Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede.udesc.br/handle/handle/1085
Tipo do documento: Dissertação
Título: Capacidade de regeneração in vitro em feijão e controle genético de características de interesse agronômico para o planalto catarinense
Título(s) alternativo(s): Regeneration capacity in vitro in beans and genetic control of agronomic traits of interest to the catarina plateau
Autor: Baldissera, Joana Neres da Cruz 
Primeiro orientador: Guidolin, Altamir Frederico
Resumo: O objetivo deste trabalho foi analisar o controle genético das características de interesse agronômico do feijão: ciclo, estatura de planta, diâmetro do caule, inserção do primeiro legume, número de legumes por planta e número de grãos por legume, para o Planalto Catarinense e estudar a herança da capacidade de regeneração in vitro em gerações fixas e segregantes. No primeiro experimento as sementes F1 obtidas em um esquema de cruzamento dialélico com seis genitores: Xan 159, Pérola, BAF 63, IPR Uirapuru, BRS Supremo e BRS Valente, foram levadas a campo em um delineamento inteiramente casualizado com duas repetições. Depois de colhidas foram avaliadas de acordo com as seis características de interesse agronômico. O dialelo foi analisado utilizando o Método I de Griffing que estima a capacidade geral e a capacidade específica de combinação e o efeito do recíproco. Um dos cruzamentos obtidos com o dialelo (Xan 159 vs. Pérola) e o seu recíproco (Pérola vs. Xan 159) foram selecionados devido a capacidade de regeneração in vitro que o genitor Xan 159 apresenta, para estudar a herança genética da capacidade de regeneração in vitro. As sementes F1, F2, F1r e F2r do cruzamento Xan 159 vs Pérola foram avaliadas quanto ao potencial de regeneração in vitro, de acordo com uma distribuição binomial em um delineamento inteiramente casualizado, sendo que, cada semente foi considerada uma repetição. A capacidade de regeneração in vitro foi avaliada através de cálculos de médias e variâncias e a partir delas foram estimados os componentes genético, ambiental e fenotípico, a herdabilidade e o número de genes. As médias das gerações F1, F2, F1r e F2r foram testadas pelo teste t. A análise dialélica mostrou valores significativos a 5% para a capacidade geral e específica de combinação indicando que existem efeitos gênicos aditivos e não aditivos envolvidos no controle das características avaliadas. Para o efeito recíproco os valores foram significativos indicando que existe a presença de efeito citoplasmático e de genes nucleares herdados do genitor feminino nos caracteres avaliados indicando como melhores genitores femininos o acesso BAF 63 e a Linhagem Xan 159 e como melhores genitores masculinos as cultivares BRS Valente e IPR Uirapuru e o acesso BAF 63. A capacidade geral de combinação da cultivar Pérola é considerada promissora para melhorar características desejáveis para o feijão no Planalto Catarinense e as melhores combinações com base na capacidade específica foram Xan 159 vs. BRS Supremo, Xan 159 vs. BRS Valente, Pérola vs. BAF 63, BAF 63 vs. IPR Uirapuru e BAF 63 vs. BRS Valente. O genótipo Xan 159 apresenta um bom potencial para 8 regenerar in vitro, superando as demais gerações fixas e segregantes. Com as médias das gerações fixas foi constatado que a interação alélica presente na capacidade de regeneração in vitro é não aditiva. Os componentes da variância indicam que o ambiente possui uma maior contribuição no fenótipo das sementes avaliadas em comparação com a variância genética. O valor encontrado para herdabilidade no sentido amplo foi intermediário, demonstrando a contribuição do fator genético na expressão da característica. A estimativa do número de genes indica a influência de pelo menos um gene de efeito maior sobre a regeneração in vitro. A partir da avaliação realizada nas gerações F1 (Xan 159 vs. Pérola), F2 (Xan 159 vs. Pérola), F1r (Pérola vs. Xan 159) e F2r Pérola vs. Xan 159) pode ser constatado a presença do efeito recíproco atuando sobre o caráter regeneração in vitro do feijão
Abstract: The aim of this study was to analyze the genetic control of agronomic characteristics of the bean: cycle, plant height, stem diameter, first pod, number of pods per plant and number of grains per pod, to catarina plateau and study the inheritance of the regeneration capacity in vitro and fixed segregating generations. In the first experiment, the F1 seeds obtained from a diallel crossing scheme with six parents: Xan 159, Perola, BAF 63, IPR Uirapuru, BRS Supreme and BRS Valente, were taken to the field in a completely randomized design with two replications. After harvesting were evaluated according to the six agronomic traits. The diallel was analyzed using Griffing Method I that estimates the general ability and specific combining ability and reciprocal effect. One of diallel crosses obtained by (Xan 159 vs Perola) and its reciprocal (Perola vs Xan 159) were selected because of regeneration capacity in vitro than the parent Xan 159 has to study the genetic inheritance of this feature. The seeds F1, F2, F1r and F2r of crossing Xan 159 vs Perola were evaluated for regeneration potential in vitro, according to a binomial distribution in a completely randomized design, with each seed was considered a repetition. The ability of in vitro regeneration was evaluated by calculating the means and variances were estimated and from these genetic components, environmental and phenotypic, heritability and number of genes. The mean F1, F2, F1r and F2r were tested by t. Diallel analysis showed significant values at 5% for general ability and specific combining indicating that genetic effects are additive and not additive involved in the control of those characteristics. For this reciprocal effect the values were significant indicating that there is the presence of cytoplasmic effect and nuclear gene inherited from the female parent in traits indicating how best female parents access BAF 63 and lineage Xan 159 as best male parents BRS Valente and IPR Uirapuru and the access BAF 63. With respect to general combining ability the genotype Perola is considered promising for improving desirable traits for common bean in the Catarina Plateau and the best combinations based on specific capacity was Xan 159 vs. BRS Supremo, Xan 159 vs. BRS Valente, Perola vs. BAF 63, BAF 63 vs. IPR Uirapuru and BAF 63 vs. BRS Valente. The analysis on the capacity for regeneration in vitro indicate that the parent had a higher average Xan 159, exceeding all generations evaluated for regeneration. With the average fixed generation was found that the allelic interaction in this regeneration in vitro is not addictive. The components of variance indicated that environment 10 has a major contribution in the phenotype of seeds evaluated in comparison with the genetic variance. The value found for broad-sense heritability was intermediate, demonstrating the contribution of genetic factor in the expression of the trait. The estimated number of genes indicates the influence of at least one gene of major effect on regeneration in vitro. From the evaluation performed in the F1 generations (Xan 159 vs. Perola), F2 (Xan 159 vs. Perola) F1r (Perola vs. Xan 159) and F2r (Perola vs. Xan 159) can be seen the presence of the reciprocal effect on the character acting in vitro regeneration of beans
Palavras-chave: phaseolus vulgaris
dialelo
regeneração in vitro
controle genético
herdabilidade
componentes da variância genotípica
efeito recíproco
capacidade combinatória
phaseolus vulgaris
diallel
regeneration in vitro
genetic control
heritability
components of genotypic variance
reciprocal effect
combining ability
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade do Estado de Santa Catarina
Sigla da instituição: UDESC
Departamento: Produção Vegetal
Programa: Mestrado em Produção Vegetal
Citação: BALDISSERA, Joana Neres da Cruz. Regeneration capacity in vitro in beans and genetic control of agronomic traits of interest to the catarina plateau. 2011. 50 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.udesc.br/handle/handle/1085
Data de defesa: 9-Fev-2011
Aparece nas coleções:Mestrado em Produção Vegetal

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
PGPV11MA037.pdf590,98 kBAdobe PDFBaixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.