Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1115
Tipo do documento: Dissertação
Título: Danos causados por doencas fungicas foliares em aveia branca
Título(s) alternativo(s): Damage caused by fungal leaf disease in white
Autor: Nerbass Junior, João Martinho 
Primeiro orientador: Casa, Ricardo Trezzi
Resumo: A aveia branca (Avena sativa L.) é um cereal de estação fria adaptado a diferentes regiões, usada na produção de grãos, forragem verde, feno, silagem, e cobertura verde/morta de solo no inverno. A ferrugem da folha e a helmintosporiose são consideradas doenças freqüentes em aveia. Os danos causados são atribuídos à redução da área foliar fotossintetizante ativa da planta. O objetivo deste trabalho foi obter equações da função de dano para patossistema múltiplo envolvendo ferrugem da folha e helmintosporiose em duas cultivares de aveia branca e correlacionar a intensidade das doenças com componentes do rendimento. Os experimentos foram conduzidos na área experimental do Centro de Ciências Agroveterinárias, Lages, SC, nas safras agrícolas de 2006 e 2007. O gradiente das doenças foliares foi gerado pelo uso de doses crescentes e número de aplicações (uma, duas e quatro) do fungicida piraclostrobina + epoxiconazole (33,25+12,5, 49,87+18,75, 66,5+25 g de i.a. ha- 1) nas cultivares UPFA 20 Teixeirinha e UPFA 22 Temprana. As unidades experimentais constaram de cinco linhas de semeadura, espaçadas em 0,20 m, com cinco metros de comprimento. Analisaram-se as seguintes variáveis: incidência e severidade foliar, rendimento de grãos, massa de mil grãos e peso do hectolitro. As avaliações de doença foram realizadas a cada 10 dias retirando-se 10 plantas aleatoriamente das parcelas. Em geral a helmintosporiose foi a doença predominante nas duas safras agrícolas e duas cultivares de aveia até o início do florescimento. A ferrugem da folha teve sua intensidade aumentada nos estádios subseqüentes. Na primeira parte deste trabalho procurou-se determinar as equações da função de dano pela análise de regressão entre intensidade de doença e rendimento de grãos para cada estádio de desenvolvimento das plantas. Foram obtidas equações significativas para as cultivares UPFA 20 e UPFA 22 nas duas safras agrícolas, onde por meio destas pode-se calcular o Limiar de Dano Econômico por estádio fenológico da cultura. Em sua segunda parte, os valores de incidência e severidade foliar foram utilizados para calcular à Área Abaixo da Curva de Progresso da Doença (AACPD), os quais foram correlacionados com o rendimento de grãos, massa de mil grãos e peso do hectolitro. Houve correlações negativas e significativas da AACPD com rendimento de grãos, massa de mil grãos e peso do hectolitro nas duas safras agrícolas. Destes concluiu-se que quanto maior a intensidade das doenças foliares maior são os valores da AACPD, resultando na diminuição dos valores das variáveis produtivas. De posse dos valores de rendimento de grãos, massa de mil grãos e peso do hectolitro a terceira parte deste trabalho teve como objetivo quantificar o percentual de dano, e controle destas duas doenças em função do número e dose de aplicação do fungicida. Os danos ao rendimento de grãos, massa de mil grãos e peso do hectolitro foram maiores na safra de 2007 para as duas cultivares. A percentagem de controle das doenças foliares foi maior nas duas cultivares na safra de 2007, atingindo com base na severidade foliar 86,74 % e 85,90 %, respectivamente para UPFA 20 e UPFA 22
Abstract: The white oat (Avena sativa L.) is a winter cereal adapted different regions, used in the production of grains, green grass, hay, silage and mutch soil coverage in the winter. The leaf rust and helminthosporium are considered frequent diseases in oats. The damages are due to the reduction of the plant green area photosynthesis. This report aimed to obtain equations of damage function to multiple pathosystem involving leaf rust and helminthosporiosis in two white oat cultivars and correlate the disease intensity with the yield components. The experiments were performed in the Center of Agroveterinarian Sciences, Santa Catarina State University, Lages, SC experimental area, in the 2006 and 2007 agricultural harvest. The leaf diseases degree was generated through the use of increasing doses and number of applications (one, two and four) of pyraclostrobina + epoxiconazole (33.25 +12.5, 49.87 +18.75, 66.5 +25 g ai ha-1) fungicide in UPFA 20 Teixeirinha and UPFA 22 Temprana cultivars. The experimental units consisted of five lines of sowing, spaced at 0.20 m and five meters in length. Were analyzed the following variables: leaf incidence and severity, grain yield, a thousand grain mass and hectoliter weight. The disease evaluations were performed every 10 days pulling up randomly 10 plants per plot. Generally the helminthosporiosis was the prevalent disease in both agricultural harvest and oat cultivars until the flowering beginning. The leaf rust had its intensity increased in subsequent stages. In the first part of this study was attempted to determine the equations of damage function by the regression analysis between disease intensity and grain yield for each plant development stage. Significant equations were obtained for the UPFA 20 and UPFA 22 cultivars in both agricultural harvests, where through them was possible to calculate the Economic Damage Threshold (EDT) by phonological stage of culture. In its second part, the leaf incidence and severity values were submitted to the Area Under the Disease Progress Curve (AUDPC), which were correlated with the grain yield, thousand grain mass and hectoliter weight. There were negative and significant correlations from the AUDPC with grain yield, thousand grain mass and hectoliter weight in both growing season. From these values it was achieved that as higher is the leaf diseases intensity highest are the AUDPC values, resulting in the decrease of productive variables values. With values of grain yield, thousand grain mass and hectoliter weight the third work purpose quantify the economic damage treschold and control percentage of these two diseases according to the number and dose of fungicide application. The damage to the grain yield, thousand grains mass and hectoliter weight were higher in the 2007 harvest for both cultivars. The leaf diseases control percentage was higher in both cultivars in the 2007 harvest, reaching based on the leaf severity 86.74 % and 85.90 % respectively for UPFA 20 and UPFA 22
Palavras-chave: avena sativa
puccinia coronata
drechslera avenae
controle químico
limiar de dano econômico
componentes de produção
avena sativa
puccinia coronata
drechslera avenae
chemical control
economic damage threshold
yield components
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: NERBASS JUNIOR, João Martinho. Damage caused by fungal leaf disease in white. 2008. 101 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1115
Data de defesa: 6-Mar-2008
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV08MA069.pdf732,13 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.