Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1137
Tipo do documento: Dissertação
Título: Distribuição radicular e tempo de cocção em populações mutantes de feijão
Título(s) alternativo(s): Root distribution and cooking time of mutant common bean populations
Autor: Almeida, Carmelice Boff de 
Primeiro orientador: Coimbra, Jefferson Luís Meirelles
Resumo: Considerando o gradiente de nutrientes em profundidade do solo e a disponibilidade hídrica, é de suma importância a presença de um amplo e bem distribuído sistema radicular nas camadas do solo. Deste modo, a criação de genótipos com sistema radicular bem desenvolvido é de interesse aos programas de melhoramento de feijão. Outra característica almejada e de relevância aos programas de melhoramento é o reduzido tempo de cocção dos grãos de feijão, pois a mesma é crucial para a aceitação de uma cultivar. No entanto, para a atuação do melhorista é necessário disponibilidade de variabilidade genética, podendo esta ser gerada por meio da mutação induzida. Neste sentido, os objetivos deste trabalho foram: i) avaliar o efeito da mutação induzida na distribuição do sistema radicular de feijão no perfil do solo; ii) identificar a existência de correlação entre o caráter distribuição radicular e as demais características de interesse agronômico em populações mutantes de feijão; iii) verificar a ocorrência de variação no método empregado para a determinação do tempo de cocção de feijão. Para tanto, foram realizados dois experimentos na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV). No primeiro experimento, as populações mutantes Pérola, IAPAR 81, IPR Chopim e IPR Uirapuru nas gerações M1, M3 e M4 e nas doses 0, 100 e 200 Gy foram conduzidas a campo em delineamento de blocos casualizados com duas repetições. A avaliação do sistema radicular foi realizada pelo método do perfil nas camadas de 0-10, 10-20 e 20-30 cm do solo. Os demais caracteres foram mensurados ao término do ciclo da cultura, sendo eles: estatura de planta, altura de inserção do primeiro legume, diâmetro do caule, número de legumes por planta, número de grãos por legume, massa de 100 grãos e rendimento de grãos. No segundo experimento foi realizado o teste de cocção de grãos advindos de 36 populações mutantes de feijão por meio do aparelho cozedor de Mattson, em delineamento de blocos casualizados, com dois blocos e duas repetições por unidade experimental. Os dados foram analisados considerando no modelo estatístico informações sobre o erro experimental, o erro de amostragem e as repetições como um fator de variação. Três diferentes resíduos foram empregados nas análises, sendo, o erro total, o erro experimental e o erro de amostragem. A mutação induzida foi eficiente em proporcionar variabilidade e incremento na distribuição radicular das populações de feijão. O caráter distribuição radicular e rendimentos de grãos apresentaram correlação positiva. Resultados discrepantes foram obtidos com o uso dos diferentes resíduos para os dados referentes ao tempo de cocção. A técnica utilizada para a determinação do tempo de cocção apresentou variação intrínseca ao método, evidenciando a necessidade de estimar o erro de amostragem para evitar que o mesmo componha o erro experimental, além da necessidade de rigor nas especificações dos modelos estatísticos e na escolha do resíduo apropriado para testar as hipóteses
Abstract: Considering the gradient of nutrients in soil depth and water availability is very important the presence of a wide and well distributed root system in soil layers. Thus, the genotypes creation with well developed root system is interest to bean breeding programs. The lower cooking time for common bean is other characteristic desired and relevant to breeding programs, because it is very important to acceptance of a cultivar. However, availability of genetic variability is required for the action of breeder, which may be generated by induced mutation. This study aimed: i) to evaluate the effect of induced mutation in the root distribution of common bean in the soil profile; ii) to identify the correlation among the character root distribution and the others agronomic traits in mutant common bean populations; iii) to verify the existence of variation in the method used to determine the bean cooking time. Two experiments were conducted at Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (Santa Catarina State University - Brazil). In the first experiment, the mutant populations Pérola, IAPAR 81, IPR Chopim and IPR Uirapuru in M1, M3 and M4 generations in level of 0, 100 and 200 Gy, were conducted in field in a randomized block design with two replications. The root system was assessed by profile method at 0-10, 10-20 and 20-30 cm soil layers. Plant height, height of first pod, stem diameter, number of pods per plant, number of grains per pod, weight of 100 grains and grain yield were analyzed to end of the crop cycle. In the second experiment, the grains from thirty six mutant common bean populations were subjected to the cooking test using the Mattson cooker apparatus, in a randomized block design with two blocks and two replications each experimental unit. The data were analyzed using three statistics models with information related to experimental error, to the sampling error and considering the replications as a variation factor. Three types of error were used in the statistics analysis, being the total error, experimental error and sampling error. The induced mutation provided variability and increased the root distribution of bean populations. The trait root distribution showed positive correlation with grain yield. Different results were obtained with use of three types of error for the cooking time data. The technique used to determination of the bean cooking time showed intrinsic variation to the method, being necessary to estimate the sampling error to purify the experimental error. Besides the need of criterion in the specification of statistics models and choice of appropriate error for testing the hypotheses
Palavras-chave: phaseolus vulgaris L.
sistema radicular
mutação induzida
tempo de cozimento
erro experimental
phaseolus vulgaris L.
root system
cooking time
induced mutation
experimental error
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: ALMEIDA, Carmelice Boff de. Root distribution and cooking time of mutant common bean populations. 2011. 48 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1137
Data de defesa: 20-Mai-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV11MA091.pdf435,04 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.