: Tephritidae), in two cultivars of pear (Pyrus comunnis). 2013. 64 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1159
Data de defesa: 15-Fev-2013
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV13MA111.pdf4,08 MBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.